sexta-feira, 6 de agosto de 2021

Num Instante, Tudo Muda - Suzanne Redfearn [Opinião]

 

Título: Num Instante, Tudo Muda
Autor: Suzanne Redfearn
Editor: Edições Asa
N.º de Páginas: 352

Sinopse: 
Numa noite fria e escura, um grupo de amigos percorre uma estrada de montanha numa caravana. Rumam a umas férias muito desejadas.
E, num instante, tudo muda.
Um veado. Uma travagem. Uma queda a pique pela encosta.
A jovem Finn Miller não resiste ao acidente. Para os seus companheiros de viagem, começa então uma perigosa jornada. Pois segue-se uma implacável tempestade de neve que os deixa perdidos no meio do nada. Perante a ameaça da morte, são obrigados a tomar decisões irreversíveis. Para os sobreviventes, a vida nunca mais será a mesma.
Jack, o pai de Finn, procura apenas vingança. Mo, a sua melhor amiga, procura somente a verdade. Chloe, a irmã, procura juntar-se a Finn. E a mãe, Ann, vive atormentada com o que aconteceu naquela noite na montanha e com o que descobriu sobre as pessoas que pensava conhecer intimamente.
Num Instante, Tudo Muda coloca-nos perante nós próprios e faz perguntas incómodas: será que nos conhecemos verdadeiramente? Numa situação extrema, o que estaríamos dispostos a fazer?

Um livro sobre o poder do amor, a importância da família... sobre a essência do ser humano (com todas as suas fragilidades) e, acima de tudo, sobre seguir em frente, mesmo quando isso não parece possível.







Tudo parece estar a correr bem para um casal de amigos e os seus filhos. Preparam-se para umas merecidas férias na neve, mas de repente tudo muda.

Um veado surge pela frente e acabam por ter um acidente de viação que resultará na morte imediata de Finn Miller. Facto curioso: é a jovem Finn que nos vai relatar os acontecimentos seguintes e é de uma doçura tal que desejamos que tudo não passe de um equívoco e que a jovem não tenha morrido.

A vida para Finn chegou ao fim, mas os seus companheiros de viagem terão duras provas pela frente. Depois do acidente vem uma tempestade de neve e é o salve-se quem puder. Todas as decisões tomadas serão escrutinadas pelos outros e estes tornar-se-ão para toda a vida, o que os afetará para sempre.
Mais do que a história, este livro leva-nos a refletir sobre a natureza humana.

Em casos extremos, de vida ou morte, até que ponto vamos para nos salvar ou salvar os que mais amamos? Será que temos coragem para prejudicar o próximo, mesmo o nosso amigo, para termos apenas mais uma oportunidade de sobrevivermos?

Uma reflexão sobre o poder do amor e da família, que nos deixa perplexos a cada virar de página.
O facto de ser narrados pelos olhas da vítima dá ainda mais interesse à história, que, a somar com a explicação final da autora, nos deixa completamente fascinados por este livro.




Sem comentários:

o-homem-de-giz-billboard