terça-feira, 24 de agosto de 2021

A Noiva Cigana - Carmen Mola [Opinião]

 

Título: A Noiva Cigana
Autor: Carmen Mola
Editor: Suma de Letras
N.º de Páginas: 368

Sinopse: 
Susana Macaya, filha de pai cigano mas educada fora da comunidade, desaparece depois da sua despedida de solteira. O corpo é encontrado dois dias depois na Quinta de Vista Alegre no bairro madrileno de Carabanchel. Poderia ser mais um homicídio, não fosse o facto de a vítima ter sido torturada na sequência de um ritual inusitado e atroz e de a sua irmã, Lara, ter sofrido o mesmo destino sete anos antes, também na véspera do casamento. O assassino de Lara cumpre pena desde então, pelo que há apenas duas possibilidades: ou alguém imitou os seus métodos para matar a irmã ou há um inocente encarcerado.

Investigar uma pessoa implica conhecê-la, descobrir os seus segredos e contradições, a sua história. No caso de Lara e Susana, a detective Elena Blanco deve olhar para a vida de alguns ciganos que renunciaram aos seus costumes para se integrarem na sociedade, e de outros que não lhes perdoam, e levantar cada véu para descobrir quem poderia vingar-se com tanta crueldade de ambas as noivas ciganas.






Filha de pai cigano, Susana Macaya foi educada fora das tradições da sua família paterna.

Vive uma vida perfeitamente normal, até que o seu corpo é encontrado num bairro madrileno. As circunstâncias da sua morte são em tudo semelhantes à da sua irmã, falecida há sete anos. O cabelo está cortado de um dos lados e o crânio perfurado, de onde saem larvas e moscas.

O assassino da sua irmã está preso e não há forma de ter sido ele a cometer novo crime já que não saiu em precária. Urge saber quem é o imitador e é aqui que entra Elena Blanco, detective que carrega também uma dose enorme de problemas, que para o meio do livro vamos perceber a sua dimensão.
A história é bastante macabra e muito gráfica, o que facilmente agradará os amantes deste género de thrillers . Para as mentes mais sensíveis não aconselho a leitura.

Carmen Mola escreve sob um pseudónimo e ninguém parece saber quem está por detrás da sua obra. Sabe-se, contudo, que o primeiro livro para passar a série e acredito que seja um sucesso.
 
Gostei imenso. Tanto a história como a detective prenderam-me bastante pelo que estou curiosa por ler o segundo livro de uma trilogia que promete.



 

Sem comentários:

o-homem-de-giz-billboard