quarta-feira, 21 de setembro de 2022

Toda a verdade - Cara Hunter [Opinião]

 

Título: Toda a verdade
Autor: Cara Hunter
Editor: Porto Editora
N.º de Páginas: 404

Sinopse: 
Um assassinato. Uma agressão sexual.
Nada é o que parece ser.
Quando a equipa do inspetor Adam Fawley recebe uma queixa de agressão sexual, espera encontrar um caso igual a tantos outros.
Mas não podia estar mais enganada.
A acusada é uma professora da Universidade de Oxford e estrela do departamento. O queixoso é um estudante que é também um excelente jogador de râguebi. Os detetives entram numa corrida contra o tempo para descobrir a verdade.
Só não sabem que há quem os esteja a vigiar.
Alguém que quer afastar Fawley de uma vez por todas.
Ela está a arriscar tudo o que conquistou; ele tem tudo a perder. Um deles está a mentir.

Toda a Verdade é o quinto livro da série Adam Fawley e o que menos gostei de ler. Achei a narrativa bastante confusa, com demasiadas personagens e acabei por me perder em algumas partes do livro. No entanto, e para que o leitor consiga conhecer melhor as personagens (caso este seja o livro de estreia) ou se relembre das mesmas, o livro traz nas primeiras páginas a caracterização de cada um dos elementos da equipa de Fawley, o que achei bastante interessante e útil. 

A história começa com uma acusação de agressão sexual por parte de um aluno a uma professora. A autora deu voz ao movimento #hetto que, apesar de menos relevante nos media também acontece. No entanto, a história parece um pouco rocambolesca e fez-me duvidar das testemunhas de ambas as personagens envolvidas. 

Relativamente à segunda investigação, essa já foi bastante mais viciante do que a primeira. É isso que faz com que o livro ganhe acção. O envolvido é um dos elementos da equipa, mas mais não posso dizer arriscando-me a dar spoiller
Adianto apenas que um corpo aparece numa ponte dando a entender que se trata de um suicídio. No entanto, depois de ser autopsiada constata-se que a vítima foi assassinada. 

Fawley continua a liderar a equipa de investigação, mas achei-o mais apagado, talvez com a preocupação do término da gravidez de Alex. 







Sem comentários:

o-homem-de-giz-billboard