segunda-feira, 8 de novembro de 2021

A Vida Livresca de Nina Hill - Abbi Waxman [Opinião]

 

Título: A Vida Livresca de Nina Hill
Autor: Abbi Waxman
Editor: TopSeller
N.º de Páginas: 336

Sinopse: 
Nina Hill tem uma vida confortável: trabalha numa livraria, participa em concursos de cultura geral com uma equipa fantástica, tem uma agenda muito organizada onde anota tudo o que é importante e partilha a casa com o seu gato Phil.

Filha única de uma conceituada fotógrafa que se tornou uma mãe ausente devido às constantes viagens, é nos livros que devora a toda a hora que Nina encontra o seu refúgio e os seus momentos de verdadeira felicidade.

Quando recebe a notícia da morte do pai, de quem nunca soube nada, Nina fica em choque. De um momento para o outro, o seu núcleo familiar passa a incluir um irmão, três irmãs e vários sobrinhos e sobrinhas, todos a viverem perto! E pior… Esta horda de desconhecidos parece estar cheia de vontade de conviver com ela, o que vai totalmente contra as suas tendências antissociais.

Como se essa não fosse já uma mudança suficiente na sua rotina, Nina vê-se também perante a presença cada vez mais constante de Tom, o seu maior adversário nas noites de quiz, que afinal até é um homem querido, divertido e profundamente interessado em conhecê-la melhor.

Será ela capaz de sair da sua zona de conforto e trocar a ficção pela vida real?

Finalista do prémio Goodreads para Melhor Livro de Ficção.







Logo que vi a capa e o título deste livro pensei para comigo que o tinha de ler o quanto antes. Tenho gostado imenso dos livros que se têm debruçado sobre livros e os livreiros e achei que seria uma boa escolha.

Já disse o quanto gosto da capa?
Adoro o amarelo, o desenho... adoro tudo. Mas o que pensava ser um livro rodeado de títulos de livros, sobre livros, acabou por ser uma comédia romântica que se podia passar numa livraria como noutro lado qualquer.

É um livro de leitura leve, ideal para quem gosta de histórias de amor, mas não era, de todo, aquilo que estava à espera, embora não fosse uma desilusão.
Nina é livreira numa pequena livraria independente. É ainda apaixonada por noites de quiz, cujo grupo sai quase sempre vencedor, e por gatos, claro está.

De um dia para o outro descobre que o seu pai, de quem nunca tinha ouvido falar, morreu e lhe deixou algo em testamento. O pai era detentor de uma fortuna considerável, mas Nina herda também uma família peculiar. Se na sua maioria até a aceitam bem, há aqueles que não veem com bons olhos um novo intruso.

No entanto, são inevitáveis as parecenças com a maioria dos elementos, quer seja na cabeleira ruiva, quer no gosto pelos livros e animais.

"Ler não é a única coisa do mundo, Nina.
- É uma das únicas cinco coisas perfeitas do mundo.
- E quais são as outras quatro?
- - Gatos, cães, maças caramelizadas e café.
- Mais nada?
- Claro, há outras coisas, até coisas boas..."






Sem comentários:

o-homem-de-giz-billboard