quinta-feira, 7 de outubro de 2021

A Rapariga da Rosa - Leslie Wolfe [Opinião]

 

Título: A Rapariga da Rosa
Autor: Leslie Wolfe
Editor: Alma dos Livros
N.º de Páginas: 264

Sinopse: 
Três histórias. Duas vidas. Um assassino.

A agente Tess Winnett está de volta com três casos reunidos num único livro. Raparigas desaparecidas, evidências perturbadoras e crimes terríveis. Tess Winnett corre contra o tempo. Um corpo congelado, vidas suspensas nas mãos de assassinos em série, destinos cruzados e mensagens misteriosas em corpos ensanguentados. Quantas mais vítimas terão de morrer? Quanto tempo mais irão os assassinos continuar a escapar?

A Rapariga da Rosa
Um corpo congelado, incapaz de se mover. Os olhos vazios, fixos no sangue que emana do seu próprio corpo, enchendo uma taça de porcelana cuidadosamente trabalhada a ouro. Os lábios entreabertos de quem soltou um grito que não chegou a ninguém. E ele apenas sorri, enxugando-lhe as lágrimas com os dedos frios.

Marcada para a Morte
Um número, uma letra. Duas personagens, nove cortes, os seus destinos cruzados e nitidamente esculpidos na pele ensanguentada de Danielle. Tess já tinha visto isto antes. Nos corpos de outras vítimas… ela conhece aquela assinatura... O Assassino das Palavras está de volta, no entanto, a sua identidade permanece um mistério. Um assassino impulsivo, desorganizado e rápido como um relâmpago. E porque terá deixado Danielle com vida?

Morte nas Alturas
O mar alto não teve tempo suficiente de destruir o corpo. A sua beleza permanece intacta, os lábios pálidos em memória de um último suspiro, o rosto escondido por mechas de cabelo escuro e ondulado. Cada centímetro da sua pele testemunha um terrível destino entregue nas mãos de um assassino que nunca esperou que ela fosse encontrada.









O primeiro caso que Winnett vai investigar é bastante complicado para a detective. A vítima é uma jovem de 15 anos, melhor amiga da filha do governador, seu principal inimigo e que deseja constantemente tirá-la do cargo. Este é o caso que dá o nome ao livro e foi um dos meus favoritos, em que a Rosa é a protagonista.


Marcada pela morte é o segundo caso e é bastante fiel ao nome. As vítimas são marcadas com iniciais e um número, o que intriga a inspectora.

O último caso diz respeito a um crime nas alturas, quando ao investigar Winnett desconfia que o corpo que apareceu no mar pode ter sido atirado de algum avião, não se tendo afogado como à partida se podia pensar.

Gostei imenso destas três histórias, com bastante originalidade, mas senti que podiam ter sido mais desenvolvidas, daí não adorar contos precisamente por causa disso.

No entanto, e apesar disso, gostei imenso de ver Winnett a investigar estes casos mais simples e é um livro que se lê num ápice.






Sem comentários:

o-homem-de-giz-billboard