domingo, 4 de julho de 2021

O Amigo das Sombras - Alex North [Opinião]

 

Título: O Amigo das Sombras
Autor: Alex North
Editor: TopSellerI
N.º de Páginas: 320

Sinopse: 
Uma história terrível regressou do passado. Uma história que está a ceifar vidas. Uma após a outra.
Há 25 anos, Charlie Crabtree, um adolescente de sorriso sinistro e imaginação sombria, cometeu um homicídio tão chocante que atraiu um estranho tipo de infâmia, daqueles que só existem nos recantos mais obscuros da Internet. Agora, tudo aponta para que alguém tenha cometido um crime inspirado no seu.

Paul Adams lembra-se demasiado bem do caso: Crabtree e a vítima eram seus amigos. Apesar de sentimentos de culpa terem levado Paul a abandonar a sua aldeia natal, a idade avançada e o estado de saúde da mãe forçam-no a regressar. E é nessa altura que as coisas começam a correr mal.

A mãe, confusa e angustiada, insiste que está alguém em casa. Outro crime tem lugar. E alguém começa a seguir Paul. Todos estes acontecimentos o fazem relembrar a coisa mais inquietante daquele dia terrível ocorrido 25 anos antes. Não foi apenas o homicídio brutal. Foi o facto de, depois disso, Charlie Crabtree ter desaparecido sem deixar rasto...

A minha opinião: 
Presente: Paul Adams decide regressar à sua terra natal após 25 anos. A sua mãe, que nunca mais viu, está a morrer e Paul precisa de se despedir dela.

O que se passou há 25 anos na pequena localidade onde Paul nasceu chocou toda a comunidade, e o trauma do que se passou afastou para sempre o jovem dali. Paul é agora um adulto mais ou menos resolvido com a vida, mas o passado parece estar a vir outra vez às suas memórias, até porque um assassinato recente é muito semelhante ao que se passou quando era adolescente.


Há 25 anos Charlie cometeu um homicídio chocante, na pequena localidade e Paul, que fazia parte do seu grupo ficou bastante abalado, até porque a vítima também era uma pessoa que lhe era bastante próxima.

Depois do êxito O Homem dos Sussurros, ao qual dei 4 estrelas, Alex North regressa com O Amigo das Sombras e repete a mesma fórmula.

Gosto de todo o lado sombrio que o autor coloca nos seus livros, a par com o mistério e com histórias do passado. No entanto, não é daqueles livros que nos fazem querer ler até não parar, coisa que aprecio neste género de livros. Curiosamente, acabei por gostar mais deste livro do que do anterior, apesar de não ter criado empatia com Paul, cujo desinteresse pela mãe não conseguiu entender.






Sem comentários: