quinta-feira, 29 de agosto de 2019

Há Algo Estranho na Água - Catherine Steadman [Opinião]

Título: Há Algo Estranho na Água
Autor: Catherine Steadman
Editor: Editorial Presença
N.º de Páginas: 368

Sinopse:
Erin, autora de documentários televisivos, está à beira de uma reviravolta profissional. Mark é um atraente gestor de investimentos com um futuro risonho. Parecem ter tudo para serem felizes, até que Mark perde o emprego, o que ensombra a vida perfeita do casal. Mas ambos estão determinados a fazer com que as coisas resultem. Decidem partir para uma lua de mel num local paradisíaco, confiantes de que tudo se resolva - afinal, têm-se um ao outro.

Em Bora Bora, Mark leva Erin a fazer mergulho. Mark está com ela, Erin sabe que está segura. Vai correr tudo bem. Porém, descobrem algo estranho na água... o casal decide manter a sua descoberta em segredo - se mais ninguém souber o que eles encontraram, que mal poderá haver nisso? Mas a decisão que tomam desencadeia uma devastadora sequência de acontecimentos... que vai pôr em causa tudo o que lhes é mais querido.

A minha opinião: 
Erin e Mark são um casal vulgar. Até que o desemprego inesperado de Mark faz com que eles decidam partir para uma lua de mel num local paradisíaco para dar algum alento à relação.

Bora Bora é o local escolhido. Mas quando decidem fazer mergulho descobrem uma coisa debaixo de água que vai mudar completamente as suas férias, e que se prolongará para lá destas. Se a vida deste jovem casal tinha sido posta à prova com o desemprego repentino de Mark, vai ser ainda mais complicada depois daquilo que encontram nas águas daquele paraíso.

Se a sinopse já me despertou interesse fiquei ainda mais excitada quando comecei a ler as primeiras páginas de Há Algo Estranho na Água.

Sem querer desvendar muito sobre a história, posso dizer que o livro começa com Erin a cavar uma sepultura no meio de uma floresta, facto que me deixou logo empolgada para saber como se ia desenrolar toda a trama. Uma pergunta surge? Como é que se passa de umas férias em Bora Bora, desvendadas na sinopse, para a escavação de uma sepultura pouco tempo depois?

O livro está muito bem escrito e a história é bastante viciante. Poderá ter, por vezes, demasiadas descrições, mas todas elas são fundamentais para o desenrolar da narrativa.

Apesar de todas as teorias que fui tendo ao longo da história, nenhuma estava certa, o que me levava a ser sempre surpreendida com o avançar da história.

Relativamente aos protagonistas Erin foi a que mais atraiu as minhas simpatias, embora tenha cometido alguns erros que me deixaram louca. Mark, por sua vez, mostrou-se um homem egoísta e com atitudes completamente reprovavéis desde o início da história. A mentira, ou omissão, não podem, nunca, ser a base de uma relação.

Para quem não sabe, vai haver um filme baseado no livro de Catherine Steadman e eu estou desejosa de ver.



1 comentário:

Marisa Luna disse...

Bem... deve ser um livro de cortar a respiração!
Quero ler!!

Beijocas