segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

O Clube de Tricô de Sexta à Noite - Kate Jacobs

Numa cidade tão grande e movimentada como Nova Iorque, é muito fácil perdermo-nos na multidão. Habituada a contar apenas consigo própria, Georgia tem um dia-a-dia esgotante em que tenta conciliar as exigências da sua loja com a educação da filha, Dakota. Em tempos não muito distantes, Georgia era uma jovem apaixonada e decidida a perseguir os seus sonhos, pelo menos até ao dia em que James - o grande amor da sua vida - soube que estava grávida e lhe despedaçou o coração ao fugir para Paris. Nesse dia, Georgia conheceu a solidão e decidiu traçar o seu caminho sozinha. Mas James tem outros planos. Planos que a incluem...

Doze anos após a separação de James, Georgia encontra-se a viver em Nova Iorque com a filha Dakota. Longe da família, tem como melhor amiga Anita, que também se encontra separada dos 3 filhos. Entretanto, James, pai de Dakota, regressa de Paris e tenta uma reaproximação, começando a conquistar a filha com prendas e afectos. Georgia começa a sentir-se ameaçada.
O reencontro com a antiga amiga de juventude, Cathy, aproximou James de Georgia e quando decidem rumar à Escócia para que Dakota conhecesse a bisavó, James acaba por ir lá ter declarando-se a Georgia, o grande amor da sua vida.
Pelo meio Georgia, que tem uma loja de lãs, decide formar um clube de tricô. Com a ‘desculpa’ de aprenderem a fazer tricô, formou-se um grupo de amigas sólido. Darwin, uma rapariga de ascendência chinesa, sempre foi posta de parte pelos colegas, acaba por se casar com o primeiro amor da sua vida, mas o trabalho deste como interno num hospital leva-o para longe da sua esposa. Enquanto isso, Darwin continua a tirar o seu curso sobre a história da mulher, na Faculdade. Lucie que aos 40 anos ainda não casou, o que causa ‘problemas’ em relação à mãe, cujo principal sonho é ver a sua filha casada. No entanto, por sua conta e risco decide marcar um encontro com um homem apenas com o único intuito de ficar grávida (o que consegue). Cat, amiga de infância de Georgia, que casa com um homem rico, mas é infeliz no seu casamento. Não tem filhos porque o seu marido é estéril e trai-a constantemente. Aproxima-se de Georgia quando vê uma reportagem numa revista sobre a sua loja de malhas e decide mandar fazer um vestido aproximando-se da antiga amiga. A partir daí a sua vida vai mudar radicalmente. Deixa de pensar em grandezas e acaba por se divorciar do seu marido, com quem nunca havia sido feliz.
Uma história bonita com um final surpreendente.

3 comentários:

Misterioso disse...

bonito blog passe tb no meu

Maria Manuel Magalhães disse...

Olá fumador. Já tive oportunidade de dar uma 'olhada' no seu blog e gostei bastante. Temos poeta :)
Parabéns e vou continuar atenta.

Pele Macia disse...

Finalmente terminei o livro!
Andei a evitar ler e prometi ler um só capitulo!

Por estar a gostar tanto, não queria que terminasse...

Mas ontem não consegui e num instante devorei-o!
Simplesmente fantástico. Sabe a pouco vou ficar à espera do próximo!

o-homem-de-giz-billboard