sábado, 24 de maio de 2014

Sessão de lançamento de «Artistas Portugueses em Discurso Directo», de Miguel Matos



Apresentação do livro "Estou Nua, E Agora?" de Francisco Salgueiro. (Fnac NorteShopping)



sexta-feira, 23 de maio de 2014

A estante está mais cheia #14



O novo livro de Daniel Silva, da série Gabriel Allon não podia deixar de estar na minha estante. Sou fã confessa da série. Este foi gentilmente oferecido pela Bertrand e brevemente constará a minha opinião no blogue.


Morte nas Trevas, o último livro de Pedro Garcia Rosado, foi uma oferta de Topseller e logo que chegou devorei-o. Um livro que recomendo para todos os amantes de policiais. Opinião aqui

As pessoas felizes lêem e bebem café saltou-me logo à vista pelo fabuloso título. A capa também está engraçada e a sinopse promete. Será uma das minhas próximas leituras e foi uma oferta da Guerra & Paz.

O segredo do meu marido tem uma capa fantástica e saltou-me logo à vista a sinopse. Oferta da Asa que já estou a devorar.

Da Porto Editora chegou A Hipótese do Mal (opinião aqui) de Donato Carrisi e Os Aromas do amor de Dorothy Koomson, uma das minhas leituras de momento.


O último livro da trilogia Pede-me o que Quiseres já chegou ás livrarias e também à minha estante. Esta semana ainda fui brindada com um presente útil para o tempo de praia, juntamente com uma edição especial de Firmin, comemorativa dos 5 anos da Planeta em Portugal. Adorei!


O Luar Fica-te Bem de Mary Higgins Clark e Objectos Cortantes de Gillian Flyn foram duas compras às quais não resisti. Espero lê-los em breve.

E de um passatempo no blogue Café de Letras, recebi O Diário Oculto de Nora Rute, de Mário Zambujal, um livro que andava a namorar há muito tempo. Obrigada Carla Faleiro.




A Rainha Descalça, de Ildefonso Falcones, a 6 de junho nas livrarias

Título: A Rainha Descalça
Autor: Ildefonso Falcones
Género: Literatura / Romance
Tradutor: Rita Custódio e Àlex Tarradellas
N.º de páginas: 728
Data de lançamento: 6 de junho
PVP: 19,90€

Uma história de amizade, paixão e vingança que une a voz de duas mulheres pela liberdade.
No mês de janeiro de 1748, uma mulher negra deambula pelas ruas de Sevilha. Atrás de si deixou um passado de escravatura em Cuba, um filho que nunca mais tornará a ver e uma grande viagem de barco até à costa de Espanha. Caridad já não tem um dono que lhe dê ordens, mas também não tem onde dormir quando se cruza com Milagros Carmona, uma jovem cigana de Triana por cujas veias corre o sangue da rebeldia e a arte dos da sua raça.
As duas mulheres tornam-se inseparáveis e, entre sarabandas e fandangos, a cigana confessa à sua nova amiga o amor que sente pelo arrogante Pedro García, de quem a separam antigos ódios familiares. Pela sua parte, Caridad esforça-se por calar o sentimento que brota em seu coração por Melchor Vega, o avô de Milagros.
Quando um mandato real converte todos os ciganos em proscritos, a vida de Milagros e Caridad sofre uma trágica reviravolta. Embora os seus caminhos se separem, o destino voltará a uni-las numa Madrid onde confluem contrabandistas e cómicos, nobres e vilões; uma Madrid que se rende à paixão que emana das vozes e dos bailes dessa raça de príncipes descalços.


Sobre o autor:
Ildefonso Falcones propõe-nos uma viagem a uma época apaixonante, marcada pelo preconceito e pela intolerância. De Sevilha a Madrid, desde o tumultuoso bulício dos ciganos até aos teatros senhoriais da capital, os leitores desfrutarão de um fresco histórico povoado de personagens que vivem, amam, sofrem e lutam por aquilo que acreditam ser justo.


Apresentação de Livro: Angola. As Ricas-Donas, de Isabel Valadão



quinta-feira, 22 de maio de 2014

Coolbooks - Novos livros - ficção e não ficção

Em www.coolbooks.pt, estão disponíveis, a partir de hoje, sete novos livros de autores portugueses editados pela Coolbooks, a nova chancela do Grupo Porto Editora, que tem como objetivo dar a conhecer novos autores de língua portuguesa, editando – em exclusivo – em suporte digital.
Os romances Depuração, O sem-abrigo e Ponto zero e três obras juvenis (O canto da sereia e Próxima paragem: inferno e ainda O enigma do castelo assombrado) são as apostas acabadas de publicar na área da ficção. Hoje, é editado, também, o primeiro livro de não ficção da Coolbooks: Saiba como mudar a sua vida.
O jovem Rui Madureira, de 28 anos, é autor de obras do género fantástico e Depuração é o segundo livro que edita. O sem-abrigo é um livro da autoria de José Baptista Roque, um apaixonado por História, em especial pelo período monárquico e pelo Estado Novo. A jornalista Rita Inzaghi, autora de Ponto zero, considera-se uma contadora de histórias e o livro que agora publica é o retrato da sua própria geração. O canto da sereia e Próxima paragem Inferno, do jovem de 20 anos Rui Péricles, são o terceiro e quarto volumes da coleção juvenil Criptocontos, que a Coolbooks lançou no final de abril. O Enigma do Castelo Assombrado também é um título juvenil, o primeiro da coleção Os 4 Quadrantes, da autoria da professora Ana Nunes. Saiba como mudar a sua vida é uma obra de desenvolvimento pessoal de José Micard Teixeira, um coach profissional, com passagens pela União Europeia e pelo grupo Sonae.

Título: Depuração
Autor:
Rui Madureira
Formato: e-wook
PVP: 8,99 €

Em pleno auge da sua carreira literária, Diogo Novais muda-se para uma mansão centenária nos arredores da cidade do Porto com a noiva, Anabela. O casal vive feliz na sua nova casa e o futuro parece risonho. Porém, as sombras da tragédia deitam essa felicidade por terra quando Anabela é encontrada sem vida no seu próprio quarto, envolta num mar de comprimidos.
Sem a noiva a seu lado, Diogo entra numa espiral depressiva que o impede de prosseguir com a sua vida. Passa a viver isolado do mundo, incapaz de compreender as razões que terão levado Anabela a suicidar-se.
Até que um conjunto de estranhos fenómenos começa a perturbar-lhe as noites de sono. No meio das sombras ouvem-se vozes fantasmagóricas, e enormes estrondos fazem estremecer a casa que não conseguira abandonar. Tratar-se-á de uma entidade sobrenatural, saída dos infernos para o atormentar? Ou estará Diogo Novais a perder o juízo?

Sobre o autor:
Rui Madureira nasceu a 13 de dezembro de 1985, uma sexta-feira treze que terá alimentado a enorme paixão que nutre pelo fantástico. Formou-se em Psicologia na Universidade do Porto. O cinema e a literatura, porém, foram desde sempre as suas grandes paixões. Foi colaborador da SciFiWorld Portugal e do Círculo de Críticos Online Portugueses. Atualmente escreve críticas de cinema para o Portal Cinema e textos de opinião para o jornal Maia Hoje, tendo algumas das suas críticas cinematográficas sido publicadas em revistas como a Première e a Forum Estudante.
Em 2013, foi membro do Júri da Secção Oficial de Cinema Fantástico do Fantasporto. Estreou-se na escrita com Abaddon, um épico de fantasia editado em 2012. Depuração é a sua segunda obra.

Título: O sem-abrigo
Autor:
José Baptista Roque
Formato: e-wook
PVP: 6,99 €

Vicente, um homem humilde condenado por ter roubado comida para sobreviver, descobre ao sair da prisão que a conjuntura socioeconómica se agravara. Sem um tostão no bolso, é forçado a experimentar a vida na rua, na companhia de um grupo de sem-abrigo que ocupa um espaço da Avenida da Liberdade, em Lisboa. Até que, um dia, Vicente se cruza com o primeiro-ministro, acabando por lhe salvar a vida – um ato que todos creem ter sido de coragem…
No centro das atenções do público, Vicente passa por uma série de peripécias, até que consegue emprego na quinta de um banqueiro. Desde essa altura, a sua vida sofre uma reviravolta total, passando em pouco tempo de ostracizado pela sociedade a professor de Economia em Paris.
Este é um retrato mordaz de um Portugal possível, onde se reflete sobre as consequências da crise sobre as vidas dos seus cidadãos.

Sobre o autor: 
José Baptista Roque frequentou o Colégio de São João de Brito e o Colégio Moderno em Lisboa, instituições que o marcaram para sempre. Contudo, foi já como trabalhador-estudante que terminou o ensino secundário, no extinto Externato de Odivelas. Teve uma breve experiência universitária, que não o entusiasmou. Amante de História, interessa-se por tudo o que diz respeito à época monárquica e aos contornos políticos e conspirativos do designado "Estado Novo".
Nos últimos vinte e um anos trabalhou no Grupo BPI, que considera uma escola de virtudes, onde granjeou inúmeras amizades. Foi exatamente nesta época, e em especial nos últimos dez anos, que observou o comportamento dos sem-abrigo que inspiraram esta obra.

Título: Ponto zero
Autor:
Rita Inzaghi
Formato: e-wook
PVP: 4,99 €

A vida de Luísa e Miguel sofre uma reviravolta quando os dois irmãos vencem o terceiro prémio do Euromilhões e decidem gozar um ano de férias em Santiago de Compostela, cidade que os atrai pelo seu misticismo. Ela acaba de concluir a licenciatura em Cinema e ambiciona aproveitar o hiato para escrever um romance; ele é baixista de uma banda grunge agora na senda do sucesso na Galiza multicultural.
Enquanto o projeto musical de Miguel vai florescendo e competindo com os tempos livres, Luísa procura emoções fortes. Vive uma relação cúmplice com Megan, empregada de uma pizzaria, explora os prazeres do sexo e viaja através do LSD com Lorena, uma universitária de beleza estonteante, e Alfonso, um advogado mulherengo, até que finalmente encontra a sua musa em Lana, uma bela jovem paraplégica. O círculo fecha-se no encantador Gael, um rapaz deprimido viciado em batatas fritas e na série norte-americana Crime, Disse Ela. Uma aventura recheada de surpresas que vão fazer de cada dia uma verdadeira descoberta.

Sobre a autora: 
Rita Inzaghi nasceu a 5 de Junho de 1986, em Oliveira de Azeméis. Em criança, dizia que queria ser jornalista, atriz, árbitro de futebol e presidente do Futebol Clube do Porto, mas só perseguiu o primeiro dos sonhos. Com o passar dos anos, outros espontaram, entre deles o de publicar um romance. Aliás, se lhe perguntarem o que faz, ela responderá com um sorriso: «Sou contadora de estórias.»
Hoje vive na Parede, concelho de Cascais, perto do mar que revisita todos os dias, fundamental para o seu próprio equilíbrio.

Título: O canto da sereia
Autor:
Rui Péricles
Formato: e-wook
PVP: 2,99 €

Título: Próxima paragem inferno
Autor: Rui Péricles
Formato: e-wook
PVP: 2,99 €

O canto da sereia
Num dia de praia, quando Bárbara e Renato entram numa gruta, descobrem uma pedra no fundo com uma estranha inscrição: A fúria dos sete mares abater-se-á sobre aquele que deslocar esta pedra. O que estará atrás da pedra? Bárbara não tem a certeza, mas sabe que é algo perigoso, maléfico e... o que quer que seja, exerce um estranho fascínio sobre ela.

Próxima paragem: inferno
Quando Carlos, Vítor e Inês embarcam num comboio para assistirem a um festival de música, estão longe de imaginar que serão obrigados por uma tripulação de esqueletos a fazer um jogo macabro para determinar quem vive… e quem morre!

Sobre o autor: 
Nascido a 15 de janeiro de 1994, Rui Péricles teve desde cedo o gosto pela leitura e pela escrita. Foi vencedor do Concurso Ortográfico nos seus quinto e sexto anos letivos e tirou o curso de Humanidades. A paixão pelo género do terror inspirou-o a escrever a coleção Criptocontos. R. L. Stine e J. K. Rowling são dois dos seus autores preferidos. É fã de séries como “Sobrenatural” e “Family Guy” e gosta de ver programas de fantasmas.

Título: O enigma do castelo assombrado
Autor:
Ana Nunes
Formato: e-wook
PVP: 4,99 €

O Enigma do Castelo Assombrado é o primeiro título da coleção Os 4 Quadrantes, dirigida a todos os jovens que gostam de aventuras. Ema, Constança, Lucas, Vicente e Sam, o inseparável amigo de 4 patas, são os protagonistas de um empolgante mistério que decorre na localidade de Sesimbra. Os quatro jovens descobrem pistas que os levarão a vivenciar aventuras extraordinárias. Juntos vão encontrar passagens secretas e subterrâneas que ligam a capela do solar – onde vivem Ema e Lucas – ao castelo sob o qual pende uma terrível lenda.
Compreendem que têm perante si um segredo a desvendar…
Conseguirão os 4 amigos resolver os desafios que enfrentam?

Sobre a autora: 
Ana Nunes é professora de Português e de História e Geografia de Portugal. É licenciada em Antropologia (ISCSP-UTL) e mestre em Supervisão Pedagógica, pela Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa. É autora e coautora de alguns artigos publicados na área das Ciências da Educação.
Natural de Lisboa e mãe de dois adolescentes. Sempre gostou de contar histórias e é admiradora da grande riqueza e variedade do património cultural português. É feliz quando o mar está por perto, nos momentos em que viaja e lê livros, pois acredita que ao ler entra-se em contacto com o mundo e com tudo o que nele acontece e de que a vida é feita.

Título: Saiba como mudar de vida
Autor:
José Micard Teixeira
Formato: e-wook
PVP: 4,99 €

Saiba Como Mudar a Sua Vida é um precioso auxiliar para quem pretende mudar ou melhorar a sua vida.
Ao longo da obra são focados os vários passos a empreender durante uma mudança, ao mesmo tempo que são enumerados e descritos as naturais resistências e obstáculos que surgem ao longo de todo este processo.
A mudança é a forma mais natural de que dispomos para atingir o grande propósito da vida: sermos nós mesmos, genuínos, naturais e felizes. Evitar a mudança é evitar a vida. Abraçar a mudança é abraçar a vida.

Sobre o autor: 
José Micard Teixeira nasceu em Aveiro, no ano de 1961. É licenciado em Relações Internacionais pela Universidade do Minho. Trabalhou no Comité Económico e Social das Comunidades Europeias, em Bruxelas, e foi Diretor-Geral de empresas no Grupo Sonae durante cerca de 10 anos. Em 2001, decide mudar de vida e torna-se Life Coach e Motivador de Mudança. Em 2007, edita o seu primeiro livro e começa a ministrar palestras e workshops um pouco por todo o país.



Novidade Oficina do Livro: Livro das Sanduíches, do Chef Hugo Nascimento

Título: Livro das Sanduíches
Autor: Hugo Nascimento
PVP: 16,60€
N.º de Páginas: 180

Não há nada melhor do que uma boa sanduíche.
Aprenda a fazer um prego de atum imperdível. E um pão com chouriço. E uma bifana. E um cachorro. E uma francesinha…
Prepare sanduíches fáceis, mas surpreendentes, com almôndegas ou fiambre triturado, anchovas ou bacalhau fumado, cogumelos ou requeijão, farinheira ou tremoço…
Domine a arte de transformar duas fatias de pão num prato elaborado e inesquecível, juntando-lhes camarão ou sapateira, espadarte ou pato confitado, rosbife ou foie gras, ovo escalfado ou legumes.
Com receitas diferentes de tudo o que já experimentou, este é um livro imperdível para todos amantes de gastronomia mas, sobretudo, para quem tem andado longe da cozinha – por falta de tempo, de jeito ou até de companhia para partilhar aquela refeição especial.
Uma cozinha de emoção, onde cada prato conta uma história que se transforma numa experiência, recriando sabores e memórias!


O Chef Nuno Nascimento estará na Feira do Livro de Lisboa, Praça Leya, dia 3 de Junho, às 19h, para um Workshop Sanduíches.

Sobre o autor: 
O Chef Hugo Nascimento nasceu em 1976, em Lisboa. Estudou com a ambição de seguir arquitectura, mas a arte de cozinhar já era uma paixão. Conhece, no Café Café o chef Vítor Sobral, em 1996 que rapidamente se apercebe do seu talento. Em 2004, no Restaurante Terreiro do Paço, assume pela primeira vez a posição de chef. A sua cozinha, onde cada prato conta uma história que se transforma numa experiência, está na vanguarda da inovação, para recriar sabores, recorre às memórias. De resto, a tradição e a simplicidade estão na base de tudo aquilo que cria.

"Catástrofe 1914: A Europa vai à Guerra" de Max Hastings I "O livro de História do Ano" - The Times

Do aclamado jornalista e historiador Max Hastings, chega agora às livrarias nacionais o livro Catástrofe 1914: A Europa Vai à Guerra (Vogais I 668 pp I 33,29€) uma das obras de referência sobre a 1.ª Guerra Mundial.

Um livro multipremiado, presente nas listas dos melhores do ano das mais prestigiadas publicações mundiais.

Sinopse:
Em 1914, a Europa mergulhava no primeiro ato de autossacrifício do século XX — a Grande Guerra, como ficou conhecida na altura. No seu centenário, Max Hastings explica simultaneamente como se desencadeou o conflito e o que aconteceu a milhões de homens e mulheres durante os primeiros meses da contenda. Desvenda ainda provas esmagadoras de que a Áustria e a Alemanha devem assumir as culpas principais pelo deflagrar da guerra. O que se seguiu foi uma tragédia de grandes proporções, com o autor a argumentar que era vital para a liberdade da Europa que a Alemanha do Kaiser fosse derrotada.

A narração das primeiras batalhas irá surpreender aqueles que têm desta guerra uma simples imagem de lama, trincheiras e arame farpado. Max Hastings descreve em pormenor o dia mais sangrento de toda a guerra ocidental, 22 de agosto de 1914, quando pereceram 27 mil franceses, e relata as lutas brutais na Sérvia e na Prússia Oriental, onde, até ao Natal, alemães, austríacos, russos e sérvios infligiram entre si 3 milhões de baixas.

O livro mostra o que aconteceu à Europa em 1914, através da abordagem detalhada mas acessível do historiador, que cruza testemunhos de generais e estadistas, camponeses, donas de casa e soldados de sete nações. A sua narrativa desfaz mitos e fornece algumas opiniões surpreendentes e controversas.

«Magistral. O livro de História do ano.» - The Times

«As origens da Primeira Guerra Mundial são terreno bastante lavrado, mas este livro profundamente pesquisado lê-se como se nunca se tivesse escrito sobre o assunto. Nenhum livro é definitivo, mas este é difícil de bater.» - Philip Ziegler, The Spectator

«Erudito e fluente. Para qualquer pessoa que queira com­preender o surgimento deste pavoroso e pouco compreendido conflito, não poderia existir melhor do que este belo livro.» Ben Macintyre, The Times

«Um livro magnífico e profundamente tocante. Com um guia como Max Hastings, estamos nas mãos de um mestre.» - Nigel Jones, The Telegraph

Sobre o autor:
Sir Max Hastings é autor de 24 livros, muitos deles sobre guerra. Frequentou o University College, em Oxford, que abandonou ao fim de um ano para se dedicar ao jornalismo.
Passou muitos dos seus primeiros anos de jornalista como correspondente para a BBC e para diversos jornais, tendo estado em 64 países e acompanhado 11 conflitos militares, entre os quais a Guerra Israelo-Árabe de 1973, a Guerra do Vietname e a Guerra das Malvinas.
Entre 1986 e 2002, foi chefe da redação do Daily Telegraph e depois diretor do Evening Standard. Recebeu diversos prémios pela sua carreira literária e jornalística, incluindo, em 2012, o prémio da Pritzker Military Library e a Medalha do Duque de Westminster para a Literatura Militar pelo seu livro Inferno.
Em Portugal, estão publicados os livros de sucesso Operação Overlord (ed. Casa das Letras), Os Melhores Anos: Churchill 1940–1945 e Inferno (ed. Civilização).



Novidade 5 Sentidos: O Abraço da Noite de Sadie Matthews

Título: O Abraço da Noite
Autor:
Sadie Matthews
Tradução: Catarina Campos
Págs.: 272
Capa: mole com badanas
PVP: 15,50 €

No dia 23 de maio, chega às livrarias nacionais O Abraço da Noite, de Sadie Matthews, o primeiro livro da nova trilogia erótica da chancela 5 Sentidos. Sem preconceitos, esta é uma história romântica e provocadora que, tendo como cenário a cidade de Londres, acompanha durante quatro semanas o casal Beth e Dominic na sua descoberta do amor e da paixão.
A autora, que tem escrito sob vários pseudónimos, tem já publicados 6 romances de literatura feminina. Ainda este ano, serão lançados os outros dois livros da trilogia, Os Segredos da Noite e As Promessas da Noite.

Sinopse:
Após descobrir que o namorado a estava a trair, Elizabeth Villiers aceita com entusiasmo o súbito convite de uma familiar para passar umas semanas na sua casa, em Londres. Nada melhor do que uma mudança para curar males de amor. O que Beth não esperava era conhecer Dominic – um homem elegante e atraente que lhe provoca sensações novas. Só que nem tudo é perfeito e este magnífico homem rapidamente revela um lado inesperado: adepto do mundo da dominação e submissão, Dominic não se recorda de como é amar; até que a atração o conduz a Beth. Uma saga romântica e provocadora que explora o lado mais íntimo e intenso da vida e das relações amorosas, e onde o amor e o sexo brincam livremente, alheios a qualquer limite. Uma trilogia erótica que desafia os preconceitos.

Sobre a autora:
Sadie Matthews já escreveu, sob vários pseudónimos, seis romances de literatura feminina. Esta trilogia foi considerada pela revista Cosmopolitan uma das dez leituras obrigatórias para todos os fãs de As Cinquenta Sombras de Grey.

Imprensa:
Provocante, inebriante e irresistível… esta trilogia é um deleite de que não quererá prescindir. Waterstone
Um romance palpitante polvilhado de cenas tórridas. London Evening Standard
Se As Cinquenta Sombras de Grey despertaram a sua imaginação, então a história de Dominic e Beth irá mantê- -la acordada toda a noite. Cosmopolitan


Novidade Bertrand Editora: Moçambique, para a mãe se lembrar como foi

Título: Moçambique – Para a mãe se lembrar como foi
Autor: Manuela Gonzaga
Género: Memórias
N.º de páginas: 360
Data de lançamento: 6 de junho
PVP: 17,70€

«(…) - A mãe lembra-se do Império?
- Mas esse foi o navio que nos levou para Africa! Então, quando ela fez noventa e quatro anos, prometi-lhe que iria fixar estas narrativas que acordavam os seus sentidos espantando-lhe as nevoas ou tornando-as mais suportáveis. E por isso que este livro começa por uma viagem. (…) Quando lhe levei as primeiras páginas da nossa história (…) a mãe ficou fascinada. Tinha agora, à mão, o relato da maior aventura da sua vida, que lia, que lê, de todas as vezes como se fosse a primeira. (…)
- Tens de publicar, e despacha-te. Quero ver o livro pronto antes de morrer - pediu-me a minha mãe, e continua a pedir-me com uma convicção tão profunda (…).
O que é que se tinha passado, e porquê? E porque é que tudo aconteceu como aconteceu?
Esse trabalho começou agora a ficar concluído, pois, à medida que ajudei a levantar as névoas que ocultam o passado aos olhos da minha mãe, pude afastar algumas névoas da minha ignorância. Mas, e acima de tudo, este relato é uma grande história de amor. A nossa, da mãe e minha, e a de todos, ou quase todos, os que por ali tiveram o privilégio de passar. Uma inolvidável história de amor por Moçambique de que não queremos abrir mão, porque ninguém dispensa uma luz que, de tão forte, ainda continua a cobrir-nos de bênçãos.» Manuela Gonzaga (excertos retirados da introdução do livro).
Cruzando a suas próprias memórias com as memórias dos relatos da mãe cujos sentidos procura avivar, Manuela Gonzaga, faz neste livro uso da sua prosa envolvente e da sua curiosidade insaciável da historiadora. Moçambique – Para a mãe se lembrar como foi é o livro que escreveu respondendo ao pedido da mãe: torna-las ainda mais reais e públicas.

Que África era aquela, quando Portugal era «só um – do Minho a Timor?» Manuela Gonzaga começa por nos levar de Lisboa a Nacala numa maravilhosa travessia oceânica a bordo do paquete Império. Dali, com a família, partiu para a mais remota província da então Província Ultramarina de Moçambique, Vila Cabral, atual Lichinga, onde viveram durante algum tempo. Através da descrição dos quotidianos nas lonjuras de Niassa, depois no esbraseante calor de Tete, a seguir na Beira, e mais tarde em Lourenço Marques, Maputo, a autora revive, por dentro, toda uma época, num exercício que começou que começou por ser um lenitivo para mitigar a solidão da mãe, cujas memórias se têm vindo a dissolver inexoravelmente. Foi a própria mãe, a quem estas narrativas acordam reminiscências luminosas e felizes de tempos pretéritos no seu Moçambique adorado , que lhe pediu que as transformasse no livro que agora chega a público.

Sobre a autora:
Escritora - com mais de uma dezena de livros no mercado -, e mestre em História dos Descobrimentos e Expansão Portuguesa (FCSH da Universidade Nova de Lisboa), é investigadora associada ao CHAM (Centro História Além-Mar, Universidade Nova de Lisboa). Natural do Porto, viveu em Angola e Moçambique uma parte da adolescência e da juventude. Durante cerca de 30 anos exerceu o ofício de jornalista.
É autora e coordenadora de Oficinas de Escrita, com conteúdos adequados a vários tipos de audiências. Tem quatro filhos, dois netos, e desde 2000 que se dedica à escrita e à investigação a tempo inteiro.
http://gonzagamanuela.blogspot.pt/

Moçambique, para a mãe se lembrar como foi será apresentado em Lisboa, no Bicaense Bar, no dia 5 de junho, pelas 19h00, por João Craveirinha e João Paulo Oliveira e Costa.


quarta-feira, 21 de maio de 2014

Chega hoje às livrarias o novo livro infantil de David Machado "Acho que posso ajudar"

Título: Acho que posso ajudar
Autor: David Machado
Ilustradora: Mafalda Milhões

O esperado regresso de David Machado aos livros infantis

Vencedor do Prémio Branquinho da Fonseca, David Machado é um dos mais estimados e bem sucedidos autores de livros infantis. Neste livro, une o seu talento para imaginar histórias às belíssimas ilustrações de Mafalda Milhões, outra especialista em tudo o que diz respeito a livros para os mais novos.

ATENÇÃO: Dentro deste livro, há ratos, gatos, monstros, bruxas, corujas, palhaços com alergias, moleiros sem farinha, uma avó bem penteada, balões, estrelas, muita ventania e uma grande vontade de ajudar!

No interior também se encontra um livro de escrever e pintar, uma ferramenta que irá despertar os talentos de jovens ilustradores e escritores.

«Quem assim escreve e desenha um livro infanto-juvenil mostra como soube guardar no espírito as suas próprias infância e juventude. (…) À fantasia e traquinice dos verdes anos juntaram a maturidade e o talento para dar corpo a este livro — que também os “coroas” gostarão de saborear.» Mário Zambujal

«Uma história sábia e humilde, contada com humor, que nos faz voar como o vento até às estrelas. Acho que posso ajudar é um livro de esperança por um mundo melhor.» André Letria

«Este é um livro que acho que pode ajudar: a ter noites iluminadas com tinta azul-clara, a desatar balões que se prendem nas nuvens, a reaprender a ter medo de monstros, entre outras coisas maravilhosas; e, com muito humor, imaginação e beleza (numa história em que os vampiros não fazem falta), devolver-nos, a grandes e pequenos, bondade e poesia no quotidiano.» Afonso Cruz

Siga todas as aventuras da menina que acha que pode ajudar em https://www.facebook.com/achoquepossoajudar

Sobre o autor:
David Machado nasceu em Lisboa em 1978. É o autor dos contos infantis A Noite dos Animais Inventados (Prémio Branquinho da Fonseca, da Fundação Calouste Gulbenkian e do jornal Expresso), Os Quatro Comandantes da Cama Voadora, Um Homem Verde Num Buraco Muito Fundo, O Tubarão na Banheira (Prémio Autor SPA/RTP 2010 de Melhor Livro Infanto-Juvenil), A Mala Assombrada e Parece Um Pássaro. Escreveu ainda os romances Índice Médio de Felicidade, Deixem Falar as Pedras (2011) e O Fabuloso Teatro do Gigante (2006) e do livro de contos Histórias Possíveis (2008). Os seus livros estão publicados em Itália, França, Brasil e Marrocos. Os seus contos foram publicados em antologias e revistas literárias em Itália, Alemanha, Noruega, Reino Unido, Islândia, Sérvia e Marrocos.

Traduziu os livros O Herói das Mulheres, de Adolfo Bioy Casares, Obrigada pelo Lume, de Mario Benedetti, e Os Diários da Motocicleta, de Che Guevara.

Sobre a ilustradora:

Mafalda Milhões é uma mulher do Norte, nascida em Mirandela a 1 de Fevereiro de 1978. Não sabemos se não terá sido essa costela transmontana que a dotou do raro poder de acreditar nos projectos mais difíceis. É formada em Artes Gráficas, Conta histórias, é editora, livreira e também autora e ilustradora.

Uma Mediadora de Leitura que tem um sonho: construir uma comunidade de leitores inteligente, criativa e activa culturalmente.

Conhecedora do Universo da Literatura Infantil e dos processos de mediação, integra o grupo de dinamizadores do programa de itinerâncias da DGLB, ergueu um novo conceito de leitura integrado na educação. O reconhecimento nacional e internacional é público e leva esta artista a orientar projectos e equipas na área do livro e da educação dentro e fora do país.

Conta com mais de uma dezena de obras publicadas em Portugal e no estrangeiro, várias colaborações em exposições de ilustração colectivas e individuais.

A Livraria Histórias com Bicho, primeira livraria portuguesa especializada em literatura infantil - é um dos projectos que mais a caracteriza.

Quando a Matilde e a Maria nasceram transformaram-na numa mãe bicho com genes de galinha, papagaio, formiga, águia, leão e canguru.

Uma artista de campo, com raízes semeadas a norte do Portugal com olhos de ler o mundo.

www.obichinhodeconto.pt

www.mafaldamilhoes.com

 

Aprsentação do livro: 101 Perguntas Incómodas sobre Portugal em O Economista Insurgente



Jeff Kinney, autor Top 5 Mundial, na Feira do Livro de Lisboa

Jeff Kinney, autor nomeado pela revista Time como uma das pessoas mais influentes em todo o mundo, vai estar, no dia 15 de junho, pela primeira vez em Portugal. Cabeça de cartaz da Feira do Livro de Lisboa 2014, será com chave de ouro que o Parque Eduardo VII encerrará mais uma edição da festa do livro.

Criador da coleção O Diário de um Banana, editado em Portugal pela Booksmile, chancela do Grupo 20I20 Editora, Jeff Kinney foi, em 2013, considerado o sexto autor mais bem-sucedido em todo o mundo ao somar 24 milhões de dólares, segundo dados da revista Forbes, à frente de autores bem conhecido dos leitores portugueses como Nora Roberts, Dan Brown, Stephen King, John Grisham ou David Baldacci.

A série O Diário de um Banana, mantém-se ininterruptamente na lista de bestsellers do New York Times desde 2007, já foi traduzido para mais de 44 países, em 42 línguas, totalizando o invejável número de 115 milhões de livros editados.

Em Portugal, a coleção soma 540 mil exemplares, sendo a coleção infantojuvenil, segundo dados GFK, mais vendida e apetecida pelos jovens leitores. A página do Facebook do Greg (www.facebook.com/diariobanana) conta com mais de 130 mil fãs.

O sucesso alcançado fez com que, naturalmente, as ideias de Jeff Kinney saltassem das páginas dos livros. Produzidos pela Twentieth Century Fox, os diários de Greg chegaram ao Grande Ecrã, com três filmes realizados que renderam 250 milhões de dólares.

Jeff Kinney vai estar no dia 15 de junho vai estar na Feira do Livro de Lisboa, na Praça Verde, entre as 16 e as 19 horas. O autor vai, claro, falar um pouco com os fãs da coleção, respondendo a perguntas dos mais novos e pais, seguindo-se uma sessão de autógrafos.

A 23 de maio, a Porto Editora publica o novo livro de Colleen Houck, A Viagem do Tigre, o terceiro da saga que alcançou um sucesso mundial

Título: A Viagem do Tigre
Autor:
Colleen Houck
Tradutor: Salvador Guerra
Págs.: 480
PVP: 16,60 €

A 23 de maio, a Porto Editora publica o novo livro de Colleen Houck, A Viagem do Tigre, o terceiro da saga que alcançou um sucesso mundial. Depois de A Maldição do Tigre e O Resgate do Tigre, a emoção, o romance e o perigo estão cada vez mais presentes nesta história que é uma verdadeira corrida contra o tempo para romper uma terrível maldição. Desta vez, Colleen Houck acrescenta os surpreendentes dragões ao conjunto de personagens impactantes da saga de fantasia, que começou por ser publicada em formato digital e rapidamente se tornou num bestseller do New York Times.

Sinopse:
A guerra com o malvado Lokesh parece estar a atravessar uma pausa momentânea, algo de que Kelsey Hayes necessita desesperadamente. No entanto, outras batalhas – as do coração – divisam-se no seu caminho: Ren, o belíssimo príncipe indiano por quem se apaixonou, não se recorda dela; e o irmão dele, Kishan, igualmente maravilhoso e sedutor, tenta conquistar-lhe o coração.
Na busca de mais um magnífico talismã que lhe permita romper a terrível maldição, Kelsey terá de enfrentar não apenas cinco dragões míticos como também os seus próprios sentimentos. No fim, qual será a sua escolha?

Sobre a autora:
Colleen Houck é licenciada pela Universidade do Arizona e trabalhou durante dezassete anos como intérprete de linguagem gestual. O seu primeiro livro foi inicialmente publicado em formato eletrónico e rapidamente se tornou um êxito de vendas. Os direitos de tradução da presente saga foram adquiridos por 21 países e os direitos cinematográficos cedidos à Paramount Pictures.

Imprensa:
Tal como A Maldição do Tigre e O Resgate do Tigre, esta história […] vai satisfazer os fãs da saga. Booklist
A continuação de uma série incrível! O terceiro livro da saga, habilmente escrito [por Colleen Houck], irá certamente agradar, graças a uma história de amor que é mais complicada do que nunca. Uma saga que recomendo tanto a familiares e amigos como aos amantes de livros, onde quer que eles se encontrem. Repleta de ação [e] romance, o leitor embarca numa viagem de cortar a respiração. […] Houck sabe como fazer os livros ganharem vida. RT Book Reviews
Um épico triângulo amoroso que não consegui largar! Alexandra Monir, autora de Timeless
Recomendamos o uso de lenços de papel e muitos duches de água fria. Kirkus Reviews


Planeta: Programação Feira do Livro Lisboa + Consultório de Livrologia




Este ano a Planeta inclui na sua programação da Feira do Livro de Lisboa, além das habituais sessões de autógrafos com os escritores, um evento inédito: o Consultório de Livrologia, com aconselhamento literário da equipa de especialistas da Planeta.
«Porque ler é o melhor remédio para quase tudo, receitamos-lhe… um livro.»

As receitas prescritas são comparticipadas pela Planeta com descontos ou ofertas especiais na compra dos «livros-medicamento».

Tem algum destes sintomas?
Precisa de contar carneiros para adormecer?
Anda sempre com os nervos à flor da pele?
Não sabe como esquecer os problemas?
 

Venha ao nosso consultório de livrologia
Faça um check-up na hora e seja consultado pela nossa conceituada equipa de especialistas, com vários anos de experiência comprovada, que lhe irá prescrever o melhor remédio para qualquer mal: um bom livro, de entre os cerca de 500 do catálogo da Planeta.


Marque já na agenda a sua consulta
Dia: 10 de Junho
Hora: 15.30h
Local: Feira do Livro de Lisboa – Pavilhão da Planeta B76–B 78
*****As receitas prescritas são comparticipadas pela Editorial Planeta com descontos ou ofertas especiais na compra do seu livro-medicamento. 


AGENDA DE AUTÓGRAFOS
31 de Maio – 15h
Cesário Borga
Livros editados: O Agente da Catalunha; O Movimento dos Capitães e o 25 de Abril
Avelino Rodrigues
Livro editado: O Movimento dos Capitães e o 25 de Abril
Frederico Duarte Carvalho
Livros editados: Camarate – Sá Carneiro e as Armas para o Irão; O Terceiro Bispo
Francisco Duarte Azevedo
Livro editado: O Trompete de Miles Davis

1de Junho – 15h
Maria Inês Almeida
Livros editados: Quando eu for grande; A Última Árvore
Patrícia Reis
Livros editados: A Fada Dorinda; Xavier - O Livro Esquecido e o Dragão Enfeitiçado; O Diário do Micas – Mistério na Primeira República; O Diário do Micas – Mistério no Oceanário; O Diário do Micas – Mistério no Benfica; Diário do Micas – Assalto à Casa Fernando Pessoa; Diário do Micas – Mistério no Museu de Arte Antiga
Rebeca Amorim Csalog
Livro editado: Glyrmandia
Sérgio Luís de Carvalho
Livros editados: Nas Bocas do Mundo; o Destino do Capitão Blanc; O Caminho dos Reis de Portugal; O Caminho dos Presidentes da República; A Minha Primeira História de Portugal; O Rei Embevedado de Amor; Os Descobridores do Mundo; Dicionário de Insultos

7 de Junho – 15h
Ana Saragoça
Livro editado: Quando Fores Mãe Vais ver
Alice Brito
Livro editado: As Mulheres da Fonte Nova
Cristina Carvalho
Livros editados: A Casa das Auroras; Marginal; Quatro Cantos do Mundo
Eduardo Pitta
Livro editado: Cidade Proibida
Miguel Real
Livro editado: Introdução à Cultura Portuguesa
António Mateus
Livro editado: Mandela – O Rebelde Exemplar

8 de Junho – 15h
Alexandre Fernandes
Livros editados: Cascas, Talos, Folhas e Outros Tesouros Nutricionais; Emagreça sem Sacrifícios
Maria de Lurdes Candeias
Livros editados: Eu Estou Sempre Cá
Fausta Cardoso Pereira
Livros editados: Bom Caminho
Patrícia Reis
Paulo SargentoLivro editado: Só Amor Não basta?

14 de Junho – 15h
Cristina Carvalho
Eduardo Pitta
Frederico Duarte Carvalho

15 Junho – 15h
António Mateus
Sérgio Luís de Carvalho
Cesário Borga
Avelino Rodrigues


Morte nas Trevas - Pedro Garcia Rosado [Opinião]

Título: Morte nas Trevas
As Investigações de Gabriel Ponte - Vol. 3
Autor: Pedro Garcia Rosado
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 352
Editor: TopSeller
Coleção: As Investigações de Gabriel Ponte
PVP: 17,69€

Sinopse:
Gabriel Ponte está finalmente decidido a dedicar-se à investigação privada, pondo fim à inatividade a que uma reforma antecipada da Polícia Judiciária o condenou.
O seu primeiro trabalho como detetive particular consiste em encontrar duas mulheres desaparecidas em Portugal, a pedido de um homem e de uma mulher de origem romena, antigos agentes da Securitate, a polícia política do ditador Ceausescu.
A sua investigação vai conduzi-lo a um confronto com um industrial romeno que cria porcos numa zona rural do concelho de Caldas da Rainha, e que esconde, afinal, segredos hediondos. À medida que avança neste caso, que vai pôr em risco a vida da sua própria família, Gabriel Ponte recebe a ajuda inesperada de um ex--oficial do KGB e das forças especiais russas, ao mesmo tempo que se torna o alvo da atenção de um inspetor da PJ, obcecado pela justiça.

A minha opinião:
Morte nas Trevas é o terceiro livro da série das investigações do inspector Gabriel Ponte e não podia terminar da melhor maneira: com um gostinho urgente de ler o próximo livro.

Nesta fase Gabriel, apesar de reconciliado com Filomena, continua a viver nas Caldas da Rainha, tendo por única companhia Luisinha, uma cocker castanha, amorosa. Leva uma vida pacata até que um dia recebe uma proposta que julga ser irrecusável. Apesar de aposentado da Polícia Judiciária, Gabriel ainda sente o gosto por uma investigação, e já que não pode fazê-la como policia vai fazê-lo como detective particular.

A finalidade é descobrir o paradeiro de duas mulheres, de origem romena, desaparecidas em Portugal.

A investigação leva-o a uma criador de porcos, também ele de origem romena, que vive nas Caldas, sendo visto por quase toda a população como um mecenas e um defensor do povo cigano.
O que, aparentemente, é um caso simples de resolver, depressa se torna mais complicado do que o que parece. Os romenos que o contrataram não lhe disseram toda a verdade, e o mecenas Mircea Drekke parece ter motivos para esconder alguma coisa dentro da sua vastíssima propriedade, em Salir do Porto.
Para o ajudar neste caso Gabriel conta com ajuda do enigmático Ulianov, a primeira guest star do livro, personagem presente em "Ulianov e o Diabo" e no livro "Vermelho da Cor do Sangue" da série "Não Matarás".

Ao mesmo tempo, em Lisboa, Filomena tem uma notícias em primeira mão: o assassinato de um ourives, também ele romeno, cujas circunstâncias são um tanto ou quanto estranhas. Quem testemunha o crime, apesar de não saber quem são os assassinos, é a tia do director do jornal, que tem acesso visual privilegiado da cena do crime.
É aqui que entra em cena a segunda guest star presente noutros livros de Pedro Garcia Rosado, da série "Não Matarás", o inspector Joel Franco.

Escrito a um ritmo estonteante, é difícil o leitor parar até chegar ao final do livro. Gostei do facto de Pedro Garcia Rosado ter inserido neste livro algumas personagens de outros livros seus, que foram marcantes pela suas personalidade, o que enriqueceu ainda mais esta obra.

O final deixa em aberto um novo livro que promete ser ainda (se é que é possível) melhor do que Morte nas Trevas.

Sempre que leio um livro do autor fico na expectativa de conhecer toda a sua obra (confesso que ainda me faltam alguns dos seus livros). Pena é que muitos dos seus livros, editados por outras editoras já não estejam à venda no mercado livreiro, restando-me a esperança de os encontrar em alfarrabistas ou em leilões pela Internet.



Os dois primeiros livros da série: 
Podem ler as opiniões aqui

Opiniões de dois livros da trilogia da série "Não Matarás":
Podem ler as opiniões aqui



Sandra Cóias apresenta receitas vegetarianas (e económicas) de Gabriela Oliveira


terça-feira, 20 de maio de 2014

Estranho lugar para amar - Novo romance de Luísa Castel-Branco chega sexta-feira às livrarias

Título: Estranho Lugar para Amar
Autor: Luísa Castel-Branco
PVP: 15,00€
N.º de Páginas: 240

Estranho lugar para amar tem a aldeia do Colmeal, abandonada desde 1957 na sequência de uma decisão judicial inédita em Portugal, como palco e fonte de inspiração. É aí que encontramos as personagens principais do novo romance da escritora Luísa Castel-Branco e todo um universo mágico e encantatório. Por isso, ficção e realidade caminham lado a lado neste livro em que nos desafiamos a adivinhar o que teve existência real e o que é fruto da imaginação da autora.

No concelho de Figueira de Castelo Rodrigo ficava a aldeia do Colmeal, um povoado com 14 famílias de origens antigas. O fado da aldeia ficou ditado no início da década de 40 com a chegada de uma nova proprietária. As disputas entre a enigmática fidalga e os camponeses desencadeiam o processo de expulsão violenta de todos os habitantes, processo que consta até hoje como uma das páginas mais negras do período da ditadura portuguesa.

Mas porque neste livro há muito mais do que episódios reais, esta história é também sobre o Sítio que ficava para lá do monte, para lá do bosque, para lá de todos os caminhos… sobre esse um lugar onde as pedras do feitiço escondem mistérios insondáveis e vidas que desejam a outra metade do céu.

Nota: as fotografias que mostram as ruínas da aldeia foram retiradas da internet. Segundo informação recolhida junto da Câmara Municipal de Figueira de Castelo Rodrigo, a aldeia está neste momento a ser recuperada.