quarta-feira, 21 de maio de 2014

Morte nas Trevas - Pedro Garcia Rosado [Opinião]

Título: Morte nas Trevas
As Investigações de Gabriel Ponte - Vol. 3
Autor: Pedro Garcia Rosado
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 352
Editor: TopSeller
Coleção: As Investigações de Gabriel Ponte
PVP: 17,69€

Sinopse:
Gabriel Ponte está finalmente decidido a dedicar-se à investigação privada, pondo fim à inatividade a que uma reforma antecipada da Polícia Judiciária o condenou.
O seu primeiro trabalho como detetive particular consiste em encontrar duas mulheres desaparecidas em Portugal, a pedido de um homem e de uma mulher de origem romena, antigos agentes da Securitate, a polícia política do ditador Ceausescu.
A sua investigação vai conduzi-lo a um confronto com um industrial romeno que cria porcos numa zona rural do concelho de Caldas da Rainha, e que esconde, afinal, segredos hediondos. À medida que avança neste caso, que vai pôr em risco a vida da sua própria família, Gabriel Ponte recebe a ajuda inesperada de um ex--oficial do KGB e das forças especiais russas, ao mesmo tempo que se torna o alvo da atenção de um inspetor da PJ, obcecado pela justiça.

A minha opinião:
Morte nas Trevas é o terceiro livro da série das investigações do inspector Gabriel Ponte e não podia terminar da melhor maneira: com um gostinho urgente de ler o próximo livro.

Nesta fase Gabriel, apesar de reconciliado com Filomena, continua a viver nas Caldas da Rainha, tendo por única companhia Luisinha, uma cocker castanha, amorosa. Leva uma vida pacata até que um dia recebe uma proposta que julga ser irrecusável. Apesar de aposentado da Polícia Judiciária, Gabriel ainda sente o gosto por uma investigação, e já que não pode fazê-la como policia vai fazê-lo como detective particular.

A finalidade é descobrir o paradeiro de duas mulheres, de origem romena, desaparecidas em Portugal.

A investigação leva-o a uma criador de porcos, também ele de origem romena, que vive nas Caldas, sendo visto por quase toda a população como um mecenas e um defensor do povo cigano.
O que, aparentemente, é um caso simples de resolver, depressa se torna mais complicado do que o que parece. Os romenos que o contrataram não lhe disseram toda a verdade, e o mecenas Mircea Drekke parece ter motivos para esconder alguma coisa dentro da sua vastíssima propriedade, em Salir do Porto.
Para o ajudar neste caso Gabriel conta com ajuda do enigmático Ulianov, a primeira guest star do livro, personagem presente em "Ulianov e o Diabo" e no livro "Vermelho da Cor do Sangue" da série "Não Matarás".

Ao mesmo tempo, em Lisboa, Filomena tem uma notícias em primeira mão: o assassinato de um ourives, também ele romeno, cujas circunstâncias são um tanto ou quanto estranhas. Quem testemunha o crime, apesar de não saber quem são os assassinos, é a tia do director do jornal, que tem acesso visual privilegiado da cena do crime.
É aqui que entra em cena a segunda guest star presente noutros livros de Pedro Garcia Rosado, da série "Não Matarás", o inspector Joel Franco.

Escrito a um ritmo estonteante, é difícil o leitor parar até chegar ao final do livro. Gostei do facto de Pedro Garcia Rosado ter inserido neste livro algumas personagens de outros livros seus, que foram marcantes pela suas personalidade, o que enriqueceu ainda mais esta obra.

O final deixa em aberto um novo livro que promete ser ainda (se é que é possível) melhor do que Morte nas Trevas.

Sempre que leio um livro do autor fico na expectativa de conhecer toda a sua obra (confesso que ainda me faltam alguns dos seus livros). Pena é que muitos dos seus livros, editados por outras editoras já não estejam à venda no mercado livreiro, restando-me a esperança de os encontrar em alfarrabistas ou em leilões pela Internet.



Os dois primeiros livros da série: 
Podem ler as opiniões aqui

Opiniões de dois livros da trilogia da série "Não Matarás":
Podem ler as opiniões aqui



Sem comentários: