quinta-feira, 27 de agosto de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Lançamento de Dicionário Sentimental de Futebol



Porto Editora publica novo livro de Romain Puértolas

Título: A menina que engoliu uma nuvem do tamanho da Torre Eiffel
Autor: Romain Puértolas
Tradução: Inês Amado
Págs.: 200
PVP: 16,60 €

Depois de A incrível viagem do faquir que ficou fechado num armário IKEA, os leitores de Romain Puértolas ansiavam por novas aventuras do autor que, na altura com apenas um romance publicado, alcançara o sucesso e reconhecimento mundial. E eis que chega A menina que engoliu uma nuvem do tamanho da Torre Eiffel, um novo romance do autor que a Porto Editora lança a 3 de setembro. Aqui, Puértolas não abdica do seu apurado humor para apresentar a história de uma mãe capaz de tudo (até do impossível) para encontrar a sua filha.
Procurando transmitir uma mensagem de amor universal, esta «preciosa fábula que recupera a criança que existe dentro de nós e desperta a nossa capacidade de sonhar» (Lire) fará o leitor viajar, divertir-se e emocionar-se. Na Porto Editora foi lançado há um ano o primeiro livro do autor, A incrível viagem do faquir que ficou fechado num armário Ikea, que atualmente está publicado em mais de 36 países e cuja adaptação ao cinema está prevista estrear em 2017.

Sinopse:
Providence Dupois, uma carteira parisiense, precisa de viajar rapidamente para Marraquexe, a fim de resgatar a filha adotiva que se encontra gravemente doente. Contudo, quando está prestes a partir, um vulcão islandês de nome impronunciável desperta do seu sono profundo e paralisa todo o tráfego aéreo europeu. Desesperada por cumprir a sua promessa de reencontro, esta jovem mãe vai tentar tudo para chegar junto da filha, e, esgotadas todas as vias do possível, resta-lhe apenas uma última hipótese: voar.
Comovente mas pleno de humor, A menina que engoliu uma nuvem do tamanho da torre Eiffel é uma aventura que nos ensina que nada é impossível quando o amor de uma mãe é forte o suficiente para a fazer descolar até às nuvens. Dizem que o amor dá asas… Estão prontos para voar?

Sobre o autor:
Romain Puértolas, de origem franco-espanhola, nasceu em Montpellier, em 1975. Levado pelas voltas do destino a Espanha e Inglaterra, foi DJ, professor de línguas, tradutor-intérprete, comissário de bordo e mágico. De regresso a França, trabalhou durante quatro anos como inspetor da polícia numa brigada especializada no desmantelamento de redes de imigração ilegal. Viciado confesso na escrita compulsiva, Puértolas fez a sua estreia no universo literário com A incrível viagem do faquir que ficou fechado num armário IKEA, publicado pela Porto Editora em 2014. Ainda antes do seu lançamento em França, o romance já havia conquistado mais de quarenta editoras estrangeiras, convertendo-se num fenómeno editorial mundial conhecido como «faquirmania». Atualmente, reside em Espanha e dedica-se exclusivamente à escrita.


Lançamento de «Grey», o livro mais esperado do ano

A Lua de Papel e a Bazooka procuram nove fãs da série As Cinquenta Sombras para receberem, em primeira mão, o livro mais aguardado do ano na festa exclusiva de lançamento de Grey.

Grey, a versão de As Cinquentas Sombras narrada por Christian Grey, chegará às livrarias portuguesas a 10 de setembro, dia do aniversário de Anastasia Steele, a protagonista da série.

Antecedendo o lançamento do livro mais esperado do ano, a Lua de Papel, editora de As Cinquenta Sombras em Portugal, está a promover um passatempo, em parceria com a Bazooka, que levará nove leitoras à festa exclusiva de lançamento de Grey onde terão o privilégio de receber os primeiros exemplares do mais recente bestseller de E L James.

A iniciativa, que decorre na página Mr. Grey - Portugal até ao próximo dia 31 de agosto, premiará ainda as nove leitoras seleccionadas com um passeio de helicóptero e um CD com a banda sonora do filme As Cinquenta Sombras de Grey.

Para se habilitarem a viver esta experiência única e inesquecível, as leitoras de As Cinquentas Sombras terão apenas de gostar da página Mr. Grey - Portugal e enviar uma mensagem privada ao Mr. Grey, convencendo-o de que devem ser escolhidas. No dia 1 de setembro serão divulgados os nomes das nove participantes seleccionadas pelo Mr. Grey que irão participar naquele que será um dos acontecimentos mais aguardados da rentrée.

Originalmente lançado nos EUA a 18 de junho (data do aniversário de Christian), Grey já bateu todos os recordes de vendas, tendo sido vendidos mais de um milhão de exemplares só nos primeiros quatro dias.

Mais informações sobre o livro disponíveis em: http://www.leyaonline.com/pt/livros/literatura/erotica/grey/


Novidades editoriais do grupo Leya para setembro

Título: Idade Média IV
Autor: Coordenação Umberto Eco

Último volume da monumental enciclopédia sobre o período coordenada pelo académico italiano. Exploradores, comércio e utopias é o subtítulo do volume.
Nas livrarias a 29 de Setembro.

Título: KL - A História dos Campos de Concentração Nazis
Autor: Nikolaus Wachsmann

Numa altura em que se assinalam os 70 anos do final da II Guerra Mundial, a DQ publica aquela que é considerada já a obra definitiva sobre o assunto. Desde a sua concepção, em 1933, até ao seu encerramento, na primavera de 1945, o historiador britânico assina uma história geral do amplo sistema de campos de concentração, bem como das experiências quotidianas dos seus habitantes – perpetradores, vítimas, e todos aqueles que viviam naquela área que Primo Levi designou como «zona cinzenta». Wachsmann não sintetiza apenas o trabalho académico de uma geração, uma parte importante do qual desconhecida até agora fora da Alemanha, como também faz revelações surpreendentes, baseadas em muitos anos de pesquisa arquivística.
Nas livrarias a 8 de setembro


Título: Livro de Cozinha
Autor: Matt Preston

187 receitas da autoria do reputado crítico culinário e jurado no Masterchef Austrália. Repleto de dicas e truques fantásticos como as 50 regras para dar o jantar perfeito ou as 23 regras básicas sobre comida.

Nas livrarias no final de setembro
Título: Teoria da Investigação Criminal - A Arte de Ser Detective
Autor: Francisco Moita Flores

Ensaio do escritor e ex-agente da PJ onde são revelados segredos e recursos usados pelos polícias para descobrir crimes e mistérios do nosso quotidiano.

Nas livrarias a 15 de Setembro


quarta-feira, 26 de agosto de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Descubra a Ninfa do lago e outras histórias, de Karen Blixen

Título: Ehrengard - A ninfa do lago
Autor:
Karen Blixen
Tradução: Maria João Andrade
N.º de Páginas: 208 
PVP: 14,50 €

No ano em que se comemora o 53º aniversário da morte de Karen Blixen, a autora do clássico África Minha, o Clube do Autor edita Ehrengard – A ninfa do lago. Um livro onde a fantasia e a realidade se tocam em três histórias inesquecíveis.

No castelo de um pequeno principado, o pintor e conselheiro da grã-duquesa cai em devaneios enquanto observa uma bela jovem. Sedutor experimentado, o artista dará mostras de uma paciência infinita com o propósito de desvendar os mistérios de Ehrengard. Mas a bela ninfa não cederá facilmente aos galanteios do apaixonado. Publicado postumamente, esta história é o último grande escrito da autora.

Em Ehrengard - A ninfa do lago encontramos dois outros contos de Karen Blixen, que fazem desta obra um livro a não perder: As cariátides e Um conto rural. Um conjunto dos melhores textos escritos após a sua experiência em África.

Sobre a autora:
Karen Blixen nasceu na Dinamarca, em 1885, e morreu em 1962. Viveu vários anos no Quénia, onde geriu uma plantação de café. Foi essa vivência que a inspirou a escrever o famoso África Minha. Recebeu o prémio Tagea Brandt Rejselegat em 1939.


Conheça a vida trágica de D. Leonor de Habsburgo

Título: A Traição de D. Manuel I
Autor:
Jorge Sousa Correia
N.º de Páginas: 416
PVP: 16,50 €

Como é que uma princesa da Casa mais exuberante da época, os Habsburgos, fica disponível para casar com o rei português, mais velho do que ela trinta anos?

Quando, em 1518, D. Leonor de Habsburgo veio na companhia do futuro imperador Carlos V, seu irmão, da Flandres para Espanha, no seu pensamento só uma promessa de casamento permanecia. Chegava depois a Portugal, onde tinha noivo seguro, o príncipe herdeiro, à sua espera para encerrar um capítulo há muito negociado por D. Manuel I e a família dos Habsburgo. Então por que razão se casou com o pai do noivo? E o que fez D. Manuel I desejar a noiva do filho e atraiçoar o acordo?

Esta é a história da vida trágica da rainha consorte D. Leonor de Habsburgo, uma das mais bonitas princesas europeias da época dos descobrimentos, que foi um joguete de intrigas em nome de ambições políticas.

Nas livrarias a partir de 26 de agosto.

Sobre o autor:
Jorge Sousa Correia nasceu em Setúbal em 1946. É licenciado em História, tendo lecionado a disciplina. Estreou-se no romance em 2013 com O Mistério do Infante Santo, seguindo-se As Sombras de D. João II.



quinta-feira, 20 de agosto de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Novidades Gradiva para Agosto

Título: A Era do Deslumbramento
Como a geração romântica descobriu a beleza e o temor da Ciência
Autor: Richard Holmes
Coleção: «Trajectos», n.º 100
N.º de Páginas: 706 
PVP: €25,00

A Gradiva comemora a publicação do número 100 da colecção «Trajectos» com a edição especial de uma obra singular.

A Era do Deslumbramento é um livro único, de história e de história da ciência, que venceu o Prémio da Royal Society. Segundo o próprio autor, o reputadíssimo Richard Holmes, «é uma corrida de estafetas de histórias científicas, que se interligam para explorar a narrativa histórica mais abrangente» de uma época. Incide sobre a revolução científica que teve início na Grã-Bretanha no final do século XVIII e produziu uma nova visão da ciência e do mundo.

Esse período romântico é, de uma forma simbólica, balizado por duas célebres viagens de exploração: a expedição de circum‑navegação do capitão James Cook a bordo do Endeavour, em 1768, e a viagem de Charles Darwin às ilhas Galápagos, a bordo do Beagle, em 1831. Essa é a A Era do Deslumbramento, que trouxe intensidade imaginativa e carácter empolgante ao trabalho científico. Esta manifestou-se, entre outros aspectos, pela ligação das descobertas a personalidades individuais.

Sobre o autor:
Richard Holmes é um excelente contador de histórias e, por isso, trata as teorias focando-se nas pessoas. Apresenta e reflecte sobre as várias questões da ciência, mas tudo se traduz no fim, afinal, numa narrativa admirável de histórias humanas empolgantes e factos históricos decisivos. Richard Holmes capta o pulsar das descobertas científicas e o sentimento dos homens que as realizaram, reconstituindo o contexto dessa época tão marcante no percurso da aventura humana.

Considerado o Melhor Livro do Ano para o New York Times Book Review, A Era do Deslumbramento é uma obra de grande fôlego, informativa e de leitura compulsiva, acessível e cativante.

Título: A Loura de Olhos Negros
O regresso de Philip Marlowe, o detective lendário de Raymond Chandler.
Autor: Benjamin Black
Coleção: «Entre Crimes», n.º 3 
N.º de Páginas: 356 
PVP: €14,50

Ela não é uma loura qualquer: é Clare Cavendish, herdeira de uma fortuna construída no mundo dos perfumes. Ele não é um detective qualquer: é Philip Marlowe. Sim, o lendário personagem de Raymond Chandler. O resultado é uma narrativa recheada de mistério que oferece uma leitura imparável, ou não fosse Black um talentoso escritor, capaz de recriar Marlowe de modo soberbo.

Título: O Mercador de Sonhos
Autor:
Fred Waitzkin
Coleção: «Gradiva», n.º 157
N.º de Páginas: 380 
PVP: €14,90

Realista e intensa, esta é uma obra de leitura vívida. Tendo uma escrita detalhada, cada história é um passo para compreender os personagens. No centro está Jim, um vendedor incomparável. Nasceu pobre, tornou‑se fabulosamente rico, até ser revisitado pela pobreza perto do fim da vida. Já gasto pela idade e pelo passado, conhece Mara, uma bela jovem israelita com pretensões próprias. Ambição, erotismo, decadência, morte e esperança estão aqui reunidos.

Título: Como Ganhar Eleições
Um Guia Clássico para Líderes Actuais
Autor: Quinto Túlio Cícero
Coleção: «Gradiva Breve», n.º 4
N.º de Páginas:  112 
PVP: €8,50

No espírito de O Príncipe, de Maquiavel, esta obra é um guia descaradamente pragmático sobre a arte da política pessoal . Em 64 a. C., quando Marco Cícero se candidatou ao cargo de cônsul, o seu irmão Quinto decidiu que ele precisava de conselhos práticos sobre a forma de conduzir uma campanha eleitoral bem‑sucedida. Marco ganhou. Um livro tão relevante e actual hoje como quando foi escrito!

Título: Evolução - Toda a História da Vida na Terra
Autor: 
Glenn Murphy
Coleção: «Gradiva Júnior», n.º 149 
N.º de Páginas: 172 
PVP: €10,00

O que é a vida? Esta é uma pergunta difícil, à qual muitos teriam dificuldade em responder. Para Glenn Murphy é o ponto de partida neste livro focado na evolução, que prova que traçar a história da vida desde os tempos ancestrais pode dar resultados surpreendentes. Esta obra, do mesmo autor de Porque É Que o Ranho É Verde?, apresenta perguntas e respostas, num estilo rigoroso e simples, capaz de conquistar qualquer jovem leitor.




quarta-feira, 19 de agosto de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Novidade "Carolina 3 - Podem fazer o favor de me explicar?!", de Patrícia Reis

Título: Carolina 3 - Podem fazer o favor de me explicar?!
Autor:
Patrícia Reis
Género: Juvenil
N.º de Páginas: 152
PVP: €9,90 

O terceiro volume de uma coleção que conquistou as adolescentes!
A vida da Carolina dava um filme, tal como a de tantas outras raparigas da sua idade. Sempre com as suas três amigas ao seu lado, a Carolina enfrenta todas as peripécias da vida adolescente:

♥Os primeiros amores(e desilusões);
♥A separação dos pais;
♥As saídas à noite;
♥O drama de saber aquilo que se vai vestir;
♥A pressão para passar nos exames.

Neste Carolina 3, faltam 1177 dias para chegar aos tão desejados 18anos.
Afinal, o que quer o Manuel João? Ser amigo ou namorado?E o que se passa com a Francisca??Estará a guardar algum segredo?

Sobre a autora:
Patrícia Reis é uma escritora premiada. É jornalista, mãe de dois filhos, gosta de livros, de dançar até às tantas e chora a ver filmes animados. Ainda não percebeu como chegou à idade adulta tão depressa, afinal ainda ontem estava no liceu. Além de livros para mais novos, tem escrito romances e costuma dizer que a escrita salva e ajuda a perceber o mundo. Este é já o terceiro livro da coleção Carolina.






Novidade "Ensine o seu filho a dizer não", do Professor Paulo Sargento com Fátima Caetano e Rita Rebelo

Título: Ensine o seu Filho a Dizer Não
Autor: Paulo Sargento, Fátima Caetano e Rita Ribeito
Género: Livro Prático
N. de Páginas: 216
PVP: €14,50

Os nossos filhos estão expostos a diversas ameaças.
Conhece os sinais de alerta? Sabe como pode ajudá-los?

Para que os nossos filhos estejam preparados para os primeiros grandes desafios é necessário ter pais atentos, informados e que saibam impor limites. Repleto de conselhos práticos e baseado em casos reais, este livro é uma ferramenta essencial para prevenir situações de risco e saber como agir nos momentos mais delicados.

●BULLYING
●INTERNET
●DROGAS E ÁLCOOL
●DISTÚRBIOS ALIMENTARES
●VIOLÊNCIA NO NAMORO
●DESAPARECIMENTO E FUGA

Fique a conhecer as indicações de um dos neuropsicólogos clínicos mais prestigiados do país e de duas jornalistas que contactaram com centenas de casos.

Sobre os autores:
Paulo Sargento é licenciado em Psicologia Clínica, especialista em Psicologia do Desenvolvimento Humano, DEA em Psicologia Legal e em Psicobiologia e doutorado em Neuropsicologia Clínica (Universidade de Salamanca). É docente universitário desde 1991. Começou na Universidade Lusófona, onde se mantém até hoje, mas foi igualmente professor convidado da Universidade de Lisboa, da Universidade do Porto e da Universidade Católica de Braga, entre outras. Atualmente, é administrador da Escola Superior de Saúde Ribeiro Sanches, em Lisboa. É presença habitual na televisão onde comenta, do ponto de vista clínico e científico, casos da atualidade relacionados com a sua área de formação. Tem uma vasta experiência como psicólogo, psicoterapeuta, neuropsicólogo clínico e forense. Pelo seu consultório já passaram centenas de crianças/adolescentes e pais com diferentes problemas. É autor e coautor de vários livros e publicações, nacionais e internacionais.

Fátima Caetano é licenciada em Comunicação Social e Cultural pela Universidade Católica Portuguesa. É jornalista desde 1998. Começou na redação do programa “Fátima Lopes”. Atualmente é jornalista/repórter no“A Tarde é Sua”,programa produzido pela Coral Europa para a TVI.

Rita Rebelo é licenciada em Ciências da Comunicação – vertente de jornalismo –pela FCSH da Universidade Nova de Lisboa. Desde 2001 trabalha de forma continuada em programas de televisão para variados canais, desempenhando funções de jornalista, repórter, guionista e editora de conteúdos.


terça-feira, 18 de agosto de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Nuno Carvalho estreia-se com O Assassino de Kyo

Chama-se "O Assassino de Kyo" e é o primeiro livro lançado por Nuno Carvalho. 

Data de publicação: Abril de 2015
Número de páginas: 738
Colecção: Mundo Fantástico
Género: Literatura Fantástica

Sinopse:
“Em Akath, não existe um sítio tão assolado por guerras e conflitos como a Ilha de Kyo.”

Dominada por esquemas, traições, assassínios, monstros fantásticos e heróis de lendas, a Ilha de Kyo é um dos sítios mais enigmáticos do continente de Akath.

A morte é um conceito que é vivido pelos seus habitantes e pelos seus territórios.

Há vinte anos, fruto da Separação, quatro facções lutam para tomar o controlo desta misteriosa região.

Drek’thar, um jovem de vinte e dois anos, treinado desde criança na arte do assassínio, vê a sua vida virar de pernas para o ar após uma carta de Urnard Throon, antigo rei dos Homens de Kyo e Chefe de Guerra do Pacto dos Corações de Ferro. O líder pede, explicitamente, que Drek se torne o seu assassino pessoal, num propósito que apenas o carismático governante conhece.

Que missões esperam o jovem assassino? Que segredos esconde a Ilha? Serão as intenções de Urnard as melhores? Que dificuldades irá Drek enfrentar?

O Assassino de Kyo conta a história de Drek na primeira pessoa, à medida que se vai conhecendo os conflitos mentais do jovem, as adversidades que o esperam e os terríveis mistérios que se escondem no passado, mas também no dia-a-dia da Ilha e de Drek.

Sobre o autor:
Nuno Carvalho tem vinte e um anos, é natural de Vila Real e estuda Engenharia Informática e Línguas Modernas na Universidade de Coimbra.
Desde muito cedo, revelou o seu fascínio pelo imaginário. Influenciado, na sua infância, por autores como J.R.R Tolkien, J.K. Rowling e Christopher Paolini, mas também por lendas e mitos da Antiguidade, levaram-no a querer procurar, cada vez mais, obras com mundos fictícios e heróis de lendas.
Com o passar do tempo, este jovem leitor com sonho de escritor, continuou preso nos mundos fantásticos, mas que se concentrassem nos conflitos do coração humano e nas emoções. Nessa altura, autores como George R. R. Martin, Mark Lawrence, Paul Hoffman, Robin Hobb e Patrick Rothfuss não só influenciam a imaginação, mas também alertam à maturidade das emoções e das analogias criadas para descrever as realidades do mundo.
Foi neste momento, que Nuno Carvalho decidiu, após alguma insistência daqueles mais próximos de si, de “passar para o papel as histórias que se tinham construído no seu interior, ao longo destes anos de leitura.”
O Assassino de Kyo é, de certa forma, uma reflexão dos conflitos emocionais dentro do autor, um estudo sobre o comportamento humano e as suas consequências em qualquer sociedade e sobre a força e perseverança do Homem.
quinta-feira, 13 de agosto de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Ondas de Calor - Richard Castle [Opinião]

Título: Ondas de Calor
Tradução:
Dina Antunes
N.º de páginas: 280
PVP: 15,00 €

Sinopse:
A história não podia ser mais escaldante. Ou não fosse ela protagonizada pela sensual e decidida Nikki Heat, personagem inspirada em Kate. No meio de uma vaga de calor, a detetive tem um duplo desafio pela frente: desenredar o nó que lhe permitirá desvendar os segredos dos mais poderosos e decidir o que fazer perante a faísca escaldante que surgiu entre ela e Rook, o jornalista presunçoso e bem-parecido com a mania de que é polícia, que a acompanha nesta investigação. Será que esta dupla inusitada vai ser eficaz?

A minha opinião:
Tal como gosto de livros policiais também sigo as séries que passam no AXN e Fox. Como tal já conheço há bastante tempo a série que tem como protagonistas Richard Castle e a detective Kate Beckett.

Para quem segue a série sabe que Castle é uma escritor de livros policiais famoso que se "infiltra" na polícia de Nova Iorque, assim que um assassino decide copiar as mortes descritas nos seus livros. Castle acaba por ser um elemento fundamental na equipa de Beckett ajudando-a na resolução dos crimes.

Ondas de Calor coloca o livro da própria personagem, Castle, como real, surgindo a Nikki Heat, o alter ego de Kate Beckett como personagem principal. Já Castle aparece como um  jornalista famoso, Rook.


A relação entre ambas as personagens é muito parecida com a série de televisão, embora a atração de ambos evolua muito mais depressa do que na série.

Neste primeiro livro da série Heat tem um grande desafio pela frente: resolver o assassinato de um empresário de construção civil que cai de um sexto andar do prédio onde vive.

Sem ser uma obra-prima este é um livro leve, que se lê bem e numa tarde de sol. Para os amantes da série, recomendo.






Segredos Obscuros - Hans Rosenfeldt & Michael Hjorth [Opinião]

Título: Segredos Obscuros
Autor: Hans Rosenfeldt & Michael Hjorth
Edição/reimpressão:2015
Páginas: 544
Editor: Suma de Letras
PVP: 19,90€

Sinopse:
Sebastian Bergman é um homem à deriva.
Psicólogo de formação, trabalhava como profiler para a polícia e era um dos grandes especialistas do país em serial killers. Perdeu tudo quando o tsunami no continente indiano lhe levou a mulher e a filha.
Tudo muda com uma chamada para a polícia.
Um rapaz de dezasseis anos, Roger Eriksson, desapareceu na cidade de Västerås. Organiza-se uma busca e um grupo de jovens escuteiros faz uma descoberta macabra no meio de um pântano: Roger está morto e falta-lhe o coração.
É o momento de Sebastian se confrontar com um mundo que conhece demasiado bem.
O Departamento de Investigação Criminal pede ajuda a Sebastian. Os modos bruscos e revoltados de Sebastian não impedem a investigação de avançar. E as descobertas sobre a escola que Roger frequentava são aterradoras.

A minha opinião:
Quando cheguei a casa de férias e me deparei com as fotografias que a Suma de Letras me enviou acerca daquilo que seria o lançamento de um livro fiquei muito curiosa. Mais tarde viria a receber o livro que só agora tive oportunidade de ler: Segredos Obscuros, um policial escrito por mais uma dupla nórdica que tem tudo para ser um sucesso.

O assassinato de Roger Eriksson vai trazer Sebastian Bergman, um psicólogo que trabalhava como profiler para a polícia, de novo à ribalta. Sebastian, alcoólico em reabilitação depois do tsunami lhe ter tirado a mulher e a filha, tinha sido um autor e conferencista bastante conhecido assim como um profiler de renome, não obstante o seu feitio difícil. Daí não ter sido bem aceite pela equipa de polícias da pequena cidade de origem quando se oferece para ajudar no caso. Porém, o interesse de Sebastian é outro. A ajuda que pretende é para si próprio e não para a descoberta do assassino de Roger...

O facto de o cadáver de Roger ter sido mutilado, faltando-lhe o coração, vai levar a investigação por caminhos obscuros, terminando no colégio que o jovem de 16 anos frequentava. O que a equipa policial vai descobrindo é devastador para a pequena localidade, mostrando-nos, a nós leitores, uma série de personagens intrigantes e desafiadoras.



E quem será o homem que não é o assassino? Esta personagem é-nos apresentada ao longo do livro e parece que sabe mais do que qualquer outra, embora não o possa revelar... será que está a encobrir alguém? Será que sofre de algum distúrbio mental?

E o final? Bem, o final é surpreendente e deixou-me a falar sozinha. E sabem? Adoro quando um livro me deixa a falar sozinha.

Segredos Obscuros tem tudo para ser um excelente livro: uma história intrigante e escrita a um ritmo alucinante, com personagens atípicas, uma morte atroz e um investigador que, apesar de não ser simpático, seduz.
Aguardo ansiosamente o segundo livro da série.







quarta-feira, 12 de agosto de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes
segunda-feira, 10 de agosto de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Um Homem sem Passado - Peter May [Opinião]

Título: Um Homem sem Passado
Autor: Peter May
Tradução: Ana Mendes Lopes
Edição/reimpressão:2015
Páginas: 360
Editor: Marcador
Coleção: Marcador Literatura
PVP: 18,80€

Sinopse:
Fin Macleod está de regresso à ilha que o viu nascer. Deixou a mulher, a vida e a carreira na Polícia de Edimburgo e está determinado a recuperar as suas relações antigas e a restaurar a quinta abandonada dos pais.
Entretanto, um cadáver não identificado é recuperado de um campo na ilha de Lewis. O corpo, perfeitamente preservado, está marcado por hediondos golpes de esfaqueamento. É inicialmente classificado pelos investigadores como o cadáver de um homem que viveu há dois mil anos. Até encontrarem uma tatuagem de Elvis no seu braço direito.
Quando os testes de ADN indicam um parentesco entre o cadáver recuperado da turfa e o pai de Marsaili, a paixão de infância de Fin, este vê o seu regresso assumir contornos mais turbulentos do que aquilo que inicialmente esperava.
Como Fin acabará por descobrir, é uma mentira que Tormod manteve por uma boa razão.

A minha opinião:
Se A Casa Negra, o primeiro livro da trilogia de Peter May, me tinha surpreendido, Um Homem sem Passado superou todas as expectativas.

Depois de se divorciar Fin Macleod decide viver definitivamente na ilha onde nasceu com o intuito de começar uma nova vida. 

"Os nossos pais são as rochas sobre as quais construímos a nossa vida."

Nessa mesma altura aparece um cadáver, onde durante mais de um século ocorreram apenas dois assassinatos, e isso suscita interesse em Fin que, apesar de ter terminado a carreira na Polícia de Edimburgo, carrega em si a sua veia detectivesca e acaba por ajudar a polícia local a descobrir o mistério do cadáver aparecido no paul. A turfeira tinha preservado a pele e os órgãos, o que facilitou a sua identificação. No entanto, ninguém parecia conhecer semelhante criatura.



O maior problema é que a chave para o dilema do jovem cadáver, assassinado há cerca de 50 anos, é um homem, doente de Alzheimer, que vive entre o presente e o passado, não distinguindo bem o que era um ou outro, confundindo o lar onde teve de ir quando os seus pais morreram. 

Toda essa relação entre o passado e o presente é que faz com o Um Homem Sem Passado seja um livro altamente viciante e envolvente. Neste segundo livro da trilogia conhecemos melhor Fin e as personagens que o rodeiam, deixando um pouco o lado mais obscuro pela qual foram retratadas no primeiro livro. 
Aguardo ansiosamente que a Marcador publique o último livro da trilogia.


Primeiro livro da trilogia: 
A minha opinião aqui