quinta-feira, 22 de maio de 2014 | By: Maria Manuel Magalhaes

"Catástrofe 1914: A Europa vai à Guerra" de Max Hastings I "O livro de História do Ano" - The Times

Do aclamado jornalista e historiador Max Hastings, chega agora às livrarias nacionais o livro Catástrofe 1914: A Europa Vai à Guerra (Vogais I 668 pp I 33,29€) uma das obras de referência sobre a 1.ª Guerra Mundial.

Um livro multipremiado, presente nas listas dos melhores do ano das mais prestigiadas publicações mundiais.

Sinopse:
Em 1914, a Europa mergulhava no primeiro ato de autossacrifício do século XX — a Grande Guerra, como ficou conhecida na altura. No seu centenário, Max Hastings explica simultaneamente como se desencadeou o conflito e o que aconteceu a milhões de homens e mulheres durante os primeiros meses da contenda. Desvenda ainda provas esmagadoras de que a Áustria e a Alemanha devem assumir as culpas principais pelo deflagrar da guerra. O que se seguiu foi uma tragédia de grandes proporções, com o autor a argumentar que era vital para a liberdade da Europa que a Alemanha do Kaiser fosse derrotada.

A narração das primeiras batalhas irá surpreender aqueles que têm desta guerra uma simples imagem de lama, trincheiras e arame farpado. Max Hastings descreve em pormenor o dia mais sangrento de toda a guerra ocidental, 22 de agosto de 1914, quando pereceram 27 mil franceses, e relata as lutas brutais na Sérvia e na Prússia Oriental, onde, até ao Natal, alemães, austríacos, russos e sérvios infligiram entre si 3 milhões de baixas.

O livro mostra o que aconteceu à Europa em 1914, através da abordagem detalhada mas acessível do historiador, que cruza testemunhos de generais e estadistas, camponeses, donas de casa e soldados de sete nações. A sua narrativa desfaz mitos e fornece algumas opiniões surpreendentes e controversas.

«Magistral. O livro de História do ano.» - The Times

«As origens da Primeira Guerra Mundial são terreno bastante lavrado, mas este livro profundamente pesquisado lê-se como se nunca se tivesse escrito sobre o assunto. Nenhum livro é definitivo, mas este é difícil de bater.» - Philip Ziegler, The Spectator

«Erudito e fluente. Para qualquer pessoa que queira com­preender o surgimento deste pavoroso e pouco compreendido conflito, não poderia existir melhor do que este belo livro.» Ben Macintyre, The Times

«Um livro magnífico e profundamente tocante. Com um guia como Max Hastings, estamos nas mãos de um mestre.» - Nigel Jones, The Telegraph

Sobre o autor:
Sir Max Hastings é autor de 24 livros, muitos deles sobre guerra. Frequentou o University College, em Oxford, que abandonou ao fim de um ano para se dedicar ao jornalismo.
Passou muitos dos seus primeiros anos de jornalista como correspondente para a BBC e para diversos jornais, tendo estado em 64 países e acompanhado 11 conflitos militares, entre os quais a Guerra Israelo-Árabe de 1973, a Guerra do Vietname e a Guerra das Malvinas.
Entre 1986 e 2002, foi chefe da redação do Daily Telegraph e depois diretor do Evening Standard. Recebeu diversos prémios pela sua carreira literária e jornalística, incluindo, em 2012, o prémio da Pritzker Military Library e a Medalha do Duque de Westminster para a Literatura Militar pelo seu livro Inferno.
Em Portugal, estão publicados os livros de sucesso Operação Overlord (ed. Casa das Letras), Os Melhores Anos: Churchill 1940–1945 e Inferno (ed. Civilização).