sábado, 19 de julho de 2014

"INVISÍVEL". Decore este título. Ele vai persegui-lo até final de agosto!

INVISÍVEL. Decore este título, pois ele vai persegui-lo até final de agosto! Trata-se do novo thriller de James Patterson, o autor mais bem-sucedido da última década com mais de 300 milhões de livros vendidos.

De Norte a Sul do país, se alguém lhe oferecer um mini livro para ler na praia, ou durante os festivais de verão, isso é… Invisível. E, se der por si a olhar para as paredes, ou a pisar a frase “#OLIVRODOVERÃO”, isso é… Invisível!*

*Nota: Todos os materiais utilizados na campanha são 100% produzidos com materiais ecológicos e biodegradáveis. Nenhum passeio ou parede sairão maltratados.

É então com uma forte campanha de marketing, ainda com muitas surpresas online e offline a anunciar, que chega às livrarias Invisível (Topseller I 352 pp I 17,49€), um intenso policial sobre um serial killer imparável e que atua... sem deixar rasto.

Sem deixar rasto. Sem qualquer motivo. Um serial killer imparável. Uma revelação desconcertante.
Emma está obcecada com a investigação de uma série de incêndios que provocou a morte de pessoas e que à primeira vista parecem não ter qualquer ligação entre si. Todos dizem que foram acidentais, mas Emma insiste que foram provocados por um único serial killer. Mas há algo mais, e muito pessoal, que move Emma: uma das vítimas era sua irmã. Irmã gémea.

Nem mesmo o seu ex-namorado, um antigo agente do FBI, consegue acreditar que dezenas de incêndios, raptos, mutilações e assassínios estejam todos relacionados. Mas Emma vai encontrar uma peça-chave que os ligará a todos.

Novos crimes surgem a cada dia e todos parecem inexplicáveis. Sem motivos, sem armas do crime e sem suspeitos. E Emma não vai descansar enquanto não encontrar o assassino. Ou irá o assassino encontrá-la a ela primeiro? Pode realmente uma única pessoa ser responsável por estes crimes impensáveis?



Invísivel, o mais recente livro de James Patterson, entrou diretamente para o top vendas nos EUA, como é, aliás, habitual. James Patterson já criou mais personagens inesquecíveis do que qualquer outro escritor da atualidade. É o autor dos policiais Alex Cross, os mais populares dos últimos vinte e cinco anos, dentro do género.

Entre os seus maiores bestsellers estão também as coleções Private: Agência Internacional de Investigação, The Women’s Murder Club (O Clube das Investigadoras) e Michael Bennett. Patterson é o autor que teve mais livros até hoje no topo da lista de bestsellers do New York Times, segundo o Guinness World Records. Desde que o seu primeiro romance venceu o Edgar Award, em 1977, os seus livros já venderam mais de 300 milhões de exemplares.

Em Portugal, James Patterson é publicado pela Topseller (Alex Cross, Private, NYPD Red, Confissões, Maximum Ride e romances) e pela Booksmile (séries juvenis Escola e Eu Cómico).

David Ellis é um advogado de Chicago e autor de nove romances, incluindo Line of Vision, com o qual conquistou o Edgar Award para Melhor Romance de Estreia de um Autor Americano, e The Hidden Man, que em 2009 lhe valeu uma nomeação para o Los Angeles Times Book Prize.













sexta-feira, 18 de julho de 2014

A estante está mais cheia #17

Depois das férias tinha algumas surpresas à minha chegada. Cheguei com forças retemperadas e com vontade de ler as novidades.

Da Planeta chegaram Enquanto Dormes de Alberto Marini (a minha leitura de momento), Quando o Ódio Matar de Carina Bergfeldt e o segundo livro da trilogia Este Homem - Obsessão de Jodi Ellen Malpas.

Da Bertrand um livro muito esperado, o segundo volume da trilogia As Faces de Victoria Bergman, da dupla erik axl sund, Fome de Fogo. Será a minha próxima leitura.

Do Clube do Autor o novo livro de Luísa Castel-Branco que desde logo me despertou curiosidade por se tratar de um livro com factos verídicos: Estranho Lugar para Amar. Já comecei a sua leitura. E A Vida Secreta de Stella Bain de Anita Shreve.

Ontem chegou de surpresa Delirium de Lauren Oliver e Quero-te de Irene Cao. Ambos gentileza da Suma de Letras e Alfaguara.

Em férias comprei Segredos de Amor e Sangue de Francisco Moita Flores. Adoro os livros do autor.








Até Que Sejas Minha - Samantha Hayes [Opinião]

Título: Até Que Sejas Minha
Autor: Samantha Hayes
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 352
Editor: TopSeller
PVP: 19,99€

Sinopse:
Ela tem algo que outra pessoa quer. A qualquer custo… Claudia parece ter a vida perfeita. Está grávida, vai ter um bebé muito desejado, tem um marido que a ama, embora ausente, e uma casa maravilhosa. Depois, Zoe entra na vida dela. Zoe foi contratada para a ajudar quando o bebé nascer, e parece a pessoa certa para o cargo. Mas há qualquer coisa nela de que Claudia não gosta e que a faz desconfiar. Quando encontra Zoe no seu próprio quarto, a remexer nos seus bens pessoais, a ansiedade de Claudia torna-se um medo bem real… 

A minha opinião: 
Quando parti para a leitura deste livro nunca pensei que tinha nas mãos um dos thrillers que mais gostaria de ler este ano.

Com um tema forte, envolvente, aterrador, Até que Sejas Minha, prendeu-me logo. E confesso que foi difícil conseguir parar de o ler.

O leitor vai sendo testemunha da história através do relato do dia-a-dia de três personagens: Claudia, Zoe e Lorraine.

Claudia é uma grávida em fim da gestação. Casada com um oficial da marinha (James), pai de dois filhos gémeos de 4 anos, que cresceram sem a mãe biológica. James, devido ao seu trabalho, acaba por ser um marido e pai ausente, e com a vinda do novo bebé Claudia tem necessidade de encontrar ajuda para tratar de três crianças. Assistente social, Claudia acaba por ter uma vida laboral bastante agitada e stressante e, apesar de estar quase a ter o bebé, continua a trabalhar.

Até que Zoe entra na sua vida. Com as melhores referências possíveis no campo de ama, depressa conquista Claudia que vê nela a ama perfeita para os seus enteados e futura filha. No entanto, com a convivência entre ambas Claudia começa a suspeitar que algo em Zoe não está bem, o que leva o leitor também a suspeitar das suas intenções.

Zoe é uma mulher estranha. Não tem filhos e vai ocultando muita coisa durante todo o livro. O mistério em torno da sua personagem prende ainda mais a leitura. O seu sonho em agradar a uma outra mulher, que deseja mais do que tudo ter filhos, pode tornar-se uma obsessão.

Por outro lado, acompanhamos também a investigação que Lorraine e Adam, o seu marido, levam a cabo. Uma jovem mulher, talvez futura mãe solteira, é encontrada numa banheira e ao seu lado jaz o seu filho bebé. Ambos estão mortos. Lorraine é uma mulher forte na vida profissional, mas a sua vida familiar atravessa uma crise enorme.

O final, sinceramente, não me surpreendeu assim muito, porque fui tirando algumas conclusões ao longo do livro, através de algumas atitudes de uma das personagens, mas mesmo assim sofreu uma reviravolta brilhante.

Sem querer desvendar mais sobre este livro arrepiante, resta-me dizer apenas que adorei. Um livro cujo desejo de ser mãe envolve todas estas personagens.

Em Janeiro, a Topseller publica mais um livro da autora Antes que morras. Espero por ele ansiosamente.


 

 

Quinta Essência publica «Proposta Indecente», de Patricia Cabot - Melhor Romance Histórico pela revista Romantic Times

Título: Proposta Indecente
Autor: Patricia Cabot
PVP: € 16.6

Uma aventura apaixonada nas Baamas.

Aventureira, franca, Payton Dixon tem dois sonhos na vida: possuir um veleiro e obter o amor do capitão Connor Drake. Mas ambos parecem fora do seu alcance, uma vez que seu o amado capitão está prestes a casar com outra, e pior, o traidor do pai de Payton ofereceu-lhe o barco dela como prenda de casamento.
Decidida a provar que está certa, Payton consegue desencadear um escândalo e causar todos os tipos de problemas. Quanto a Drake, não é capaz de decidir se quer estrangular a rapariga com quem cresceu, ou fazer amor com a bela mulher em que ela se transformou.

Melhor Romance Histórico em 1999 pela revista Romantic Times

Tendo crescido com os irmãos a bordo de navios pertencentes a seu pai, Payton Dixon teve pouca oportunidade de aprender boas maneiras. Aos dezanove anos, pragueja como um soldado, sabe manobrar as velas e sente-se mais confortável no meio de uma luta com piratas em Havana do que num jantar em Londres. Detesta a etiqueta. O seu maior desejo é receber o comando de um barco no seu aniversário. E que o capitão Connor Drake renuncie casar com Miss Whitby! Payton não seria capaz de dizer porquê – nem quando – lhe surgiu aquela fraqueza, mas o resultado é óbvio: ama aquele homem. Infelizmente, ele vai casar com outra... Não, isso é impossível. Há que evitá-lo!

«Patricia Cabot povoa a sua aventura no alto mar com personagens memoráveis e um cenário cuidadosamente pormenorizado. Os leitores vão sentir a brisa do mar e os beijos apaixonados entre Payton e Drake. Um livro diferente, divertido e encantador. É uma verdadeira alegria para ouvir a voz única de Patricia Cabot.» RT Book Reviews

Sobre a autora:
Meggin Patricia Cabot, autora bestseller de romances históricos, nasceu em fevereiro de 1967, em Bloomington, Indiana (EUA). Trabalhou como gestora numa residência universitária, foi ilustradora freelance e escreveu mais de cinquenta livros que assinou com diferentes pseudónimos. Entre eles destaca-se a série O Diário da Princesa (The Princess Diaries), publicada em mais de trinta países e adaptada ao cinema pela Walt Disney Pictures, com grandes êxitos de bilheteira.
As suas obras ganharam inúmeros prémios, incluindo o New York Public Library Books for Teen Age, o Booksense Pick, o Evergreen, o IRA/CBC Young Adult Choice, entre outros.  

 

Livros com a Sábado


Coolbooks - Três novos livros

A partir de hoje, 17 de julho, estão disponíveis em www.coolbooks.pt, três novos livros de autores portugueses editados pela Coolbooks, a nova chancela do Grupo Porto Editora, que tem como objetivo dar a conhecer novos autores de língua portuguesa, editando – em exclusivo – em suporte digital.
O romance Microcosmos humano e duas aventuras juvenis, intituladas O espelho e Pânico no bosque são as novas apostas, que alargam para 17 o número de obras publicadas pela Coolbooks. O espelho e Pânico no bosque, do jovem de 20 anos Rui Péricles, são o quinto e sexto volumes da coleção juvenil Criptocontos, lançada no final de abril. Num país com vários casos de médicos que se revelaram brilhantes escritores, a Coolbooks publica também Microcosmos humano, o primeiro romance da pediatra Vânia Mesquita Machado.

Dois novos Criptocontos
Coleção juvenil de Rui Péricles já tem 6 títulos

Título: O espelho
Autor:
Rui Madureira
Formato: e-wook
PVP: 2,99 €

Quando Raquel descobre que o seu novo espelho de corpo inteiro é um portal para um mundo onde todos os seus sonhos se tornam realidade, é difícil resistir à tentação de passar lá o tempo todo. Mas, eventualmente, terá de voltar ao mundo real. Quando se começa a sentir cada vez mais fraca de cada vez que regressa, descobre que algo de errado se passa…
Raquel está prestes a descobrir o tenebroso preço que terá de pagar para viver todos os seus sonhos!

Título: Pânico no bosque
Autor:
Rui Péricles
Formato: e-wook
PVP: 2,99 €

Quando quatro amigos se perdem na floresta durante um passeio de bicicleta, decidem passar a noite numa casa abandonada que encontram num vale.
O que eles não sabem é que a casa está assombrada pelo espírito maléfico da anterior proprietária, que tem uma estranha obsessão e vai tornar a noite deles num verdadeiro pesadelo!

Sobre o autor:
Nascido a 15 de janeiro de 1994, Rui Péricles teve desde cedo o gosto pela leitura e pela escrita. Foi vencedor do Concurso Ortográfico nos seus quinto e sexto anos letivos e tirou o curso de Humanidades. A paixão pelo género do terror inspirou-o a escrever a coleção Criptocontos. R. L. Stine e J. K. Rowling são dois dos seus autores preferidos. É fã de séries como “Sobrenatural” e “Family Guy” e gosta de ver programas de fantasmas.

A estreia de Vânia Mesquita Machado
Na boa tradição dos médicos escritores
Título: Microcosmos humano
Autor:
Vânia Mesquita Machado
Formato: e-wook
PVP: 6,99 €

Microcosmos humano é uma obra ficcional fortemente inspirada nas próprias vivências da autora. Apesar de a protagonista ser uma mulher de quarenta anos, pediatra e mãe de três crianças, não será difícil para o leitor identificar-se com a sensação de impotência e de cansaço perante um dia a dia extenuante, cenário vulgar das rotinas presentes na nossa sociedade, assolada por uma crise económica que teima em nos parasitar. Neste contexto, mesmo os mais corajosos correm o risco de sucumbir ao desânimo. Através de uma viagem num divã de psicoterapia, Lídia faz um balanço do que foi e é atualmente, esboça um novo projeto de futuro e acrescenta à análise da sua vivência pessoal uma reflexão humanista sobre o sentido da existência, o percurso das pessoas nos seus microcosmos e a interação entre elas, numa dinâmica de causalidade em dominó.

Sobre a autora:
Vânia Mesquita Machado nasceu em Braga, em 1973. Em 1997 terminou a licenciatura na Faculdade de Medicina da Universidade de Porto, obteve o diploma Proficiency in English da Universidade de Cambridge e estagiou no Hospital Universitário de Ghent. Em 2006 concluiu a especialidade de Pediatria. Em 2010 foi certificada pelo Exame Europeu de Alergologia e Imunologia Clínica, em Londres. É sócia da Sociedade Portuguesa de Artistas Médicos.Desde a adolescência que percorre o itinerário secundário da poesia, onde o espírito viaja solto. Mãe de família numerosa, Pediatra em Braga e habituada a saltos sem rede, aventuras e na escrita em prosa com Microcosmos Humano, fruto biológico germinado em pomar de emoções humanas e fertilizado pela utopia.


Planeta: Novidades Julho

FICÇÃO ESTRANGEIRA
 

Título: Vestido para a Morte
Autor: Donna Leon
N.º de Páginas: 296
PVP: 18,85€
Disponível a 23 de Julho

O terceiro livro escrito pela grande Senhora do Crime, agora recuperado e reeditado pela Planeta.

Uma história de mistério e intriga emocionante, protagonizada pelo Comissário Guido Brunetti, com a assinatura da consagrada Donna Leon.

PARA QUEM NÃO PERDE UM BOM MISTÉRIO POLICIAL
É UM CRIME NÃO LER...

Já com um total de dez livros editados pela Planeta, os romances desta autora acrescentam ao policial uma componente social. Neste livro, Donna Leon aborda os problemas da prostituição masculina - crítica a homofobia da sociedade - e da corrupção bancária, sempre com Veneza como pano de fundo.

«Donna Leon possui um talento especial para a criação de ambientes e reviravoltas no enredo que cativou milhões de admiradores e se nunca passou pela experiência de ler um dos seus romances, não poderia haverocasião mais apropriada para começar do que esta.» Sunday Telegraph

A esperança do Commissario Guido Brunetti de escapar do calor sufocante de Veneza em Agosto e de desfrutar de umas férias em família nas montanhas é gorada quando uma descoberta macabra é feita num campo em Marghera.
Um corpo está tão espancado, que o rosto é irreconhecível. A vítima parece ser uma prostituta transsexual. O comissário começa as buscas em Veneza de alguém que possa identificar o cadáver, mas depara-se com um muro de silêncio.
Então recebe um telefonema prometendo informações, a condição é que se encontre com o interlocutor numa ponte na cidade, a meio da noite. Apesar do perigo, Brunetti continua determinado a descobrir a verdade e quando a desvenda depara-se com uma realidade assustadora.
Veneza é uma das mais visitadas cidades do mundo, célebre pelos seus canais, monumentos e beleza secular. Através das páginas de Donna Leon, é possível visitar uma Veneza que nem todos os turistas conhecem…

Pela mão do Comissario Brunetti, descobre-se a cidade dos residentes, as pequenas ruas por trás das catedrais, o interior dos edifícios que falam de História, os lugares frequentados pelos venezianos, os encantos escondidos da autêntica cidade que não está nos guias turísticos. Nas páginas dos livros Donna Leon, a verdadeira Veneza também é personagem…

Sobre a autora:
Nasceu a 29 de Setembro de 1942, em Nova Jérsia, mas viveu em Veneza durante vinte anos. Exerceu a actividade de Leitora de Literatura Inglesa na Universidade de Maryland. Há alguns anos a autora decidiu deixar o ensino para se dedicar à escrita e à música barroca. Apesar de ter chegado à escrita por acaso, atingiu rapidamente o êxito com a série policial protagonizada pelo Commissário Brunetti, consagrando-se como A Grande Senhora do Crime.
Os seus livros estão traduzidos em mais de 23 línguas e são um êxito de vendas e da crítica. A escritora venceu o Crime Writters Association Silver Dagger em 2000 na Europa e nos Estados Unidos.

Título: Este Homem - Obsessão vol. 2
Autor:Jodi Ellen Malpas
Sedução. Sexo. Prazer. Erotismo
Para ler sem moderação
N.º de Páginas: 576
PVP: 19,95 €
Nas livrarias a partir de 23 de Julho

Este Homem é um livro viciante, uma história de amor com personagens surpreendentes.
Jesse é intenso, controlador, compulsivo, possessivo...
Ava é uma mulher talentosa, forte, focada, ambiciosa e submissa.
O primeiro livro desta trilogia –O Amante -, autopublicado pela autora, teve uma resposta assombrosa, de tal forma que logo a seguir foram publicados os segundos e terceiros volumes.
Esta série erótica permanece há meses na lista de best-sellers do The New York Times e do Sunday Times.
«Uma quente e sexy trilogia da mais recente autora-sensação na ficção erótica» Marie Claire

BEM-VINDA AO MUNDO SENSUAL DE ESTE HOMEM
Neste segundo livro da trilogia continua a história entre o aristocrata Jesse Ward e a jovem designer de interiores Ava O’Shea. Jesse Ward afogou-a com a intensidade e surpreendeu-a com a paixão, mas manteve-a à margem dos seus segredos obscuros e coração partido.
Deixá-lo era a única maneira que Ava O’Shea teria para se libertar do romance demasiado conturbado. Mas também devia ter desconfiado que era impossível fugir dele.
Agora Jesse voltou à sua vida, determinado a recordá-la dos prazeres sensuais que partilharam. Ava está também decidida a descobrir a verdade oculta na frieza deste homem.
Isso significa envolver-se de outra forma com o Senhor do Solar. E é isso mesmo que ele quer dela...

Sobre a autora:
Jodi Ellen Malpas nasceu em Northampton, onde vive com a família. Enquanto trabalhava na empresa de construção do pai foi cimentado a trama de a trilogia e criou a personagem de Jesse Ward. Em 2012 decidiu autopublicar O Amante, o primeiro livro, e a massiva resposta das leitoras motivou-a a terminar a trilogia. Catapultada para o número 1 do New York Times, a trilogia Este Homem converteu-se no fenómeno do ano coroando Jodi Ellen Malpas como a nova rainha do romance erótico.
Mais de um milhão de leitoras apaixonaram-se por Jesse...

COLECÇÃO BOOKET (Livros de Bolso)

Título: A Cidade das Cinzas
Autor: Cassandra Clare
PVP: €9,95

Uma série incontornável da literatura fantástica, que mergulha o leitor num universo que combina cenários cosmopolitas e modernos com as lutas ancestrais entre anjos e demónios. O 1.º livro desta série Instrumentos Mortais passou nas salas de cinema o ano passado.

Título: Três Segundos
Autor: Roslund & Hellstrom
PVP: €10,95

Um policial de cortar a respiração, escrito por um jornalista e um ex-criminoso, vencedor do prestigiado Prémio de Melhor Policial Sueco 2009. Uma história de conspiração, moralmente complexa e com uma dose de suspense tão no ponto que mesmo na última página consegue ficar surpreendido.

Título: A Conquistadora
Autor: Teresa Medeiros
PVP: €9,95

Um romance histórico, povoado por damas e cavaleiros, bem ao estilo dos romances de cavalaria, escrito por uma das vozes mais queridas e versáteis na ficção histórica e romântica, e autora best-seller do The New York Times e USA Today.



JUVENIL

Título: Agatha Mistery: A Coroa do Dodge
Autor: Sir Steve Stevenson
N.º de Páginas: 144
PVP: 9,90€
Disponível a partir de 23 de Julho

A miúda detective que adora resolver mistérios já se tornou na heroína dos pequenos leitores mais curiosos e apaixonados por enigmas.
Agatha, extraordinária aspirante a detective de invulgar faro detectivesco, viaja por todo o mundo, juntamente com o desajeitado primo Larry, com o fiel mordomo e com o gato Watson, tendo como objectivo resolver os mais intrincados mistérios.
Desta vez, os dois primos Agatha e Larry Mistery estão na esteira da antiga coroa de ouro, usada pelos Doges quando Veneza estava no auge do seu esplendor. Alguém a roubou durante os festejos do famoso Carnaval. Por entre máscaras, nobres arruinados e perseguições, sairão os Mistery também vitoriosos da sua primeira aventura italiana?

A colecção Agatha Mistery pretende criar o gosto pela leitura, e ao mesmo tempo, aproximar os jovens a lugares reais emblemáticos e a outras culturas, o que é conseguido através da astúcia da pequena detective Agatha, que anota tudo o que vê num caderno.

As personagens e as paisagens exóticas onde se realizam as investigações e se vivem estranhas aventuras ganham vida, através das divertidas ilustrações de Stefano Turconi.

Sobre o autor:
Sir Steve Stevenson, pseudónimo de Mario Pasqualotto, é um escritor italiano que durante de mais de dez anos tem escrito histórias sobre diversos jogos para revistas inglesas e italianas. Actualmente dedica-se à escrita juvenil. As divertidas e dinâmicas ilustrações de Stefano Turconi mostram-nos as personagens e as paisagens exóticas onde se realizam as investigações e se vivem estranhas aventuras.






Quatro novas edições de Saramago: Porto Editora publica romance, um livro de crónicas e os seus dois livros de poesia

Quatro novas edições de livros de José Saramago vão ser publicadas pela Porto Editora no dia 25 de julho: Levantado do chão, Os apontamentos, Os poemas possíveis e Provavelmente alegria. A Porto Editora mantém, desta forma, o seu trabalho na publicação de toda a obra do Nobel português, desta feita com um dos seus romances mais emblemáticos, um livro de crónicas publicadas no Diário de Notícias, e os seus dois livros de poesia.
À semelhança das edições dos nove livros de Saramago publicadas no final de maio, também estas capas contaram com o contributo de quatro personalidades, Mia Couto, Maria do Céu Guerra, Almeida Faria e Nuno Júdice, que, com a sua caligrafia, escreveram o título para as novas capas.

Sobre o autor:
Autor de mais de 40 títulos, José Saramago nasceu em 1922, na aldeia de Azinhaga. Até 2010, ano da sua morte, a 18 de junho, em Lanzarote, José Saramago construiu uma obra incontornável na literatura portuguesa e universal, com títulos que vão de Memorial do Convento a Caim, passando por O Ano da Morte de Ricardo Reis, O Evangelho segundo Jesus Cristo, Ensaio sobre a Cegueira, Todos os Nomes ou A Viagem do Elefante, obras traduzidas em todo o mundo. José Saramago recebeu o Prémio Camões em 1995 e o Prémio Nobel da Literatura em 1998.

Já publicados na Porto Editora:
A Caverna, A Noite, A Viagem do Elefante, As Intermitências da Morte, As Pequenas Memórias, Ensaio sobre a Lucidez, História do Cerco de Lisboa, Manual de Pintura e Caligrafia e O Homem Duplicado.


quinta-feira, 17 de julho de 2014

Guerra e Paz: Sessões de autógrafos de Maria Helena



A luta de um cão e de uma mulher contra o cancro, e do amor que os uniu

«Esta história encorajadora sobre a descoberta do amor e da esperança em situações inesperadas está repleta de lições de vida que farão as delícias de todos os apaixonados por animais.» - Publishers Weekly

«O título revela logo o final mas, como tudo na vida, o que importa é a viagem. Teresa e Seamus a combaterem as suas doenças, dando amor um ao outro e o encanto que faz a vida valer a pena.» - Cesar Milan, o Encantador de Cães

Nem todas as histórias de batalhas contra o cancro têm, infelizmente, um final feliz. Mas basta uma para que a esperança num amanhã melhor encha os corações de felicidade.
Pois a história de O Meu Cão Sobreviveu (e Eu Também), já à venda em todo o país, (Nascente I 320 pp I 17,69€), conta-nos dois finais felizes, o de Teresa J. Rhyne e do seu fiel amigo Seamus. Esta é uma história real e comovente da luta de um cão e de uma mulher contra o cancro, e do amor que os uniu.
Teresa J. Rhyne está a tentar reestruturar a sua vida depois de dois casamentos fracassados e da morte dos seus cães — muda de casa, tem um namorado novo e adota um cachorrinho. E, como qualquer cãozinho, Seamus é desastrado, barulhento e travesso.
Pouco tempo depois de ter adotado o incorrigível Seamus, Teresa descobre que ele tem um tumor maligno e menos de um ano de vida. O diagnóstico deixa-a devastada, mas decide lutar e aprender tudo o que está ao seu alcance sobre o melhor tratamento para o seu cão. O período que se seguiu foi desolador, mas Seamus sobreviveu.
O que Teresa não podia adivinhar é que se estava a preparar para o próximo grande obstáculo da sua vida: um diagnóstico de cancro da mama. Começa então a sua própria batalha: os tratamentos, os efeitos secundários, a depressão. Mas Seamus não deixou que ela desistisse.
A história de Seamus e de Teresa é uma lição de vida, recheada de momentos hilariantes e travessuras que só um cachorrinho poderia protagonizar… E com um final feliz e inspirador.

Sobre a autora:
Chamo-me Teresa J. Rhyne e sou advogada, escritora, sobrevivente de cancro, defensora dos animais, vegan, aficionada de vinhos, amante de livros, viciada em café, e, graças aos meus beagles sempre felizes, uma otimista relutante. O Chris e eu ainda estamos juntos, felizes e saudáveis, mas não casámos. Para quê mexer na perfeição? Continuamos a viver na Califórnia e comemorámos 10 anos de vida em comum no dia 12 de junho de 2014.

O nosso muito amado, e diabolicamente charmoso, Seamus faleceu no dia 19 de março de 2013. Ficámos devastados mas encontrámos algum consolo no facto de a sua história enternecedora ter viajado pelo mundo fora e estar já traduzida em várias línguas. O seu legado continua vivo e tem vindo a ajudar e a inspirar leitores por toda a parte.





Valter Hugo Mãe apresenta o novo romance de Manuel Jorge Marmelo no dia 24 de julho, 19h00, Bertrand Shopping Cidade do Porto



A história da mulher que, a partir de Lisboa, ajudou milhares de judeus a fugir à morte certa

«Uma narrativa que detalha os insustentáveis algoritmos emocionais que o trabalho diário de salvamento implicava, incluindo a escolha de quem poupar a uma deportação.» - New York Times

«Uma visão desassombrada sobre a situação dos judeus europeus, antes e durante a Segunda Guerra Mundial.» - Kirkus Reviews

Do Holocausto à Salvação: A Mulher que Ajudou a Salvar Milhares de Judeus chega no dia 17 de julho às livrarias nacionais (Vogais I 392 pp I 21,98€). Um livro que narra a fantástica história de Gertrude van Tijn, a mulher que, a partir de Lisboa, ajudou milhares de judeus a fugir à morte certa. A VOGAIS disponibiliza os primeiros capítulos para leitura imediata, aqui.

Sinopse:
Em maio de 1941, Gertrude van Tijn chegou a Lisboa vinda de uma Amesterdão ocupada pelos nazis. Vinha com a missão de negociar o refúgio de milhares de judeus, alemães e holandeses, com a permissão das autoridades nazis. Mas seria esta mulher de meia-idade, carregando tamanha responsabilidade, capaz de desempenhar eficazmente a sua missão, estando conotada com os ocupantes? Teria sido ela um mero peão manobrado pelos nazis, ou a sagaz heroína que pactuou com o inimigo para melhor poder defender o seu povo?
Bernard Wasserstein, um dos maiores especialistas mundiais em História do Século XX, relata a odisseia desta judia alemã com nacionalidade holandesa que contribuiu, apesar da ambiguidade das suas virtudes, para o salvamento de milhares de pessoas.
Através dela, o autor conduz o leitor até aos sombrios tempos de guerra na Europa, expondo os dolorosos dilemas com que os judeus se confrontaram sob a ocupação nazi. O resultado é um fascinante documento, em que Portugal e a cidade de Lisboa desempenham um papel decisivo.

Sobre o autor:
Bernard Wasserstein é historiador e professor de História Judaica Europeia Moderna na Universidade de Chicago. Nasceu em Londres e formou-se na Universidade de Oxford, tendo ensinado em diversas instituições do Reino Unido e dos EUA.
É também especialista em História e Política de Israel, assim como, mais genericamente, em História do Século XX. Publicou mais de uma dúzia de livros, entre os quais se destacam: The Secret Lives of Trebitsch Lincoln (1988), Secret War in Shanghai (1999), Israelis and Palestinians (2003) e On the Eve: The Jews of Europe Before the Second World War (2012). Este último venceu em 2013 o Yad Vashem International Book Prize.






Os "Seres Mágicos em Portugal" vão chegar ao Porto. Sessão de apresentação do livro com autora Vanessa Fidalgo



Mindfulness - Não é apenas uma prática trend... é uma forma de vida

O Huffington Post acredita que 2014 é o ano do mindfulness, e a revista Time, que dedicou a capa de 3 de fevereiro ao tema, chamou-lhe a “The Mindfull Revolution”. Executivos e funcionários de gigantes como o Twitter, Instagram, Facebook, Google e INTEL já não vivem sem a prática do Mindfulness. E, são muitos os diferentes sectores da sociedade que utilizam o Mindfulness como ferramenta para treinar a mente como forma de regular a atenção, o pensamento executivo e o equilíbrio emocional.

Apesar de ser uma técnica com 2500 anos de existência, o Mindfulness conhece agora uma nova expressão, fruto de uma sustentação na ciência, chegando às massas. De acordo com a Mindfull Magazine, hoje existem mais de 12 mil professores certificados que praticam o Mindfulness em centros académicos, clínicos, escolas, estando esta prática implementada já em áreas como o desporto, política, economia, educação, entre muitas outras.

The goal is not to be transported away from the stresses of life into carefree bliss, but rather to become fully present, alive, awake and aware to your life, as it is unfolding.- www.centerformindfulawareness.org

Sinopse:
Se alguma vez desejou parar o ruído da sua mente, concentrar-se com mais facilidade, experimentar uma maior sensação de calma e bem-estar ou simplesmente conseguir dormir à noite, então está na altura de começar a praticar o mindfulness, a técnica eficaz para desenvolver a Atenção Plena.
Esta técnica inspirada na meditação oriental irá ajudá-lo a encontrar o equilíbrio necessário para acalmar a sua mente e ver com claridade a realidade que o rodeia. Assim, conseguirá solucionar os problemas que antes era incapaz de resolver.
Com dicas e técnicas para ajudá-lo a desfrutar de uma abordagem mais consciente da vida, este guia fundamental irá ajudá-lo a:

• Viver no momento presente, libertando-se do passado e não ficando ansioso com o futuro;

• Adotar formas mais positivas de pensar e de se comportar;

• Tornar-se mais calmo e confiante;

• Libertar-se de pensamentos inúteis e padrões de pensamento negativo;

• Trazer mudanças positivas aos seus relacionamentos;

• Atingir um novo patamar de autoconhecimento e compreensão;

• Desenvolver atitudes construtivas e tornar-se mais feliz;

• Incorporar a meditação mindfulness no seu dia a dia;

• Utilizar o mindfulness para ultrapassar situações de stress, raiva, ansiedade e depressão.






quarta-feira, 16 de julho de 2014

Desaparecida - Katy Gardner [Opinião]

Título: Desaparecida
Autor: Katy Gardner
Edição/reimpressão: 2010
Páginas: 352
PVP: 8,90€

Sinopse:
Tudo começou com uma brincadeira de crianças…
Quem é que nunca jogou às escondidas? Quem nunca sentiu o entusiasmo de encontrar alguém no seu esconderijo perfeito?
Poppy está a brincar com a mãe, Mel. Poppy tem sete anos e a sua vida acabou de mudar radicalmente: tem um novo padrasto, um novo irmão, uma nova casa… A menina esconde-se e a mãe procura-a. Mas o tempo passa e ela não aparece. A polícia é chamada. À hora do desaparecimento, testemunhas viram um carro a afastar-se do local. Um carro familiar. Ao volante ia Si, o homem com quem Mel está casada há apenas um ano. Para a polícia é uma luta contra o tempo. Para Mel, cujo mundo foi virado do avesso, é uma questão de vida ou morte.  

A minha opinião: 
As opiniões que li recentemente acerca deste livro fizeram-me comprá-lo e lê-lo quase de imediato. Caso contrário, muito provavelmente, ter-me-ia passado despercebido.

Desaparecida saiu há 4 anos e penso não ter feito grande sucesso. De tal forma com o consegui por uma preço baratinho na Feira do Livro de Lisboa. Nas livrarias online ele também está com um preço apetecível e acessível a muitas carteiras. E digo isto porque vale mesmo a pena comprá-lo e lê-lo.

Confesso que o livro me tocou bastante porque sou mãe, mãe de uma menina, e mãe de uma menina que gosta de jogar às escondidas. E consegui transportar-me para a história colocando a minha filha no lugar de Poppy.

Poppy é uma menina de sete anos cuja vida mudou radicalmente desde que a sua mãe conheceu Si. Mel é uma mulher cujas relações amorosas fracassam sempre. O pai de Poppy nunca quis saber dela. Até que conhece Si, um homem excêntrico e um tudo ou nada misterioso, sobretudo em relação ao seu passado. Mas Mel não deseja saber do passado do seu namorado. O presente e futuro é que são importantes para ela e decide abraçar estar nova relação com unhas e dentes, apesar dos avisos insistentes quer dos seus pais, quer da sua melhor amiga. Sai de Londres para viver, literalmente, um amor e uma cabana (que se transforma num pré-fabricado).



Poppy não se adapta bem a esta nova vida e, para ajudar ainda mais, Mel descobre que está grávida, tendo Poppy que passar a partilhar a atenção da mãe com o novo bebé que vem a caminho.

Já com o filho mais novo nos braços, Mel tenta atender aos desejos da filha e num desses dias, como em tantos outros, decide brincar às escondidas com a Poppy, na futura casa de família, que se encontra em construção. No momento em que é a vez da filha de se esconder Mel ouve um carro a arrancar, mas desvaloriza pensando ser apenas Si que saiu com o carro de um amigo. No entanto, o tempo passa e de Poppy nem sinal.

Katy Gardner conseguiu prender-me desde o primeiro momento. A junção do passado misterioso do companheiro e o facto de Poppy ter desaparecido sem deixar rasto fez com que não largasse o livro até saber o final da história. São dois mistérios num só que estão interligados para que consigamos perceber o que esteve na causa do desaparecimento da criança.

Não há muitas palavras para descrever um livro que se lê em poucas horas, apenas me ocorre: fantástico!

Recomendo sem quaisquer reservas.



Asa publica novo livro de Julia Quinn: Para Sir Phillip Com Amor

Título: Para Sir Phillip, com Amor
Autor: Julia Quinn
N.º de Páginas: 336
PVP: 16,90€

Sobre o livro:
Sir Phillip sabia que Eloise Bridgerton tinha já 28 anos e era, pois claro, uma solteirona. Foi por isso mesmo que pediu a sua mão em casamento. Sir Phillip partiu do princípio de que Eloise estaria desesperada por casar e não seria exigente ou caprichosa.

Só que… estava enganado. No dia em que ela lhe aparece à porta, torna-se óbvio que é tudo menos modesta e recatada.

E quando Eloise finalmente para de falar, ele percebe, rendido, que o que mais deseja é… beijá-la.

É que, quando recebeu a tão inesperada proposta, Eloise ficou perplexa. Afinal, nem sequer se conheciam pessoalmente. Mas depois… o seu coração levou a melhor e quando dá por si está numa carruagem alugada, rumo àquele que pensa poder ser o homem dos seus sonhos. Só que… estava enganada. Embora Sir Phillip seja atraente, é certo, é também um bruto, um rude e temperamental bruto, o oposto dos gentis cavalheiros que a cortejam em Londres.

Mas quando ele sorri… e quando a beija… o resto do mundo evapora-se e Eloise não consegue evitar a pergunta: será que este pesadelo de homem é, afinal, o homem dos seus sonhos?

Sobre a autora:
Julia Quinn começou a escrever e, para alegria dos seus inúmeros fãs em todo o mundo, nunca mais parou. Traduzidos para 26 línguas, todos os seus romances integram de imediato a lista de bestsellers do New York Times, com especial destaque para a Série Bridgerton, da qual a ASA já publicou Crónica de Paixões & Caprichos, Peripécias do Coração e Amor & Enganos. A Grande Revelação é o 4º volume da história desta inesquecível família. A autora venceu já 2 prémios Romantic Times e três Prémios RITA da Romance Writers of America, tendo sido a mais jovem autora a entrar para o Hall of Fame dessa associação.

A Terceira Revolução Industrial, de Jeremy Rifkin, a 18 de julho nas livrarias

Título: A Terceira Revolução Industrial
Autor: Jeremy Rifkin
Género: Economia
Tradutor: Sara M. Felício
N.º de páginas: 448
Data de lançamento: 18 de julho
PVP: 19,90€

Como a nova era da informação mudou a energia, a economia e o mundo.
O preço da energia e dos alimentos está a subir, a taxa de desemprego continua elevada, o mercado imobiliário afundou-se, o nível de dívida dos consumidores e dos governos é crescente e a recuperação económica está a abrandar. Diante da perspetiva de um segundo colapso da economia global, o mundo está desesperado por um plano económico sustentável que nos oriente rumo ao futuro.
Jeremy Rifkin demonstra como a tecnologia, a Internet e as energias renováveis estão a fundir-se de maneira a criar uma poderosa terceira Revolução Industrial. Paralelamente, Rifkin descreve o modo como os cinco pilares da terceira Revolução Industrial irão criar milhares de empresas e milhões de postos de trabalho, inaugurando uma reordenação fundamental de relações humanas que irá alterar a forma como conduzimos os nossos negócios, governamos a sociedade ou educamos as nossas crianças.
A Terceira Revolução Industrial é o relato de um insider da próxima grande era económica, que inclui o olhar sobre as personalidades e os jogadores pioneiros na sua implementação pelo mundo.


Sobre o autor:
Jeremy Rifkin é, desde 1994, membro do Wharton Scholl’s Executive Education Program, onde dá palestras a CEOs de todo o mundo, focando-se nas novas tendências da ciência e da tecnologia e nas suas influências sobre a economia, a sociedade e o ambiente, além de presidente da Foundation on Economic Trends, em Washington D.C.


Apresentação de "A que sabe o Amor" de Alexandre Fernandes. Amanhã na Fnac do Colombo



A Casa da Aranha, de Paul Bowles, publicado pela primeira vez em Portugal, nas livrarias a 18 de julho

Título: A Casa da Aranha
Autor: Paul Bowles
Género: Literatura / Ficção
Tradução: Jorge Pereirinha Pires
N.º de páginas: 504
Data de lançamento: 18 de julho
PVP: 19,90€

«Uma complexa tela de argumentação ideológica realçada pelas imagens de Fez, um mundo a sair da sua insularidade.» Kirkus Review

A Casa da Aranha é um verdadeiro thriller político, com a medina de Fez em pano de fundo e os tempos explosivos do movimento nacionalista marroquino.
Embora todos os romances de Paul Bowles espelhem o encontro e o conflito entre civilizações, neste, muito menos subjetivo, a aguda clivagem entre a cultura árabe e a do colonizador francês é explorada com grande detalhe e profundidade. A forte tensão política e social que enquadra a intriga – protagonizada por um americano comunista, um rapazinho analfabeto e uma atraente mulher ocidental –, o ambiente de conspiração e a infinidade de matizes que dão vida e complexidade à milenar cidade de Fez tornam A Casa da Aranha um marco na obra de Paul Bowles.


Sobre o autor:
Paul Bowles nasceu no bairro de Queens, em Nova Iorque. Em 1929 iniciou-se nas viagens, passando uma temporada na Europa, onde conheceu Gertrude Stein, Jean Cocteau, Ezra Pound, Christopher Isherwood e Kurt Schwitters, entre outros.
Em 1931 viajou pela primeira vez para Tânger, onde viveria grande parte da sua vida. Em 1957 conheceu a escritora Jane Auer, com quem manteve um casamento aberto, até à morte de Jane, em 1973.
Nos anos 50, vivendo grandes períodos no Norte de África, Bowles recebeu na sua casa de Tânger as principais figuras da Geração Beat. Durante a longa vida de viajante e expatriado, Paul Bowles trabalhou incessantemente como escritor e compositor e viu reconhecidas as suas obras: na literatura, por exemplo, O Céu Que Nos Protege, romance que ocupou o primeiro lugar da lista do New York Times e que foi adaptado ao cinema por Bernardo Bertolucci.
Com Viagens, a Quetzal inaugurou uma série dedicada a Paul Bowles, a que se junta agora A Casa da Aranha, romance que se publica pela primeira vez em Portugal.