domingo, 13 de outubro de 2019

Em Nome do Amor - Lesley Pearse [Opinião]

Título: Em Nome do Amor
Autor: Lesley Pearse
Editor: Edições Asa
N.º de Páginas: 320

Sinopse:
Katy Speed tem 23 anos e o sonho de viver em Londres, longe da pequena cidade de Bexhill-On-Sea e do temperamento difícil da mãe.

Enquanto não consegue escapar, acompanha avidamente a vida de Gloria Reynolds, a simpática e glamorosa vizinha da frente. Para Katy, entediada com a pacatez do seu dia a dia, as estranhas movimentações na casa de Gloria são um alimento para a imaginação...

Quem serão as mulheres que a visitam ao sábado num carro preto? E porque é que por vezes vêm acompanhadas de crianças? O certo é que essas atividades suspeitas provocam algum desconforto na comunidade. Uma noite, porém, um incêndio devastador vai por fim a tudo isso… e também à vida de Gloria e da filha. Depressa se torna evidente que se tratou de fogo posto, uma notícia chocante para todos mas principalmente para Katy, pois o principal suspeito é o seu pai.

Ela sabe que ele é inocente.
E vai fazer tudo para o provar... nem que para isso tenha de arriscar a própria vida.

Romance de amor e história de coragem, Em Nome do Amor é uma incursão perturbante ao lado negro das relações humanas. No magnífico retrato de uma época já distante, a autora bestseller trata com profundidade e coragem temas tremendamente relevantes ainda nos dias de hoje.

A minha opinião: 
Primeiro que tudo tenho de realçar que as capas não fazem jus aos livros de Lesley Pearse. Ao vulgar leitor, que não conhece a autora britânica, poderá associar os seus livros a um público meramente feminino, que aprecia romances de cordel. 

Completamente errado. 
 
Sim, os seus livros são romances, mas os livros que li de Pearse são bem mais do que isso. São o retrato da sociedade de época, desde a emancipação da mulher, em alguns casos, à pedofilia, noutros, até ao tema da violência doméstica retratado neste livro.


Katy Speed é uma jovem inteligente e perspicaz. Ansiosa por voos mais altos e de se libertar das garras de uma mãe completamente manipuladora, Katy, de 23 anos, sonha em ir trabalhar para Londres e deixar a pequena cidade de Bexhill-on-Sea, onde pouco mais se faz do que falar do próximo. 
 
Entediada com o seu dia-a-dia completamente monótono, Katy delicia-se com a vida da sua vizinha Gloria Reynolds, e com as visitas quase sempre inesperadas à sua casa. Tudo isto a intriga porque Katy nada sabe sobre essas estranhas movimentações naquela casa, embora admire a mulher que lá habita. Até que certa noite um incêndio devastador destrói a casa da vizinha e revela o seu corpo carbonizado.  

As suspeitas recaem sobre o seu pai e Katy tudo vai fazer para provar a sua inocência. Certo é que o pai era presença assídua naquela casa, o que provocava alguns ciúmes na sua mãe, mas Katy tem a certeza que o pai não seria capaz de um crime tão hediondo, e vai ter todo o apoio dos seus colegas quando decide, mesmo assim mudar para Londres. 
 
Juntamente com a sua melhor amiga, Katy parte para Londres e tudo muda. A Londres dos anos 60 é completamente diferente da sua pequena localidade e a jovem vai ter de aprender a desenrascar-se sozinha. E será praticamente sozinha que vai lançar-se na investigação do incêndio que vitimou a sua vizinha e a filha desta. E o que vai descobrir é desinquietante. 

Adorei este livro, que aborda temas como a violência doméstica a e emancipação feminina. Mais uma vez, Lesley Pearse não desilude. 


Sem comentários: