domingo, 13 de outubro de 2019

O Fantasma de Maddy Clare - Simone St. James [Opinião]

Título: O Fantasma de Maddy Clare
Autor: Simone St. James
Editor: TopSeller
N.º de Páginas: 320

Sinopse:
Londres, 1922
Sarah Piper é uma jovem solitária que vê a sua vida mudar quando uma agência de trabalho temporário a contrata para ajudar Alistair Gellis, um caçador de fantasmas. Alistair é um veterano da Primeira Guerra Mundial, rico, atraente e com uma grande obsessão pelo sobrenatural. Foi convocado para investigar e expulsar o fantasma de Maddy Clare, uma criada de 19 anos que assombra o estábulo onde alegadamente se suicidou.

Como Maddy se recusa a interagir com homens, caberá a Sarah a difícil tarefa de a enfrentar. Para isso, contará com o apoio de Alistair e do seu enigmático assistente, Matthew Ryder. Em pouco tempo, os três veem-se perante uma missão perigosa, pois o fantasma de Maddy é real, está zangado e tem poderes que desafiam toda a razão.

Conseguirão eles descobrir quem era Maddy, de onde veio e o que estará a impulsionar o seu desejo de vingança, antes que ela os destrua a todos?

A minha opinião: 
Sarah Piper é uma jovem desesperada à procura de trabalho. Depois de ficar sem emprego como secretária, decide responder a um anúncio um pouco estranho que a vai levar a uma pequena localidade. Sarah vai ser assistente de Alistair, e juntos vão tentar caçar o fantasma de Maddy Clare uma criada de 19 anos que, pouco tempo após ter sido acolhida por uma família, se suicida no estábulo da casa onde vive. 

Desde essa altura a vida da proprietária daquela casa nunca mais será a mesma e esta vive completamente assustada com o fantasma de Maddy que parece não querer sair dali. 

Este vai ser um enorme desafio para Sarah, que parece não ter estofo para aquela enorme tarefa.
Veterano da Primeira Guerra Mundial, Alistair Gellis é também um destemido caçador de fantasmas e escritor proeminente. O facto de este fantasma em particular "exigir" a presença de um elemento feminino vai fazer com que este tenha de colocar um anúncio e a escolha de Sarah é instantânea. O que Sarah desconhece é que ao aceitar o emprego vai ter de viajar para um lugarejo e que terá de se envolver na investigação de um caso estranho. O que se terá passado com Maddy Clare para que tenha resultado no seu suicídio? E porque é que o seu espírito teima em não abandonar o estábulo onde terminou com a vida terrena? O facto de querer "sociabilizar" com uma mulher criou logo uma suspeita de que Maddy terá sido abusada sexualmente por um ou mais homens, mas pouco mais suspeitei. 

O livro passado nos anos 20 mostra uma localidade sombria, com personagens peculiares e intrigantes que me fascinaram bastante. Gostei imenso de Sarah, uma jovem que, apesar das adversidades da vida, não cruza os braços e aceita um emprego que vai superar todos os seus medo. A entrada de Ryder na narrativa vai apimentar um pouco o livro, embora a relação que vai surgir entre ambos não enriqueça o livro como gostaria que acontecesse. Alistair é um homem forte e íntegro que me agradou bastante conhecer. 

O Fantasma de Maddy Clare veio consolidar o que já tinha achado do primeiro livro de Simone St. James, As Raparigas Perdidas, a primeira leitura deste ano: uma autora a seguir. 






Sem comentários: