quinta-feira, 1 de setembro de 2016 | By: Maria Manuel Magalhaes

Um livro de sonho e riso é que é a bandeira de um povo

Título: Quem me dera ser ondaUEM ME DERA SER ONDA
Autor: Manuel Rui
N.º de Páginas: 104
PVP: 12,90 €
Ficção/Romance
Nas livrarias a 7 de Setembro
Guerra e Paz Editores | Clube do Livro SIC

Sinopse
Angola, poucos anos depois da independência. Estamos mais precisamente em Luanda, em anos de esquemas de sobrevivência. Um pai de família desencanta um porco e leva-o para o seu apartamento, no sétimo andar de um prédio. Os filhos, Zeca e Ruca, apaixonam-se perdidamente pelo porquinho.

Com uma escrita límpida, Manuel Rui escreve um romance que é, ao mesmo tempo, delirantemente divertido e luminosamente redentor. Sim, vivemos num mundo de esquemas, de falsas aparências, de escusos interesses. O que pode, contra essa realidade crua e dura, a crença verdadeira e ingénua? Podemos ainda acreditar que o sonho, como uma vaga, vai limpar o mundo? Quem me dera ser onda é um romance genuinamente angolano. Um romance que trata a língua portuguesa de forma magistral e criativa. 

Sobre o autor: 
Manuel Rui nasceu em Huambo, a 4 de novembro de 1941. Licenciado em Direito, em Coimbra, foi ministro no governo de transição, em 1975, integrando a representação de Angola em organismos internacionais como a ONU e a OUA. É poeta, contista, dramaturgo, romancista e cronista. Escreveu a letra do Hino nacional angolano e letras de canções. Participou em filmes, como figurante e declamando poemas, mas também escrevendo diálogos.