quarta-feira, 8 de abril de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

O Que Aprendemos com os Gatos, de Paloma Díaz-Mas, nas livrarias a 17 de abril

Título: O Que Aprendemos com os Gatos
Autor: Paloma Díaz-Mas
Género: Literatura
Tradução: Margarida Amado Acosta
N.º de páginas: 112
Data de lançamento: 17 de abril
PVP: 13,30€

«O mais prodigioso é como a capacidade de observação, a ternura e a consciência da dor e da morte podem criar um mundo tão rico e uma narrativa tão animada. Uma delicada joia.» La Vanguardia
 
Paloma Díaz-Mas é uma das convidadas da 9ª edição do LeV – Literatura em Viagem, que decorrerá entre 8 e 11 de maio, em Matosinhos.

Os seres humanos – pensa o gato – têm uma irremediável tendência para compreender tudo de forma distorcida. Isto porque os humanos partem da absurda crença de que são animais superiores, quando toda a gente sabe que os animais superiores são os gatos.
Os gatos – pensa a autora deste livro – têm muito para nos ensinar, mas para isso é necessário que estejamos atentos e dispostos a aprender.
São carinhosos, mas nunca submissos; confiantes, mas só se exercitarmos a virtude de uma conquista paciente; domésticos e independentes; aparentemente indefesos, mas na realidade muito mais preparados para a sobrevivência do que nós. E por baixo de um pelo de seda, ocultam-se as garras de uma fera e um corpo atlético invejável.
Um livro que é uma joia para qualquer bom leitor e absolutamente indispensável para todos os amantes de gatos.

Sobre a autora:
Paloma Díaz-Mas nasceu em Madrid, em 1954. Professora e investigadora no Conselho Superior de Investigação Científica (CSIC), ensinou literatura durante 18 anos na Universidade do País Basco. É autora de vários ensaios sobre literatura oral e romanceiro, bem como literatura medieval espanhola e cultura sefardita.
Com apenas 19 anos publicou o seu primeiro livro, (Ilustres desconhecidos), ao qual se seguiram os romances El rapto del Santo Grial (finalista do Primeiro Prémio Herralde de Novela 1983), El sueño de Venecia (Prémio Herralde de Novela 1992) e La tierra fértil (Prémio Euskadi 2000 e finalista do Prémio da Crítica), entre muitos outros. O Que Aprendemos com os Gatos é o primeiro livro que publica na Quetzal.