quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Novidade Oficina do Livro: Um livro que faz perdurar a memória de Manuel Forjaz

Título: 28 Minutos & 7 Segundos de Vida
Autores: Manuel Forjaz e José Aberto Carvalho
PVP: 13,90€
N.º de Páginas: 248

Chega esta semana, às livrarias, o livro que nos faz acreditar que “a vida só faz sentido se formos inconvenientes”, afirma, no prefácio, José Alberto Carvalho.

Em Janeiro de 2014, dois homens tiveram uma ideia: um programa de televisão. Nascia o «28 Minutos e 7 Segundos de Vida». Uma conversa entre Manuel Forjaz e José Alberto Carvalho sobre a vida. A nossa. A dos outros. A do nosso país. Ao longo de dez semanas ouvimos falar de assuntos tão diversos como economia, religião, prazer, morte. Não foram os temas escolhidos que convenceram quem assistiu aos programas, mas a sim a forma inquietante como os dois homens discutiam as temáticas e a mensagem que sempre conseguiam transmitir: obrigar-nos e ensinar-nos a pensar. De uma ideia de dois amigos criou-se um espaço de discussão, e por isso logo luminoso, na televisão nacional e na memória de quem acompanhou estes dois homens da comunicação. 28 Minutos e 7 Segundos de Vida é um livro que faz perdurar a memória de Manuel Forjaz, cumpre um desejo e deixa-nos uma mensagem a que devemos, muitas vezes, voltar.

“Porque ele tinha toda razão: vale mesmo a pena sonhar tudo, pedir tudo, para termos quase tudo” Helena Forjaz

“Esperamos que as páginas deste livro sejam uma inspiração quase tão real, como aquela que em vida ele nos ofereceu” António e José Maria Forjaz.

Sobre os autores: 
Manuel Forjaz nasceu em Moçambique, em Agosto de 1963. Economista pela Universidade Católica Portuguesa, foi director-geral da Bertrand e CEO da Medipress. Em 1997, tornou-se empresário e fez parte da Direcção da Associação Nacional de Jovens Empresários, ajudando igualmente a dinamizar uma série de iniciativas ligadas ao empreendedorismo empresarial e também, sob a forma de voluntariado, ao empreendedorismo social. Foi fundador do projecto Pais Protectores, do Instituto do Empreendorismo Social, lançou o TEDxOPorto e tornou-se um orador de relevo. Em 2010, foi-lhe detectado um nódulo no pulmão que se revelou cancerígeno e lutou desde essa data contra a doença. Morreu em Lisboa, onde vivia, em Abril de 2014.

José Alberto Carvalho nasceu em Penacova, em 1967. Formado em Jornalismo pela Escola Superior de Jornalismo do Porto, iniciou a sua carreira na TSF de onde saiu para RTP. Na estação de televisão pública tornou-se a voz, e o rosto, do Telejornal. Em 1992 estreou o terceiro canal, a SIC, onde ficou uma década. Regressou à RTP e em 2011 mudou-se para a TVI, onde é Director de Informação.

Sem comentários: