quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Porto Editora reúne vinte e cinco séculos de arte em livro

Título: A arte no Ocidente
Autoras:
Ana Lídia Pinto, Fernanda Meireles, Manuela Cernadas Cambotas
Págs: 464
PVP: € 39,90

A Porto Editora apresenta A arte no Ocidente, um livro da autoria de Ana Lídia Pinto, Fernanda Meireles e Manuela Cernadas Cambotas, três experientes docentes em História da Arte.
Pensada como uma obra de divulgação da História da Arte Ocidental junto do grande público, A arte no Ocidente abarca os seus principais momentos, desde a Antiguidade Clássica até à atualidade, dando o devido enfoque a realidade portuguesa contextualizada na arte europeia. Este livro oferece uma perspetiva sobre mais de vinte e cinco séculos de evolução artística, analisando com atenção as áreas da Arquitetura, da Pintura e da Escultura, integrando-as nos seus respetivos contextos históricos e culturais e descrevendo, classificando e interpretando estilos, movimentos, correntes, autores e obras, muitas delas com análises individuais mais aprofundadas.
É uma obra de leitura acessível ao público em geral, apreciador de livros de arte, assim como para estudantes e professores de História e História da Arte. Não é, pois, apenas um livro de consulta útil, mas em simultâneo, graças a uma apresentação cuidada, um livro-objeto passível de ser um presente apelativo. De fácil consulta, A arte no Ocidente é igualmente uma obra precisa, que se dirige tanto aos estudiosos da Arte como ao grande público que pensa, sente e vê a Arte como algo de seu e cujo conhecimento contribui tanto para um melhor entendimento pessoal como para o enriquecimento da sua perspetiva sobre o Mundo.

Sobre as autoras:
Ana Lídia Pinto, licenciada em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, lecionou as disciplinas de História, Ciências Sociais, Introdução à Política, Antropologia, História da Arte e História da Cultura e das Artes ao 3.º ciclo do ensino básico e sobretudo ao ensino secundário, onde exerceu, paralelamente, cargos de delegada à Profissionalização em Exercício e de Orientadora Pedagógica no CAP de Lisboa, bem como de formadora da DREN, no âmbito da Avaliação Pedagógica e da Didática da História.
É coautora do Programa de História da Arte para o ensino artístico especializado, de manuais escolares no âmbito da História (ensino básico e secundário), da História da Arte e da História da Cultura e da Arte, bem como de obras de divulgação geral, nesta última área. Publicou, a título individual, ensaios e artigos em jornais e revistas.
Fernanda Meireles, licenciada em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto,  lecionou as disciplinas de História das Artes Visuais, História da Arte em Portugal, História da Arte e História da Cultura e das Artes nos Cursos Gerais das Escolas Artísticas, História do Equipamento Ambiental (Curso de Equipamento/Arquitetura) e Teoria do Design. Foi acompanhante do lançamento da reforma curricular de 1989-1990 na DREN. É coautora de um Programa de História da Arte e da Comunicação para os cursos especializados do Ensino Artístico (10.º, 11.º e 12.º anos), autora de manuais para as disciplinas de Educação Visual e Oficina de Artes; coautora de manuais para as disciplinas de História da Arte e História da Cultura e das Artes e de outras obras de carácter geral nestas últimas áreas.
Manuela Cernadas Cambotas, licenciada em História pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto, foi professora do Quadro de Nomeação Definitiva do Ensino Secundário, exerceu as funções de delegada à Profissionalização em Exercício e lecionou as disciplinas de História, Ciências Sociais, Introdução à Política, História da Arte e História da Cultura e das Artes, durante cerca de 38 anos.
É coautora do Programa de História da Arte para o Ensino Artístico Especializado e de manuais escolares e outras obras sobre História da Arte.


Sem comentários: