quinta-feira, 31 de julho de 2014

Fome de Fogo - Erik Axl Sund [Opinião]

Título: Fome de Fogo
As Faces de Victoria Bergman - Livro II
Autor: Erik Axl Sund
Tradução: Agneta Öhrström B., Rita Chuva
Edição/reimpressão: 2014
Páginas: 416
Editor: Bertrand Editora
PVP: 17,70€

Sinopse:

Os esforços de Jeanette Kihlberg para solucionar os casos dos meninos mortos são cerceados quando um homem de negócios é assassinado em Estocolmo, naquilo que parece ser uma morte ritualística. Alguns pormenores sugerem um ato de vingança. Mas vingança de quê?
Entretanto, Jeanette continua à procura da desaparecida Victoria Bergman e as suas investigações levam-na a um colégio interno de elite, bem como à Dinamarca e a acontecimentos do seu próprio passado. Por seu turno, a psicoterapeuta Sofia Zetterlund tenta encontrar-se a si própria. À semelhança do primeiro livro desta trilogia, somos confrontados com voltas e reviravoltas e um final absolutamente inesperado.

A minha opinião: 
"O passado que nunca morre, não é passado" - William Faulkner

Fome de Fogo é o segundo livro da trilogia As Faces de Victoria Bergman, que começou com o livro A Rapariga-Corvo. Se no primeiro livro acompanhámos a investigação do caso dos meninos mortos, no segundo esta investigação é posta de parte pela detective Jeanette, uma vez que o assassinato de um homem de negócios em Estocolmo vai passar para primeiro plano. No entanto, como o decorrer da investigação Jeanette vai descobrindo que este assassinato pode muito bem estar relacionado com o caso anterior. Pelo menos tem um ponto em comum: Victoria Bergman.

A Rapariga-Corvo foi dos melhores livros que li este ano pelo que estava cheia de expectativas relativamente a este segundo livro. As peças soltas deixadas no primeiro livro fizeram-me que quisesse que chegasse Julho depressa para pegar em Fome de Fogo.

Victoria Bergman continua a estar como protagonista da história. Apesar de sádica e macabra consegui gostar um pouco da personagem, talvez porque se compreende completamente o porquê dela ser assim. Confesso que houve partes da sua vida que me foram chocando ao longo do livro a ponto de eu própria querer que ela faça justiça, mesmo que para isso o faça com dor e sofrimentos atrozes para com as suas vítimas.

À semelhança do livro antecessor, a dupla erik axl sund dá continuidade à violência, aos capítulos curtos e reveladores da personagem principal, levantando um pouco o véu do que se irá passar no terceiro livro, no final deste Fome de Fogo. Mais uma vez coloca os leitores com desejos de ler o próximo o mais rapidamente possível. Infelizmente As Instruções de Pitonisa só chegará para Outubro.

Relativamente a Victoria, se nós, leitores, pensávamos que estava tudo esclarecido em relação a ela... enganamo-nos profundamente...

 Excelente!



Excerto: 
"Não se perdoa uma traição. Aprende-se a viver com ela." - pag. 115
"O objecto do amor é apenas uma imagem idealizada que não coincide com a realidade. Quem está apaixonado só ama a sensação de estar apaixonado." - pag. 362

A minha opinião de:

 A Rapariga-Corvo

Sem comentários: