quarta-feira, 7 de maio de 2014

«Nove Semanas e Meia», de ELizabeth McNeill - (Quinta Essência)

Título: Nove Semanas e Meia
Autor: Elizabeth McNeill
N.º de Páginas: 152
PVP: 15,11 €

Quebraram todas as regras

Esta é uma história de amor tão pouco frequente, tão apaixonada, tão extrema e tão real que o leitor não pode deixar de seguir, fascinado, o seu desenvolvimento ritual. Duas pessoas cultas, civilizadas e independentes conhecem-se um dia por acaso numa rua de Nova Iorque, um domingo de maio nos anos setenta, e iniciam uma relação que em breve se tornará uma experiência sadomasoquista de rara intensidade. Desde o início, estabelecem espontaneamente entre eles estímulos sexuais que obedecem a um ritual instintivo de dominação e humilhação, ritual que é aceite primeiro com surpresa e depois com prazer genuíno, pela autora desta história chocante. Naturalmente, à medida que a relação progride, o casal embarca em jogos cada vez mais elaborados e sofisticados que, após nove semanas e meia, conduzem a mulher a uma absoluta falta de controlo do seu corpo e mente.
A verdadeira história de submissão sexual que inspirou o filme de culto: uma história perturbadora e fascinante, uma obra-prima da literatura erótica, que irá prendê-lo até à última página...

Imprensa:
«Para lembrar aos amadores que o sexo SM pode ser um tema respeitável para um romance, se escrito de forma seca e inteligente.» Libération

«(…) No cerne da questão de um dos romances mais escaldantes das últimas décadas: o sexo sadomasoquista, sim, claro, mas principalmente o amor que o rodeia, que o autoriza, que até o encoraja.» Les Inrocks 

Sobre a autora: 
Elizabeth McNeill é o pseudónimo de Ingeborg Day, nascida em Graz, na Áustria, em novembro de 1940, tendo emigrado depois para os Estados Unidos. Suicidou-se em 2011, levando com ela o mistério de uma ligação erótica extrema que ainda fascina o mundo.


Sem comentários: