segunda-feira, 2 de julho de 2018

O mês em leituras - junho e A Estante está mais Cheia #65

Este mês foi excelente em qualidade e quantidade de leituras. E a diversidade também se fez notar.


As primeiras leituras do mês incidiram em dois livros com histórias de Porto e Lisboa que, na sua maioria, desconhecia.


Depois, parti para um romance, e gostei imenso. A minha opinião aqui

O thriller é o meu género preferido e parti para este livro com algumas expectativas até porque era baseado numa história verídica. Ainda não fiz a minha opinião, mas posso dizer que foi uma leitura levezinha, mas boa.


Nem Tudo Será Esquecido já estava na minha lista desde que saiu. Consegui lê-lo porque uma amiga do facebook, também amante da leitura, gatos e marcadores me emprestou. Não foi nada do que estava à espera, mas também não foi uma completa desilusão.


Ebook oferecido pela Leya que tinha muita curiosidade. Apesar de ser uma leitura para jovens gostei muito deste livro que está a fazer um enorme sucesso não apenas lá fora como aqui em Portugal. Recomendo.

Sou fã da série criada por Robert Bryndza e gostei mesmo muito deste O Último Fôlego. Opinião em breve no blogue e espero pegar no próximo livro do autor ainda este mês. E minha Betinha continua a ser a melhor companheira de leituras.

A verdadeira desilusão do mês. Adoro livros que falem sobre livros, mas este foi uma maçada desde a primeira página. Não tenho palavras para o descrever.

Em algumas pausas no trabalho fui lendo este livro divertido de piadas secas. Tem algumas piadas engraçadas e outras nem tanto. Agora quero ler o primeiro.

O Diário Gráfico de Anne Frank encheu-me as medidas e foi a melhor leitura do mês. Adorei. Desde a ilustração à escolha das passagens mais importantes da vida da jovem Anne este livro está muito bem conseguido.

O anterior livro de B. A. Paris foi a melhor leitura do ano passado. Á Beira do Colapso não esteve à altura do seu primeiro livro, embora não tenha sido uma desilusão. Gostei muito.

Este ano não consegui ir à Feira do Livro de Lisboa, mas houve uma Feira do Livro, ou melhor, um Mercado do Livro que chegou até mim.
Como alguns sabem trabalho na Note! e até ao dia 10 de julho estamos em promoções imperdíveis de livros. Por isso mesmo perdi-me completamente a acabei por comprar alguns livrinhos que queria há muito.


Tinha algum saldo na Wook, tanto do programa afiliados como da promoção do Dia da Mãe e como estava a expirar decidi comprar estes que também estavam na minha lista de desejos.









Os restantes foram ofertas das editoras parceiras e o último foi oferecido por uma colega de trabalho.
Obrigada a todos!

Sem comentários: