quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Porto Editora - O mais importante caso de espionagem do século XX

Título: Três Minutos para o Juízo Final
Autor:
Joe Navarro
Tradução: Dinis Pires
Págs.: 320
PVP: 17,70 €

O escritor Joe Navarro é ex-agente do FBI e grande perito em linguagem corporal, tendo aplicado, ao longo de 25 anos, os seus conhecimentos na análise do comportamento de terroristas, espiões e criminosos. Em Três Minutos para o Juízo Final, o seu novo livro que a Porto Editora publica a 12 de outubro, é descrito, em forma de thriller e na primeira pessoa, um acontecimento real na vida profissional de Navarro: o desmascaramento de um espião de mente brilhante mas malévola, militar destacado na Alemanha Ocidental durante os anos 80 e integrado, nessa altura, num círculo de espiões que vendia informação ao bloco soviético. As informações fornecidas incluíam estratégias de ação militar dos EUA, o que faz deste livro um elemento revelador de uma história de traição política que poucos conheciam.

Sinopse:
Florida, 1988. Joe Navarro, um dos mais jovens agentes alguma vez recrutados pelo FBI, é um eminente perito na «leitura» da linguagem corporal - possui uma capacidade desconcertante para inferir os pensamentos e intenções daqueles que interroga -, conhecido por ter uma ética de trabalho a que poucos companheiros conseguem sobreviver. Numa missão de rotina como tantas outras, tem pela frente Rodney Ramsay, um antigo soldado norte-americano destacado na Alemanha Ocidental entre 1983 e 1985. Contudo, no decorrer da conversa, Navarro suspeita de algo que escapara a todos os outros agentes…
Aquilo que se seguiu é único na história da contraespionagem: interrogatórios após interrogatórios, planeados como um xadrez impenetrável, põem a descoberto um traidor à pátria, detentor de uma memória fotográfica perfeita e de um QI que o eleva ao nível de um génio - o seu único ponto fraco é o prazer que retira do desafio de enfrentar o seu inquiridor.

Tendo como cenário os últimos dias da Guerra Fria, Joe Navarro conta-nos o episódio, real, da maior falha de segurança na história dos Estados Unidos da América: Ramsay acabaria por revelar ter feito parte de um círculo de espiões que vendeu ao Bloco Soviético a informação que lhe permitiria, no momento final do Comunismo, aniquilar por completo o seu rival e os aliados ocidentais.

Sobre o autor:
Nascido em Cuba, em 1953, Joe Navarro foi, durante 25 anos, agente do FBI, no departamento de contraespionagem, e um dos membros-fundadores do Programa de Análise Comportamental da Divisão de Segurança Nacional, que se focava no comportamento de espiões, terroristas e outros criminosos. Desde que se retirou, Navarro escreve – para o The Washington Post, The Huffington Post e Psychology Today, entre outras publicações – e tem dado ainda várias palestras acerca de comunicação não-verbal, tendo o seu trabalho provas dadas junto das maiores produções de media um pouco por todo o mundo.

Para saber mais, visite o site do autor: www.jnforensics.com

IMPRENSA
«Fascinante. […] Uma narrativa muito interessante acerca da contraespionagem na era pré-cibernética e um lembrete de como um agente astuto pode ser um trunfo de valor incalculável para as forças de segurança.» Kirkus Reviews

«Manipulação psicológica, pesquisa meticulosa e sacrifício pessoal admirável. Navarro fez frente ao traidor Rod Ramsay, ganhou a sua confiança e explorou o seu ego arrebatador até conseguir extrair uma confissão que viria a lançar o pânico no seio do FBI, da NSA e do Departamento de Justiça norte-americano. Um livro excecional e eletrizante.» Jason Matthews, antigo agente secreto da CIA e autor best-seller do The New York Times

«Um relato apaixonante acerca de profissionais de contraespionagem persistentes, em liga contra um pérfido mas genial conluio de soldados norte-americanos que, se nunca expostos, teriam alterado para sempre o rumo da Guerra Fria.» Harry E. Soyster, antigo tenente-general dos Serviços de Informação e Segurança do Exército dos EUA


Sem comentários: