domingo, 10 de setembro de 2017

Maresia e Fortuna - Andreia Ferreira [Opinião]

Título: Maresia e Fortuna
Autor:
Andreia Ferreira
Formato: e-wook / capa mole
N.º páginas: 318
PVP: 6,99€ / 16,60 €

Sinopse:
O que é o verdadeiro amor?
Para Eduardo, de 17 anos, é a mãe e o irmão mais velho, Simão. Este, porém, tem um segredo que o empurra para a bebida e Eduardo receia que o seu irmão se suicide, tal como o pai de ambos o fizera, dez anos antes.
Júlia acredita que passou ao lado de um grande amor. Em busca da verdade que mudará a sua vida, regressa à vila de Apúlia para reconstruir um passado de que não se consegue recordar.
O caminho desta mulher perturbada está prestes a cruzar-se com o de Eduardo, trazendo à tona segredos, paixões agressivas e remorsos intemporais, com consequências devastadoras sobre a vida da outrora pacata vila piscatória. Uma alegoria moderna de um clássico, onde os humanos se destroem sem precisarem de intervenção divina.

A minha opinião: 
Eduardo é um jovem como tantos outros. Tem 17 anos, terminou o secundário com notas razoáveis e só pensa em ir para a faculdade e para o curso que escolheu. A pacatez da sua vida vai ser abalada no momento em que faz uma entorse numa discussão com a sua namorada Bianca, uma rapariga de uma beleza excepcional, mas demasiado ciumenta. É aí que Júlia entra na sua vida.  
 
Aquela mulher mais velha, extremamente atraente, vai criar nele outros sentimentos, embora Júlia esteja na Apúlia por outros motivos que não apaixonar-se por um rapazinho 20 anos mais novo que ela.
 
De facto, Júlia deseja um regresso ao passado, para curar feridas antigas. Depois de tantos anos, Júlia, uma mulher completamente perturbada, deseja descobrir o que se passou naquela pequena vila piscatória no dia em que perdeu tudo. A chegada dela vai abalar a família de Eduardo, mas também de outros habitantes da Apúlia, que não estavam preparados para recebê-la.
 
Entre o passado e o presente, vamos descobrindo um pouco mais de cada personagem e vamos mesmo criando uma opinião sobre cada uma delas, que vai mudando a cada virar de página. Até porque nem tudo o que parece é... 

O cenário de pesca, de mar, de uma vila pequena onde toda a gente se conhece é tão bem descrito que só dá vontade de pegar no carro e partir para a descoberta da vila. E que é ainda mais enriquecido com personagens fortes como Simão, um homem amargurado com a vida, que se entrega à bebida para afogar mágoas do passado, mas que preza a educação do irmão Eduardo e tudo faz para o ver bem. Adelaide, mãe de Eduardo, uma mulher de fibra, cuja vida também não foi facilitada. 

E Júlia que me causou um misto de sentimentos.

Tudo isto resulta num livro intenso, pleno de histórias surpreendentes, que nos fazem querer ler mais e mais em busca dos segredos que cada uma das personagens carrega. Os momentos de tensão são equilibrados com outros de amor intenso, carnal, que torna o livro ainda mais realista e interessante. Andreia Ferreira fez um excelente trabalho: um livro com cheiro a mar.

 



Sem comentários: