terça-feira, 9 de maio de 2017

Porto Editora: "O Amor do Avesso" - Um relato corajoso e absorvente sobre o amor e o autoconhecimento

Título: O Amor do Avesso
Autor: Luisgé Martín
Tradução: Artur Lopes Cardoso
Págs.: 216
PVP: 16,60 €

Luisgé Martín descobriu cedo que era homossexual, mas demorou a aceitá-lo. Agora dá o seu testemunho em O Amor do Avesso.
Em 1977, aos 15 anos de idade, Luisgé Martín percebeu que era homossexual e prometeu que nunca ninguém o viria a saber. Chegou a pensar que tinha uma «doença» que poderia ser tratada com terapia comportamental. Desde aí percorreu um longo caminho, que passou por ultrapassar o seu próprio preconceito, reconhecer a rejeição como parte do percurso das relações afetivas e chegar ao conhecimento e aceitação de si próprio. Agora conta toda a sua história em O Amor do Avesso, que a Porto Editora publica a 18 de maio. Neste livro de reconhecida qualidade literária, Luisgé Martín narra de forma envolvente os tormentos por que passou no combate à pressão social da conservadora sociedade espanhola e da sua própria educação moral, até encontrar a sua identidade, aceitar que pode amar e ser amado, e viver sem segredos.
Com já vários livros de ficção publicados e premiados, O Amor do Avesso marca a estreia do autor em Portugal. Segundo Rosa Montero, esta é «uma fascinante, absorvente e comovedora viagem pelas sombras da intimidade e as máscaras da ficção, pelo anseio da felicidade e as múltiplas formas do fracasso».

Sobre o livro: 
O Amor do Avesso é a autobiografia de um rapaz que, ao chegar à adolescência, descobre que o seu coração está a apodrecer devido a uma «doença» maligna: a homossexualidade. «Em 1977, aos quinze anos, quando tive a certeza definitiva de que era homossexual, jurei a mim mesmo, aterrado, que nunca ninguém o saberia. Foi, tal como a de Scarlett O’Hara em E Tudo o Vento Levou, uma promessa solene. Todavia, em 2006 casei-me com um homem, numa cerimónia civil, perante cento e cinquenta convidados, entre os quais se encontravam os meus amigos de infância, os meus companheiros de escola, os meus colegas de trabalho e toda a minha família. Nesses vinte e nove anos que haviam decorrido entre uma data e a outra, eu sofrera uma metamorfose contrária à de Gregor Samsa: deixara de ser uma barata e fora-me convertendo, pouco a pouco, num ser humano.»
Com uma sinceridade desarmante, Luisgé Martín oferece-nos o relato de um trajeto primeiro doloroso e depois libertador até ao conhecimento de si próprio e à progressiva e tardia descoberta da felicidade – «o valor exato da ternura». O Amor do Avesso é uma obra de uma franqueza arrebatadora e de uma qualidade literária excecional.

Sobre o autor: 
Luisgé Martín nasceu em 1962 em Madrid, cidade onde sempre viveu. É licenciado em Filologia Hispânica pela Universidade Complutense de Madrid e tem um MBA pelo Instituto de Empresa (atualmente IE Business School) da mesma cidade.
Autor até agora inédito em Portugal, foi já galardoado graças a livros como Los Oscuros, La Muerte de Tadzio, Los Amores Confiados, La Mujer de Sombra, La Misma Ciudad ou La Vida Equivocada, entre outros, com o Premio Ramón Gómez de la Serna de narrativa, o Antonio Machado e o Vargas Llosa de contos, e o Premio Llanes de Viajes.

Imprensa
Revelação memorável. O autor faz com que o amor, o desejo sexual e a moral surjam debaixo de uma nova luz que a todos diz respeito. El País
Escrita acreditada, limpa e precisa em todos os momentos. Sempre que haja ocasião de proclamar estarmos na presença de um bom escritor, como neste caso, convém-nos sublinhá-lo. El Mundo
Luisgé Martín mergulha nas suas recordações para narrar a sua homossexualidade através da literatura. O Amor do Avesso é uma obra emotiva na qual o seu autor se despe na hora de contar a sua vida e os seus sentimentos. La Vanguardia
Luisgé Martín desce ao inferno. Em O Amor do Avesso, o autor aborda o processo compreendido entre o descobrimento e a aceitação da sua homossexualidade. Sem papas na língua. Um nu integral. ABC


Sem comentários: