terça-feira, 9 de maio de 2017

Porto Editora: Eleanor: Solitária, rotineira… e hilariante

Título: A Educação de Eleanor
Autor: Gail Honeyman
Tradução: Elsa T. S. Vieira
Págs.: 328
PVP: 17,70 €

Eleanor é a protagonista do romance de estreia de Gail Honeyman e não deixou ninguém indiferente.
Aos 29 anos, Eleanor Oliphant vive bem com o seu quotidiano. No trabalho, ninguém dá por ela; aos fins de semana, fecha-se em casa com piza e uma caneca de vodca. Em A Educação de Eleanor, Gail Honeyman apresenta-nos a protagonista que foi estrela na Feira do Livro de Frankfurt de 2015, onde os direitos de tradução foram vendidos para 26 países. Romance de estreia da autora, é publicado a 18 de maio pela Porto Editora, acompanhando o lançamento mundial.
A Educação de Eleanor é em parte um romance cómico, um thriller emocional sobre a solidão, e uma história de amor, narrada com o sarcasmo e perspicácia com que Eleanor vê o mundo à sua volta.

Sobre o livro:
Eleanor Oliphant tem uma vida perfeitamente normal – ou assim quer acreditar. É uma mulher algo excêntrica e pouco dotada na arte da interação social, cuja vida solitária gira à volta de trabalho, vodca, refeições pré-cozinhadas e conversas telefónicas semanais com a mãe.
Porém, a rotina que tanto preza fica virada do avesso quando conhece Raymond – o técnico de informática do escritório onde trabalha, um homem trapalhão e com uma grande falta de maneiras
– e ambos socorrem Sammy, um senhor de idade que perdeu os sentidos no meio da rua. A amizade entre os três acaba por trazer mais pessoas à vida de Eleanor e alargar os seus horizontes. E, com a ajuda de Raymond, ela começa a enfrentar a verdade que manteve escondida de si própria, sobre a sua vida e o seu passado, num processo penoso mas que lhe permitirá por fim abrir o coração.

Sobre a autora:
Gail Honeyman vive e trabalha em Glasgow. A Educação de Eleanor, o primeiro livro da autora, foi um dos livros mais destacados na feira do livro de Frankfurt de 2015, tendo direitos de tradução cedidos para 26 países.

Imprensa: 
Eleanor Oliphant é uma personagem literária deveras original: divertida, tocante e imprevisível. Jojo Moyes
Eleanor é deliciosamente divertida e as suas observações puritanas sobre a vida quotidiana revestem-se de um humor travesso muito refinado. Os leitores sentir-se-ão atraídos pela história trágica desta mulher – que vai revelando aos poucos o seu passado e as razões que a tornaram afinal tão singular – e alegrar-se-ão por ver Eleanor a transformar o seu passado escuro num futuro bem mais brilhante. The Booklist
Eleanor é uma mulher marcada por uma solidão profunda e pelas sombras de uma infância devastadora, que nem suporta recordar. Pouco a pouco, e demonstrando uma coragem extraordinária, Eleanor começa a despojar-se das várias camadas de torpor em que se protegera, permitindo que outras pessoas se aproximem dos seus sentimentos e abrindo caminho para uma vida de que ela considerava ser indigna. Engenhoso, bondoso e verdadeiramente tocante; adorei este livro. Paula McClain
Uma voz original e magnífica a descrever a solidão: solucei sem parar. Cathy Rentzenbrink
Um livro que tem tanto de perspicaz e de sério quanto de divertido e de cativante. The Observer
Um prazer absoluto! De rir às gargalhadas. E muito comovente. Daily Express
Uma análise incrível, literária e, não obstante, divertidíssima, sobre a solidão e o impacto que um pequeno gesto de bondade pode ter na vida de uma pessoa. Goodreads


1 comentário:

Dora disse...

Já cá canta!
Espero gostar!