sábado, 18 de fevereiro de 2017 | By: Maria Manuel Magalhaes

O fim da Primeira Dinastia e a ascensão do Mestre de Avis no novo romance histórico de Jorge Sousa Correia

Título: A Tentação de D. Fernando
Autor: Jorge Sousa Correia
N.º de Páginas: 432
PVP: 17,00€

O fim da Primeira Dinastia e a ascensão do Mestre de Avis no novo romance histórico de Jorge Sousa Correia. Nas livrarias a 15 de fevereiro.
Estamos em pleno século XIV, um século marcado por várias crises decorrentes de sucessivos maus anos agrícolas, pestes endémicas e guerras contra Castela. No trono está D. Fernando, um rei inconstante e fraco. Eis o pano de fundo do romance histórico A Tentação de D. Fernando.
D. Fernando I nasceu a 31 de outubro de 1345 e morreu a 22 de outubro de 1383. Entre uma e outra data, Portugal viveu momentos conturbados, de grande tensão política, económica e social, que deram origem a guerras e alianças perigosas.
Mas foram sobretudo as intrigas políticas e os escândalos da Corte que inspiraram Jorge Sousa Correia a escrever este novo romance. A juntar ao talento narrativo que já conhecemos de livros anteriores – O Mistério do Infante Santo, As Sombras de D. João II e A Traição de D. Manuel I -, encontramos neste romance rigor documental, ficção e realidade em doses generosas.
O resultado é uma reconstrução feita com saber e mestria de um período histórico em permanente sobressalto, com guerras, tratados de paz, promessas de casamentos para ajudar a confirmar a paz, desrespeito pelos tratados assinados e… volta tudo ao início.
Sem grandeza e fulminado pela paixão, D. Fernando é um cavaleiro sem sorte que deixa o reino à beira do precipício. Porém, na iminência do domínio castelhano, o nobre povo português revolta-se e procura na figura do Mestre de Avis um “regedor e defensor do reino”.