sexta-feira, 2 de setembro de 2016 | By: Maria Manuel Magalhaes

Grupo BertrandCírculo: Rentrée marcada pela divulgação de mais de 80 livros revela novidades exclusivas

V. S. Naipaul, Joseph Stiglitz, Jeffrey Archer, Álvaro Garrido, Stephen King, Julia Navarro, Augusto Cury, Álvaro Laborinho Lúcio, Martin Amis, Camilo Castelo Branco, Mary Beard, Danielle Stelle, Julia Shaw e Mary Higgins Clark entre os livros do Grupo BertrandCírculo até ao final do ano

O Grupo BertrandCírculo, composto pela Bertrand, Quetzal Editores, Temas e Debates, Círculo de Leitores, Pergaminho, ArtePlural, GestãoPlus e a chancela de livros bolso 11x17, apresenta os livros com publicação prevista até ao final do ano.
Para setembro, uma das grandes apostas da Bertrand Editora é «Santuário», de Andrew Michael Hurley, vencedor do Costa Award para romance de estreia e vencedor do British Book Award. Considerado como uma obra-prima gótica pelo jornal britânico The Guardian, «Santuário» tem já os seus direitos vendidos a 16 países e à DNA Filmes. «O Intervalo do Tempo», de Jeanette Winterson, lançado 400 anos depois da morte de William Shakespeare, é o primeiro título de uma série que tem sido publicada em mais de 30 países para celebrar o vulto maior do teatro mundial. Neste livro, a autora faz uma recriação de O Conto de Inverno do dramaturgo, adaptada ao século XXI. Ainda na ficção da Bertrand Editora, em outubro será lançado «Cuidado com o que Desejas», de Jeffrey Archer, o quarto volume das Crónicas dos Clifton. Ainda neste mês, será publicado o muito aguardado «Doutor Sono», a sequela do afamado The Shining, de Stephen King. Considerada pela crítica internacional uma das suas melhores obras, «Doutor Sono» tornou-se, inevitavelmente, nº 1 do The New York Times. Julia Navarro, autora de diversos livros de atualidade política, publicada em mais de 30 países e com mais de três milhões de exemplares de livros vendidos, terá o seu mais recente título em Portugal em outubro. «História de um canalha» é o resultado de uma mudança ousada de tema e estilo por parte da autora, que se aventura numa história contemporânea protagonizada por um homem sem escrúpulos. «Mischling – A Outra Metade de Mim», de Affinity Konar, chegará às livrarias também em outubro. Inspirado em factos verídicos, este livro conta
a história de duas irmãs gémeas que chegam a Auschwitz e que se tornam cobaias nas experiências de
Mengele. Steven Saylor e Mary Beard levarão os leitores numa viagem do tempo a Roma, em «A Ira das Fúrias» e «SPQR – Uma História à Roma Antiga», respetivamente.
Na área da não-ficção, a Bertrand Editora lançará em setembro «Do Medo à Esperança», de Raquel Varela e António Coimbra de Matos. Escrito a quatro mãos, este livro explica como vencer o medo social e individual; «O Euro», do Prémio Nobel da Economia Joseph Stiglitz, que pretende mostrar que o mandato do Banco Central Europeu está erradamente obstinado pelo controlo da inflação; «Um Percurso Político», de Thomas Mann, uma seleção dos ensaios políticos do autor, Nobel da Literatura em 1929, que pretende apresentar ao leitor a sua evolução ideológica; e «A Sebenta do Tempo», de Mário Augusto, para uma incursão ao mundo do cinema.
A Pergaminho acolherá também uma das grandes novidades do ano: «A Espia», de Paulo Coelho, chegará às livrarias portuguesas a 16 de setembro, revelando alguns dos segredos de Mata Hari. «Pais Inteligentes Formam Sucessores, Não Herdeiros», de Augusto Cury, lançado em outubro, aborda a necessidade e a importância de ensinar um filho a ser empreendedor, encaminhando-os para um futuro sólido e frutuoso.
A Temas e Debates apresenta também várias novidades até ao final do ano. Em setembro, «Queremos uma Economia Nova» é o mais recente livro de Álvaro Garrido, uma inovadora análise do corporativismo português, comparando-o enquanto regime com outros corporativismos fascistas do período entre as duas guerras. «A Ilusão da Memória», de Julia Shaw, ajudará os leitores a não cometer erros primários com as suas memórias, mostrando que as parcialidades podem contaminar a perceção da informação, que as memórias são adaptativas em relação às expectativas sociais e que a memória se modifica naturalmente ao longo do tempo. Em Outubro, «A Vida e as Receitas Inéditas do Abade de Priscos», de Fortunato da Câmara e Mário Vilhena da Cunha, dará a conhecer não apenas quem foi Abade de Priscos, mas revelará também receitas inéditas encontradas no espólio do famoso abade. «Sermões do Natal e do Advento», de Padre António Vieira, reúne os sermões que versam sobre o Natal e o Advento. Também ao longo deste mês, «Heróis e Hereges» é mais uma cativante história do inimitável autor de bestsellers Thomas Cahill, desta vez sobre como as inovações do Renascimento e da Reforma transformaram o mundo ocidental. Uma obra verdadeiramente revolucionária. Robert K. Wittman e David Kinney, em «O Diário do Diabo», escrevem sobre uma viagem pelo diário de guerra de Alfred Rosenberg – o principal filósofo de Hitler e arquiteto da ideologia nazi – entrelaça a história da sua recente descoberta com a revelação do seu conteúdo nunca publicado. O resultado é uma narrativa, apaixonante e sem precedentes, da ascensão nazi ao poder, do Holocausto, e dos planos de Hitler para o pós-invasão da Rússia. «Portugal: Ambientes de Mudança», de Luísa Schmidt, autora consagrada e investigadora em questões ambientais, é o primeiro notável balanço sobre as questões ambientais em Portugal. «Fábulas de la Fontaine», o clássico intemporal da literatura, tão atual hoje como há três séculos, da reúne mais de 200 fábulas num único volume, com ilustrações de Gustave Doré. Em novembro, Anabela Mota Ribeiro lança «Paula Rego por Paula Rego», um livro que reúne conversas ao longo de 5 anos e inclui cerca de 40 ilustrações de quadros, desenhos e gravuras da artista.
O Círculo de Leitores reserva para outubro o primeiro volume de «Camiliana», num lançamento exclusivo. Esta coleção de quatro volumes inclui todos os contos, novelas curtas, romances breves, cartas e textos jornalísticos, com recolhe, prefácio e notas de José Viale Moutinho. Quatro volumes com esclarecedoras anotações, acessível a todos os leitores. Uma coleção a permitir uma leitura completa de Camilo – e toda a evolução da sua prosa. Com a publicação das suas cartas, revela-se a intimidade do Camilo, as suas angústias e dissabores. Com os textos polémicos toda a sua coragem enquanto crítico e escritor.
A Quetzal Editores lança o seu primeiro livro na rentrée já a 2 de setembro. «Num Estado Livre», de V. S. Naipaul é um dos romances maiores do Nobel da Literatura. Este livro duro mas repleto de compaixão, foi distinguido com o Booker Prize em 1971, ano em que o livro foi publicado. Ainda em setembro, Álvaro Laborinho Lúcio terá disponível à venda o seu segundo livro de ficção, «O Homem que Escrevia Azulejos», um retrato sublime do poder, e do poder redentor da arte e do amor. A 23 de setembro, será finalmente publicado o primeiro volume da «Bíblia», numa tradução inédita de Frederico Lourenço, a partir do grego. Esta é a mais completa alguma vez publicada em português. Contém 80 livros (27 do Novo Testamento e 53 do Antigo Testamento), ou seja, mais 14 livros do que as versões do cânone protestante e mais sete do que a tradução do atual cânone católico. Em outubro, será publicado o romance de estreia de Zia Haider Rahman, «À Luz do que
Sabemos», que narra a epopeia de um homem e a sua desintegração psicológica – e é uma peça extraordinária de uma nova literatura pós-colonial. Temas como a não-pertença, o deslocamento, a emigração e a migração voluntária e económica – e também a política, a história, a religião e a matemática são abordados. Uma história repleta de histórias e de personagens em movimento, com ecos de W.G. Sebald e de Teju Cole. A «Seta do Tempo», do britânico Martin Amis, chega às livrarias em outubro. Finalista do Booker Prize de 1991, este romance relata a vida de um médico alemão nazi, responsável por crimes de guerra, numa narrativa de cronologia invertida. «Seda», de Alessandro Baricco, e «A Ira de Deus Sobre a Europa», de José Rentes de Carvalho, estarão disponíveis em setembro.
E, para 2017, a Quetzal Editores revela ainda a publicação de mais um livro de Roberto Bolaño.
A 11X17 possui atualmente a publicação de três títulos de bolso, entre setembro e outubro: «A Amante Holandesa», de José Rentes de Carvalho; «Inferno», de Dan Brown; e «Um Sonho de Esperança», de Nora Roberts.