terça-feira, 27 de setembro de 2016 | By: Maria Manuel Magalhaes

Comemorações dos 20 anos de livros de Valter Hugo Mãe

Para celebrar os 20 anos de livros de Valter Hugo Mãe, a Porto Editora preparou dois grandes eventos, no Porto e em Lisboa. As iniciativas, que duram todo o dia, contam com o apoio da Câmara Municipal do Porto, que quis associar-se à efeméride. No próximo domingo, 2 de outubro, a Casa da Música, no Porto, recebe o primeiro evento, que conta com a participação de artistas como Teresa Salgueiro, Ana Deus ou Adolfo Luxúria Canibal, para além de diversos académicos de diferentes proveniências e de momentos dedicados às crianças. A 8 de outubro, sábado, no Teatro S. Luiz, em Lisboa, acontece um evento de contornos semelhantes, mas que conta com nomes como Márcia, Ana Bacalhau ou Pedro Lamares. Em ambas as iniciativas vão ser apresentados o novo romance do escritor, Homens imprudentemente poéticos, e ainda um volume de textos académicos dedicados à obra do escritor, de autores de vários países. Os bilhetes (gratuitos) já disponíveis para levantamento na Casa da Música e no Teatro S. Luiz.

Desde 1996, Valter Hugo Mãe ofereceu aos leitores cerca de uma dezena de livros de poesia, quatro obras para crianças, um livro de contos e sete romances. O percurso deste autor, que em 2016 ano liderou as listas de vendas na Islândia, que, entre outros países, se vê prestigiado em França ou Croácia e aclamado no Brasil, faz dele um dos nomes imprescindíveis da literatura portuguesa contemporânea. Não espanta, portanto, que as mais recentes edições dos seus livros (Porto Editora) estejam entusiasticamente prefaciadas por figuras como Ferreira Gullar (o nosso reino, 7.ª ed.), José Saramago (o remorso de baltazar serapião, 10.ª ed.), Adonis (o apocalipse dos trabalhadores, 9.ª ed.), Caetano Veloso (a máquina de fazer espanhóis, 19.ª ed.), Alberto Manguel (O filho de mil homens, 12.ª ed.) ou Mia Couto (Contos de cãs e maus lobos, 3.ª ed.).