sexta-feira, 17 de junho de 2016 | By: Maria Manuel Magalhaes

Depois do sucesso de Os Crimes do Bispo e Vivenda Calamidade, chega às livrarias a 23 de junho o terceiro livro da renovada coleção de policiais da Livros do Brasil: O Falcão de Malta, de Dashiell Hammett

Título: O Falcão de Malta
Autor: Dashiell Hammett
Tradução: Gonçalo Neves
N.º de Páginas: 280
PVP: 7,70 €
Coleção: Vampiro

Depois do sucesso de Os Crimes do Bispo e Vivenda Calamidade, chega às livrarias a 23 de junho o terceiro livro da renovada coleção de policiais da Livros do Brasil: O Falcão de Malta, de Dashiell Hammett. Publicado pela primeira vez em Portugal em 1950, este foi o título com o qual a Vampiro apresentou aos leitores portugueses Dashiell Hammett, um dos principais nomes da história da literatura policial, e continua a ser até hoje o mais famoso da sua obra. O Falcão de Malta foi várias vezes adaptado ao cinema, nomeadamente por John Huston em 1941, com Humphrey Bogart a interpretar o papel do carismático detetive Sam Spade.
Neste livro, uma misteriosa Miss Wonderly contrata a dupla de detetives privados Sam Spade e Miles Archer para encontrarem a sua irmã desaparecida. Mas quando Archer é assassinado, a prioridade para Spade passa a ser descobrir o culpado. Miss Wonderly revela se afinal a bela e traiçoeira Brigid O’Shaughnessy e a verdadeira perseguição faz-se por uma relíquia medieval em ouro e diamantes de valor incalculável – a estatueta de um falcão.

Sobre o autor:
Dashiell Hammett nasceu em 1894, em Maryland, EUA. Começou a trabalhar aos catorze anos para ajudar a sustentar a família e em 1915, tinha então vinte e um anos, foi contratado pela Agência de Detetives Pinkerton. Este período serviu-lhe de inspiração para a escrita de policiais. A sua carreira literária iniciou-se com a publicação de contos na revista Black Mask, protagonizados desde logo pelo investigador Continental Op, um verdadeiro «duro» com vinte anos de experiência, que seria o herói do seu livro de estreia, Colheita Sangrenta, lançado em 1929. O Falcão de Malta, publicado em 1930, é a primeira obra onde surge outra das suas personagens marcantes, o detetive Sam Spade, e continua a ser até hoje o seu livro mais famoso, tendo sido frequentemente transposto para o cinema.
Completam a obra essencial de Hammett os títulos A Maldição dos Dain (1929), A Chave de Cristal (1931) e O Homem Sombra (1934).
Juntamente com Raymond Chandler, Dashiell Hammett introduziu o realismo nas histórias de detetives e é considerado o pai do género hard-boiled. Faleceu em Nova Iorque a 10 de janeiro de 1961.

Já na coleção Vampiro:
Nº. 1: Os Crimes do Bispo, de S.S. Van Dine
Nº. 2: Vivenda Calamidade, de Ellery Queen