sexta-feira, 11 de março de 2016 | By: Maria Manuel Magalhaes

Guerra e Paz: Caluanda:1001 termos para cantar e dançar o português

Título: PEQUENO DICIONÁRIO CALUANDA
Autor: Manuel S. Fonseca
N.º de Páginas: 120 páginas
PVP: 13,00 €
Género: Não Ficção/Dicionário
Nas livrarias a 16 de Março
Guerra e Paz Editores

Sinopse:
ESTE É UM DICIONÁRIO COM AS PALAVRAS NOVAS
QUE SE USAM EM LUANDA

Os angolanos conferem à língua portuguesa uma vitalidade própria. Em Luanda, os caluandas cantam o português, impregnando-o de um humor salutar que faz a língua portuguesa rir-se como não se ri em mais nenhum lugar onde é falada.

Esta é uma primeira recolha do que chamamos o falar de Luanda. São palavras novas, algumas, outras já com décadas, que conquistaram direito a reconhecimento, tão amplo é hoje o seu uso, já não só em An­gola, mas também em Portugal, em Moçambique e no Brasil.

À música, à imprensa e às redes sociais angolanas fomos buscar centenas de termos, fazendo-lhes corresponder uma frase que exempli­fica o seu emprego. São frases retiradas dos fóruns populares, blogues, caixas de comentários dos jornais angolanos online. Um dicionário que privilegiou a comunicação, a troca lexical quotidiana dos angolanos, o modo como se fala, hoje, na rua e em casa.

Sobre o autor:
Manuel S. Fonseca. É editor e autor. Viveu em Luanda de 1959 até final de 1976. Fundou a Três Sinais e a Guer­ra e Paz editores. Esteve ligado à Cinemateca Portuguesa, à RTP 2, à SIC e foi produtor ci­nematográfico na Valentim de Carvalho Fil­mes. Publicou livros de cinema e é cronista no semanário Expresso.