quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

O Meças, novo romance de J. Rentes de Carvalho, nas livrarias a 4 de março

Título: O Meças
Autor: J. Rentes de Carvalho
Género: Romance
N.º de páginas: 184
Data de lançamento: 4 de março
PVP: 15,50€

Novo romance de Rentes de Carvalho. Uma história de violência, em que a progressiva definição dos contornos da memória trará novas e dolorosas verdades.
Romance inédito que conta a história de António Roque, homem atormentado, possesso do demónio de funestas memórias. As imagens do passado que regularmente se apoderam dele transformam-no num monstro capaz dos piores actos. No entanto, a obscura história da irmã e do homem abastado que se servia dela e que, apesar de morto, continua a instigar-lhe um ódio devastador, não é exatamente como ele pensa que se lembra.
Depois de anos emigrado na Alemanha, o Meças regressa à sua aldeia de origem. Com ele vivem o filho (a quem detesta) e a nora (a quem deseja, mas inferniza a vida), atemorizando de resto todos os que com ele se cruzam.

«O Meças é um romance sobre a maldade – e sobre Portugal, transfigurado numa história «no mundo rural», longe das cidades, dos círculos «bem-educados» e cosmopolitas, da hipocrisia e do esquecimento.» Francisco José Viegas

«Rentes de Carvalho, vivo e ativo, é um dos melhores prosadores da língua lusa.» João Pereira Coutinho, Folha de São Paulo

«O melhor de um livro de Rentes de Carvalho é tudo.» Sara Figueiredo Costa, Time Out

Sobre o autor:
J. Rentes de Carvalho nasceu em 1930, em Vila Nova de Gaia. Obrigado a abandonar o país por motivos políticos, viveu no Rio de Janeiro, em São Paulo, Nova Iorque e Paris, trabalhando para vários jornais. Em 1956, passou a viver em Amesterdão, onde se licenciou e foi docente de Literatura Portuguesa, entre 1964 e 1988. Dedica-se, desde então, exclusivamente à escrita e a uma vasta colaboração em jornais portugueses, brasileiros, belgas e holandeses, além de várias revistas literárias. A sua extensa obra ficcional e cronista tem sido publicada na Holanda e recebida com grande reconhecimento, quer por parte da crítica, quer por parte dos leitores em geral, tendo alguns títulos chegado a alcançar o estatuto de best-seller. Os seus livros Com os Holandeses, Ernestina, A Amante Holandesa, Tempo Contado, La Coca, Os Lindos Braços da Júlia da Farmácia, O Rebate, Mazagran, Mentiras e Diamantes, Montedor, Portugal, a Flor e a Foice e Pó, Cinza e Recordações. estão atualmente disponíveis na Quetzal, que continuará a publicar o conjunto das suas obras.
J. Rentes de Carvalho foi galardoado, em 2012, com o Prémio APE para a Escrita Biográfica (com o livro Tempo Contado) e, em 2013, com o Prémio APE para a Crónica, com o livro Mazagran.


Sem comentários: