sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

No dia 4 de fevereiro, a Porto Editora lança A Sala Magenta, um romance de Mário de Carvalho

Título: A Sala Magenta
Autor: Mário de Carvalho
Págs.: 184
PVP: 14,40 €

No dia 4 de fevereiro, a Porto Editora lança A Sala Magenta, um romance de Mário de Carvalho sobre uma paixão devastadora e obsessiva, protagonizada por um homem derrotado e uma mulher inalcançável. Neste livro, vencedor do Prémio Fernando Namora, o autor procurou «começar a construir um universo ficcional povoado de homens mal-amados, sobre a relação sobremaneira equivocada e frustrante entre homens e mulheres. Sobre o desconsolo. Sobre a tristeza. Sobre todos nós». Retratando uma geração de artistas falhados, de intelectuais boémios iludidos, A Sala Magenta é um marco na obra de Mário de Carvalho e romance de que o autor mais se orgulha de ter escrito. Deixa porém uma advertência: «Procurar moldes da vida real para acontecimentos e personagens é ter em má conta a imaginação do autor. Pode ser que ele o mereça, mas não os lesados por equívocos de leitura.» A Sala Magenta vai ser publicado em França este ano pela editora Les Allusifs, numa tradução de Marie-Hélène Piwnik.

Sinopse:
Paixão, luxúria e erotismo. Raiva, crueldade e regelo. Dois tempos. O presente, numa casa na floresta, perto da Lagoa Moura, onde pena Gustavo Miguel Dias, um cineasta em fim de carreira, lambendo as suas feridas e rememorando tempos gloriosos. O passado, impante na capital. As festas. O álcool. Os quartos de hotel. O rol interminável de mulheres e amantes. E aquela sala magenta, duma tal Maria Alfreda, antecâmara da felicidade, conchego alcatifado, jogo perverso entre o desdém, o apaziguamento e a ameaça.

Sobre o autor:
Mário de Carvalho nasceu em Lisboa em 1944. O seu primeiro livro, Contos da Sétima Esfera, causou surpresa pelo inesperado da abordagem ficcional e pela peculiar atmosfera, entre o maravilhoso e o fantástico. Desde então, tem praticado diversos géneros literários, percorrendo várias épocas e ambientes, sempre em edições sucessivas. Nas diversas modalidades de Romance, Conto e Teatro, foram atribuídos a Mário de Carvalho os prémios literários portugueses mais prestigiados (designadamente os Grandes Prémios de Romance, Conto e Teatro da APE, o prémio do PEN Clube e o prémio internacional Pégaso). Os seus livros encontram-se traduzidos em várias línguas.
Página do autor: www.mariodecarvalho.com


Sem comentários: