terça-feira, 27 de outubro de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Livros do Brasil: A ficção completa de Dylan Thomas

Título: Retrato do Artista quando Jovem Cão e outras histórias
Autor: Dylan Thomas
Tradutor: José Lima
N.º de Páginas: 472
PVP: 18,80 €

Poeta consagrado aos 22 anos, Dylan Thomas nunca ocultou a sua veia de contista, e esta seria reconhecida com a publicação, há 75 anos, de Retrato do Artista quando Jovem Cão. Agora, pela primeira vez em Portugal, os contos desse emblemático volume, mas também todos os que publicou de modo disperso, e ainda o seu romance inacabado (Aventuras no Comércio de Peles) são reunidos pela Livros do Brasil em Retrato do Artista quando Jovem Cão e outras histórias.
Este livro, que reúne toda a ficção narrativa de Dylan Thomas, chega dia 29 de outubro às livrarias, na semana em que este celebraria o seu aniversário.
Desde as primeiras visões alucinatórias das forças obscuras que se escondem sob a superfície da vida no País de Gales, até à inimitável comédia dos seus últimos escritos autobiográficos, estas mais de 40 histórias traçam um percurso pela ampla obra ficcional deste enorme escritor, prematuramente desaparecido aos trinta e nove anos.

Sobre o autor:
Dylan Thomas nasceu em Swansea, no País de Gales, a 27 de outubro de 1914. Aos dezassete anos começou a trabalhar como jornalista no South Wales Evening Post e pouco depois rumou a Londres, onde rapidamente se afirmou como um dos poetas líricos mais importantes da sua geração. A partir de 1934 publicou vários livros de poesia, que culminaram na publicação dos seus Collected Poems em 1952.
Ao longo da vida foi também escrevendo contos, sendo o seu livro mais célebre o autobiográfico Retrato do Artista quando Jovem Cão, de 1940. Foi autor de guiões para filmes e de programas para a rádio, entre eles a peça radiofónica Under Milk Wood. Entre 1950 e 1953 fez quatro visitas aos Estados Unidos da América, na sequência de convites para conferências. A 9 de novembro de 1953, pouco depois do seu trigésimo nono aniversário, com uma saúde enfraquecida pelo alcoolismo, faleceu em Nova Iorque após colapsar no quarto de hotel onde estava hospedado.