quarta-feira, 23 de setembro de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

Novidades Marcador

Título: OS NÚMEROS QUE VENCERAM OS NOMES 
Autor: Samuel Pimenta
Editora: Marcador
Nº de Páginas: 176
PVP: 15,00€ 
À venda a partir de 16 de setembro 
O novo livro de Samuel Pimenta 
Um romance empolgante

Eles sabem quem ele é...
Andam à sua procura...
Um, Nove, Um, Seis, é a resposta
Para um mundo novo.
Sem limites, nem fronteiras, onde...
Tudo é possível

Em Os Números Que Venceram os Nomes, Samuel Pimenta consegue, com uma destreza literária que nos prende do início ao fim, contar uma história empolgante, que, embora passando-se num futuro imaginário, questiona muitos dos problemas das sociedades contemporâneas – a substituição estéril de um mundo espiritual por uma realidade puramente material.

Num futuro distante, comprovada matematicamente a existência de Deus, os homens são obrigados a trocar os seus nomes por números. Ergue-se uma ditadura global, em que todos são controlados e descaracterizados, uma sociedade de uma única religião, em que os algarismos definem tudo – pessoas, países, ruas, animais -, em detrimento da essência de cada um.

Sobre o autor:
Samuel Pimenta nasceu a 26 de Fevereiro de 1990, em Alcanhões, Santarém. Começou a escrever com dez anos e licenciou-se em Ciências da Comunicação pela Universidade Nova de Lisboa. Em 2012, venceu o Prémio Jovens Criadores na vertente de Literatura, promovido pelo Governo de Portugal e pelo Clube Português de Artes e Ideias. Recebeu, em 2014, a Comenda Luís Vaz de Camões, atribuída pela “Literarte – Associação Internacional de Escritores e Artistas”, no Brasil, assim como o Prémio Liberdade de Expressão 2014, atribuído pela Associação de Escritores de Angra dos Reis, Brasil. Tem participado em diversas conferências e encontros literários nacionais e internacionais e tem colaborado com publicações em Portugal, Brasil, Angola, Moçambique e Galiza. Atualmente, divide-se entre Lisboa e o Ribatejo, é cronista e escreve regularmente para o seu blog pessoal.


Título: Jogo Sujo 
Autor: Dick Lehr e Gerard O`Neill 
Editora: Marcador 
Nº de Páginas: 384
PVP: 19,50€
JÁ À VENDA 
Uma história arrepiante de crime e corrupção 

O livro que deu origem ao filme

BLACK MASS – JOGO SUJO

8 DE OUTUBRO NOS CINEMAS

Graças à escrita poderosa dos dois repórteres, que acompanharam o caso desde o início, Jogo Sujo é simultaneamente uma história de crime fascinante, e um alerta para os abusos de poder e um olhar penetrante sobre Boston.

John Connoly, e James «Whitey» Bulger, o maior, cresceram juntos nas ruas de South Boston. Décadas mais tarde, em meados dos anos 1970, voltaram a encontrar-se. Então, Connolly era uma figura importante na delegação do FBI de Boston e Whitey tornara-se padrinho da Máfia irlandesa. O que aconteceu depois – um negócio sujo para derrubar a máfia italiana em troca de proteção para Bulger – depressa escapou ao controlo do FBI, dando origem a homicídios, tráfico de droga, acusações e extorsão e, por fim, ao maior escândalo envolvendo informadores, em toda a história do FBI.

«O melhor trabalho de toda a carreira de Johnny Depp» VARIETY
«Um grande filme, ousado e arrepiante. Um retrato de uma extraordinária história real» THE GUARDIAN

Sobre o autor:
Lehr E O´Neill são os autores de The Underboss: The Rise e Fall of a Mafia Family. Inicialmente publicado em 2000 e Jogo Sujo, o livro que deu origem ao filme e foi produto da investigação destes dois jornalistas, foi um bestseller do New York Times e do Boston Globe durante quarenta e oito semanas consecutivas.