segunda-feira, 9 de março de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

O Espião Português - Nuno Nepomuceno [Opinião]

Título: O Espião Português
Freelancer - Livro I
Autor: Nuno Nepomuceno
E se toda a sua vida não passar de uma mentira?
Edição/reimpressão: 2015
N.º de Páginas: 376
Editor: Top Books
PVP: 16,99€

Sinopse:
E se toda a sua vida, tudo aquilo em que acredita, não passar de uma mentira?
O que faria?

Quando André Marques-Smith, o jovem director do Gabinete de Informação e Imprensa do Ministério dos Negócios Estrangeiros português é enviado à capital sueca, está longe de imaginar que aquele será um ponto de viragem na sua vida.

Ao serviço da Cadmo, a agência de espionagem semigovernamental para a qual secretamente trabalha, recupera a primeira parte de um grupo de documentos pertencentes a um cientista russo já falecido. Mas quando regressa a Portugal, tudo muda. Uma nova força obteve a segunda parte do projecto e, de uma forma violenta e aterrorizadora, resolveu mostrar ao mundo que está na corrida pelos estudos do cientista.

Por entre cenários reais de cidades como Estocolmo, Roma, Viena, Londres e Lisboa, a luta pelo inovador projecto começa, os disfarces sucedem-se, as missões multiplicam-se. E, enquanto é forçado a lidar com os condicionalismos de uma vida dupla, André vê-se inesperadamente envolvido num mundo de mentiras e traições, o mesmo que o levará a fazer uma descoberta que poderá mudar toda a Humanidade.

Vencedor do Prémio Literário Note 2012, O Espião Português funde elementos tradicionais da ficção de espionagem com uma abordagem inovadora, intimista e sofisticada. Thriller intenso e vertiginoso, ode à família, amizade e amor, este é um romance imprevisível e contemporâneo ao qual não conseguirá ficar indiferente.  

A minha opinião:  
Desde que foi o Vencedor do Prémio Literário Note 2012 que O Espião Português figurava na minha wishlist. No entanto, por uma razão ou outra nunca se tinha proporcionado a compra do livro e a consequente leitura do mesmo. O que é certo é que fui adiando uma agradável leitura.

Com a mudança para a Topbooks, Nuno Nepomuceno gentilmente ofereceu-me um exemplar do seu novo livro, com uma capa bastante mais atrativa, e parti para a sua leitura quase de imediato.

É certo e sabido que gosto de policiais, contendo eles crimes, espionagem ou intriga, pelo que era difícil não ficar indiferente a este André Marques-Smith, um espião português com uma vida intrigante. A trabalhar para a Cadmo, uma agência de espionagem ultra secreta na qual já trabalharam os seus pais e cujo um dos fundadores foi o seu avô, André levava uma vida completamente secreta. Aparentemente trabalhava para o Ministério dos Negócios Estrangeiros, que servia de fachada para a sua atividade clandestina.



No decorrer da leitura vamos conhecendo todas as facetas do protagonista: a sua atividade como espião, como empregado no ministério e como filho, amigo e irmão. André é um homem inteligente mostrando estar em excelente forma física para o desempenho das suas funções enquanto espião, mas também os seus conhecimentos académicos dentro do ministério que muito agradam o Ministro que vê nele o seu braço direito. A nível pessoal, André é um filho exemplar. Tem como melhor amigo Nuno, relações públicas na SIC, e teve uma paixão por uma rapariga que acabaria por deixá-lo passado pouco tempo, mas esse rompimento acabaria por ser mal resolvido deixando André num sofrimento atroz.

Todo este entrosamento na vida de André resulta bastante bem, transformando O Espião num excelente livro.

Sem querer adiantar muito mais da história, pelo final André vai ainda descobrir algo do seu passado que vai abalá-lo... o que deixa ainda mais curiosidade para a leitura do segundo livro do autor.