segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015 | By: Maria Manuel Magalhaes

As Instruções da Pitonisa - Erik Axl Sund [Opinião]

Título: As Instruções da Pitonisa
As Faces de Victoria Bergman - Livro III
Autor: Erik Axl Sund
Tradução: Rita Chuva
Edição/reimpressão: 2015
N.º de Páginas: 384
Editor: Bertrand Editora
PVP: 18,80€

Sinopse:
Um carro é devorado pelas chamas em Tantoberget. No interior, estão os corpos carbonizados de duas mulheres, as principais suspeitas dos assassínios em série das antigas alunas do internato de Sigtuna que Victoria Bergman frequentou. Na posse de uma delas, a polícia encontrou várias polaroides dos assassinados rodeados por túlipas amarelas. A detetive Jeanette Kihlberg compreende que, sob a aparência de suicídio a loucura mortífera prossegue o seu caminho. Sofia Zetterlund mantém as sessões de autoterapia para tentar, finalmente, compreender quem realmente é. Victoria Bergman recusa-se a ser dominada e ameaça continuar. Entretanto Madeleine, pensa na sua próxima vítima. É tempo de pagar.

A minha opinião:
O meu sentimento é de pena por ter chegado ao fim uma das melhores trilogias que li nos últimos tempos. A dupla Erik Axl Sund criou uma personagem impressionante, com um passado tremendamente marcante que iria condicionar o seu futuro e as suas acções para sempre. Isso iria influenciar o leitor a criar sentimentos adversos pela psicóloga que se iam mudando à medida que a história ia evoluindo, pelo menos esse foi o meu caso.

Jeannette Kihlberg não descansa até encerrar a investigação levada a cabo pelo seu departamento e encontrar os culpados das mortes macabras ocorridas. Mas não tem sido tarefa fácil.

A sua relação com Sofia Zetterlund tem evoluído, mas a luta desta última pelas fantasmas do passado pelos seus distúrbios de personalidade acabam deixá-la um pouco distante. É também estes distúrbios que nos fazem viajar entre o passado e o presente, conhecendo assim aspectos da vida de Victoria e de outras tantas personagens determinantes para o desfecho da história, que de outra forma era impossível percebermos.





É aqui também que aparece Madeleine Silverberg, uma jovem em busca de vingança, uma personagem completamente perturbada.

Esta trilogia é um murro num estômago. Demasiado gráfica, demasiado pormenorizada, porque demasiado real... A pedofilia, todos os actos e maus tratos perpetrados nas crianças são aterrorizadores, mas infelizmente isso acontece diariamente e deparamo-nos com eles nas notícias. Daí nos chocarmos ainda mais.

No entanto, As Instruções da Pitonisa não é feito de finais felizes.

Os outros livros da trilogia: 
 Opinião aqui
 Opinião aqui