segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Rapariga silenciosa - Tess Gerritsen [Opinião]

Título: Rapariga silenciosa
Autor: Tess Gerritsen
PVP: € 18,50

Um corpo desmembrado e vestígios de um animal junto às feridas. Esta é a misteriosa morte que Rizolli e Isles têm de resolver. Há alguns anos, naquelas mesmas ruas da Chinatown de Boston, teve lugar um massacre nunca deslindado e uma das sobreviventes manteve até hoje o silêncio, por medo. Mestre em artes marciais, esta mulher é a chave para a resolução de mais um crime. Mas conseguirá a dupla de investigadoras convencê-la a falar? Adaptado ao pequeno ecrã, Rapariga Silenciosa é um daqueles livros que, entre o medo e a curiosidade, não vai conseguir parar de ler.
A rainha do thriller americano está de volta com mais uma aventura da dupla de detetives de Boston, Jane Rizzoli e Maura Isles. Científica e meticulosa, Tess Gerritsen combina os seus conhecimentos em medicina com um singular registo de suspense, criando autênticos enredos de mistério. Os seus livros estão traduzidos para 40 línguas e contam já mais de 25 milhões de exemplares vendidos, em todo o mundo. 

A minha opinião:  
"Há quem dia que a vingança é apenas outras palavra para justiça".

Este poderia muito bem ser o mote para Rapariga Silenciosa. Neste novo livro de Tess Gerritsen a detective Rizzoli é chamada a Chinatown onde uma morte misteriosa de uma mulher lindíssima coloca novamente a dupla Maura e Jane em acção. A vítima foi encontrada com uma mão desmembrada e com um corte profundo na garganta e parece que ninguém viu nada. Chinatown é comunidade muito fechada pelo que é difícil para a polícia conseguir obter qualquer declaração por parte da sua população. Em suma, ninguém parece conhecer aquela mulher branca, linda, que morreu sem que se saiba porquê.

A investigação é envolta numa aura de mistério, que remonta a um crime ocorrido há 19 anos, aquando do massacre num restaurante chinês. A chave de tudo isto poderá ser uma Mestre em artes marciais, que parece saber mais do que realmente revela.

Pelo caminho Jane é ainda salva por um ajudante misterioso que parece esfumar-se nas sombras, o que levanta ainda mais o mistério naquela zona de Boston, intensificando ainda mais a magia chinesa e as artes ancestrais.

Mais uma vez, Gerritsen não me desiludiu. Adoro os seus livros, adoro a dupla Rizzoli & Isles, o facto de os opostos se atraírem tão bem, e o facto de neste livro, Tess ter dado destaque à sua herança asiática.

Novidade neste novo livro foi o facto de ter criado um novo detective, também ele asiático, que pelo que foi dado a perceber ao longo do livro, é uma personagem para dar continuidade. Johnny Tam é um detective com algum mistério, que poderá ser preponderante para a resolução deste novo caso.

Há ainda uma outra novidade: a existência de um outro narrador. Tess coloca na primeira pessoa a Mestre de Artes Marciais, de modo a que o leitor vá percebendo o que se vai passando naquela comunidade.

Muito bom.

 

Sem comentários: