terça-feira, 22 de julho de 2014 | By: Maria Manuel Magalhaes

Quetzal Editores: Mario Vargas Llosa, Doutor Honoris Causa da Universidade Nova de Lisboa

Mario Vargas Llosa, Prémio Nobel da Literatura em 2010 e autor de quem a Quetzal já publicou O Sonho do Celta, A Civilização do Espetáculo e O Herói Discreto, recebe esta tarde em Lisboa o título de doutor honoris causa, atribuído pela Universidade Nova de Lisboa. A cerimónia realiza-se na Reitoria daquela universidade, às 18h, e será apadrinhada por Francisco Pinto Balsemão.
O escritor peruano é um dos maiores escritores contemporâneos e um dos precursores do movimento que ficou conhecido como boom da literatura latino-americana, onde se destacavam nomes como Gabriel Garcia Márquez, Julio Cortázar e Carlos Fuentes. Apesar de ser reconhecida pelos seus romances, a obra de Vargas Llosa inclui também ensaios de grande fôlego sobre literatura, como La Orgía Perpetua, um estudo sobre Madame Bovary, de Gustave Flaubert, uma das suas maiores influências.
Jornalista, professor e cronista, Vargas Llosa recebeu o Prémio Nobel da Literatura em 2010, ”pela sua cartografia das estruturas de poder e pelas suas imagens incisivas da resistência, revolta e derrota dos indivíduos.”