quarta-feira, 25 de junho de 2014 | By: Maria Manuel Magalhaes

Silvia Avallone, autora de "Aço" em Lisboa a 24 e 25 de julho

A Esfera dos Livros convidou a escritora italiana Silvia Avallone para vir a Lisboa nos dias 24 e 25 de julho para promover o seu romance “Aço”.

Trata-se de uma obra literária que foi bastante aclamada pela crítica internacional e que se traduziu num fenómeno de vendas na Europa e no Brasil. Com este trabalho a jovem escritora recebeu diversos prémios, entre eles o Prémio Strega 2010, o Prémio Fregene 2010 e o Prémio dos Leitores do jornal francês L’Express em 2011.

No seu texto, Silvia Avallone transporta o leitor a uma Itália periférica, industrial, nos anos da governação de Berlusconi, captando com mestria as contradições da nossa época. É nesta época de falta de esperança e de perspectivas que decorre a história de amizade intensa entre duas jovens que buscam desesperadamente a sua identidade.

“Um murro no estômago”, publicou o Corriere della Sera, enquanto o le Parisien o considerou “Aço” uma obra “Potente. Cortante e Sincera”.


Sobre a autora:
Silvia Avallone (Biela, Itália, 1984), licenciada em Filosofia e Letras pela Universidade de Bolonha, iniciou a sua carreira literária escrevendo contos e poemas para revistas prestigiadas como ClanDestino e Nuevo Argomenti. Em 2007 publicou a sua primeira obra, a antologia poética Il libro dei vent’anni, com que venceu o prémio Alfonso Gatto, 2008. O seu verdadeiro reconhecimento chegou em 2010 com a publicação de De acero, a sua primeira incursão pelo mundo da narrativa. Um êxito de vendas e de crítica. Ganhou diversos prémios como o Prémio Campiello Pera Prima, 2010, o Prémio Flaiano 2010 de narrativa e o Prémio Fregene 2010. A obra foi ainda finalista do Prémio Strega 2010, considerado o mais prestigiado prémio literário em Itália. Recebeu ainda o Prémio dos Leitores do L’Express em 2011. Aço vendeu mais de 350 mil exemplares em Itália e converteu-se num êxito na Holanda, França e Espanha. Os direitos de tradução foram vendidos a 14 países.