segunda-feira, 9 de junho de 2014

Infância Roubada é o mais recente romance de Josephine Cox publicado pela Porto Editora

Título: Infância Roubada
Autor:
Josephine Cox
Tradução: Tânia Ganho
Págs.: 304
PVP: 16,60 €

No dia 13 de junho, a Porto Editora publica o mais recente romance de uma das mais populares escritoras inglesas da atualidade, Josephine Cox. Infância Roubada é a história da longa e solitária viagem de um rapaz na redescoberta do sentido de família, um livro enternecedor sobre o amor, a amizade e a esperança num final feliz, que ao mesmo tempo revela um lado mais impactante e dramático da autora.
Josephine Cox tem uma extensa obra publicada - este é o seu 50.º livro - e cerca de 16 milhões de exemplares vendidos, sendo que as sagas familiares da autora, muitas vezes inspiradas na sua própria experiência de vida, têm sido as favoritas dos leitores. O jornal Daily Mail considera que «o talento de Josephine Cox como contadora de histórias não permite ao leitor perder o encantamento».

Sinopse:
Edward Carter é um homem cruel e violento, habituado a instilar o medo em todos aqueles com quem se cruza e a dirigir com pulso de ferro as vidas da sua mulher e do seu filho. Peggy é uma mulher meiga e tímida. Com o passar dos anos, aprendeu a não contrariar o marido. Sabe que enfrentá-lo só piorará a situação, a ponto de fazê-lo perder a cabeça e cometer uma loucura contra ela ou contra o filho de ambos. Para proteger o filho, não resta outra opção a Peggy senão a de subjugar-se ao homem perigoso que tornou as suas vidas um verdadeiro pesadelo.
Introvertido e sem amigos, Adam é um menino receoso: não por si, mas pela mãe. Temendo que tudo o que faça desperte a ira do pai, Adam não vive como a criança que é.
Phil é um homem de natureza bondosa e de princípios. Conduz o autocarro escolar e é o único amigo de Adam. Num final de tarde, após o regresso da escola, Phil e Adam deparam-se com uma tragédia chocante, que forjará uma amizade indestrutível, nascida da mais profunda dor. Uma história de perda, mas também de grande companheirismo e da longa e solitária viagem de um rapaz na redescoberta do sentido de família.

Sobre a autora:
Josephine Cox nasceu em Blackburn, no Reino Unido. Com dezasseis anos conheceu o futuro marido, Ken, de quem tem dois filhos. Quando as crianças ingressaram na escola, decidiu retomar os estudos acabando por ser convidada para um lugar na Universidade de Cambridge. Mas como isso significava ausentar- -se de casa, optou pelo ensino e pela escrita. Quando terminou o seu primeiro romance, a família pregou-lhe uma partida e candidatou o livro, sem o seu conhecimento, ao prémio Superwoman of Great Britain, que viria a vencer.
Visite o site da autora em www.josephinecox.com

Imprensa:
Mais uma obra-prima. Best
Graças à sua escrita imaculada, a empatia pelos personagens irá alternando e à medida que os acontecimentos se aproximam da emocionante conclusão torna-se difícil para o leitor separar-se da história. News of the World
Mais um sucesso para Josephine Cox. Sunday Express
O mais recente romance de Josephine Cox não desiludirá o seu exército de fãs. Woman’s Weekly


Sem comentários: