sexta-feira, 28 de maio de 2010

Albatroz publica A Reconexão a 8 de Junho

Título: A Reconexão
Autor: Eric Pearl
N.º de Págs.: 264
PVP: 14,90 €

A Albatroz publica, a 8 de Junho, A Reconexão, do Dr. Eric Pearl. Este livro reúne as ideias do autor sobre uma nova forma de cura, que pode ser desenvolvida por qualquer pessoa, e explica por que razão o Dr. Eric Pearl
Pearl chamou a atenção dos médicos e investigadores mais conceituados de todo o mundo.
Um dos aspectos que mais inquietava os cientistas – actualmente muito menos cépticos –, e que ainda deixará na dúvida os mais incrédulos, era o facto de estes não encontrarem explicação para as inúmeras experiências de cura de cancro, sida ou paralisia cerebral, por exemplo, relatadas pelos pacientes do Dr. Eric Pearl. Aliás, a generalidade das pessoas que interagem com o Dr. Pearl manifestam subitamente capacidades de cura para elas próprias e para os outros. Portanto, que fenómeno é este?
Ao ler A Reconexão deve estar-se preparado para colocar em causa tudo o que se leu sobre medicina convencional. As novas frequências de cura descritas pelo Dr. Pearl transcendem qualquer “técnica” e elevam-nos a níveis muito além dos acessíveis por todos.
Este livro conta a viagem do Dr. Pearl, desde a descoberta dos poderes extraordinários de cura à merecida reputação que adquiriu por ser o precursor deste processo. E o mais importante de tudo: A Reconexão revela as técnicas, para que o leitor também as possa dominar.

Sobre o autor:

O Dr. Eric Pearl deixou para trás uma importante carreira enquanto quiroprático, em Los Angeles, para correr mundo a dar seminários e a salvar pessoas, assim que se apercebeu das suas extraordinárias capacidades de cura. Desde essa altura que o seu objectivo é dar a conhecer o poder da Cura Reconectiva a toda a gente.
Para mais informações visite o site:
www.thereconnection.com
Best-seller traduzido para cerca de 40 línguas. Até à data, o Dr. Eric Pearl ensinou este processo de cura a mais de 60 000 pessoas, em cerca de 70 países.

Civilização lança colecção Pónei Mágico

A Civilização vai lançar em Junho de 2010 os primeiros quatro títulos da nova colecção Pónei Mágico, de Sue Bentley. Esta colecção surge na linha do grande sucesso das colecções Gatinho Mágico e Cãozinho Mágico da mesma autora.
Publicada pela Civilização há dois anos, Sue Bentley vendeu já mais de 125.000
exemplares em Portugal.
Em Junho são, pois, lançados os títulos Um Novo Amigo (N.º1), Um Desejo Especial (N.º2), Um Trote Mágico (N.º3) e A Prova de Obstáculos (N.º4).
Duas novas aventuras desta colecção vão ser publicados de três em três meses, pelo que os próximos dois volumes - Um Verão à Beira-Mar (N.º5) e Montar sem Medo (N.º6) - estão agendados para Setembro de 2010. A colecção Pónei Mágico contará brevemente com um microsite - www.poneimagico.com – onde poderão ser encontradas informações sobre os
livros da colecção e sobre a personagem principal da história, o Comet. Através do site, os pequenos leitores poderão ainda escolher o seu pónei preferido – estando disponível um Top 10 sujeito a votação -, escrever uma mensagem ao Comet e ler as mensagens que ficarão disponíveis na página Web. Este microsite terá ainda ligação aos microsites das colecções Gatinho Mágico
(www.gatinhomagico.com) e Cãozinho Mágico (www.caozinhomagico.com).

Sobre a autora:
Os livros para crianças de Sue Bentley têm quase sempre animais, fadas e outros elementos da vida selvagem. Sue vive em Northampton e gosta de ler, ir ao cinema e observar, da sua janela,
os passarinhos nos comedores. Adora cavalos e acha-os totalmente mágicos. Um dos seus livros favoritos é o Black Beauty que deve ter lido pelo menos umas dez vezes. Na escola estavam sempre a chamar-lhe a atenção por sonhar acordada, mas agora percebeu que estava apenas a arranjar ideias para quando se tornasse escritora. Encontrou e foi dona de muitos bichos, mas os animais selvagens que conheceu ocupam um lugar especial no seu coração.

Bertrand publica Vitalogy

Título: Vitalogy
Autor: E. H. Ruddock

Chancela: Bertrand Editora
N.º de Páginas: 176
PVP: 13,90€


Vitalogy: Entre as superstições e as ditas “verdades científicas”
Um livro publicado em 1899 e que serviu de inspiração para os Pearl Jam.
O nome do disco, o livrete e a capa do 3º álbum do grupo são inspirados neste livro que faz analogias entre as superstições e crenças e as verdades científicas na área da saúde que existiam em 1899. A mensagem do livro levou a que o grupo deixasse para trás o nome que tinha escolhido para o álbum – Life – e desse ao seu 3º álbum o nome Vitalogy. Normalmente um livro dá origem a um filme…Vitalogy é um exemplo de um livro que deu origem ao nome de um disco que fascina todos os fãs de Pearl Jam. Parece que o resultado é bom.

Sinopse:
Inicialmente publicado em 1899, Vitalogy tornou-se num livro de referência sobre saúde, bem-estar, hábitos sociais e morais. Em 1930 tinha já vendido meio milhão de cópias e foi editada uma nova versão, com 1010 páginas. Continuou a vender-se até à chegada da Segunda Guerra Mundial e com o surgir de tratamentos médicos mais “modernos”. Passados quase 100 anos da primeira publicação, em 1994, os Pearl Jam editam o seu terceiro álbum com o título Vitalogy. O próprio booklet do CD incluía fac-similes do livro.

Sobre o autor:
E. H. Ruddock frequentou a Royal College of Physicians. Membro do Royal College of Surgeons em Glasgow, Escócia.



Civilização publica segundo volume da trilogia Guerreiro de Roma - O Rei dos Reis, Harry Sidebottom

Título: O Rei dos Reis
Autor: Harry Sidebottom
Título Original: King of Kings
Tradução: Isabel Alves
Páginas: 320 pp.
Tema: Romance Histórico
PVP: 16,99 €
Lançamento: Junho 2010

Na sequência do sucesso de Guerreiro de Roma – Fogo a Oriente, publicado em Junho 2009, a Civilização Editora lança em Junho 2010 o tão aguardado segundo volume da trilogia Guerreiro de Roma, cujo título é O Rei dos Reis. Esta trilogia da autoria do historiador de referência e especialista sobre o Império Romano, Harry Sidebottom, é escrita ao estilo do autor britânico Conn Iggulden.
Neste livro, Balista - o Guerreiro de Roma - vê-se envolvido numa rede de intriga e fanatismo religioso e a sua coragem e lealdade a Roma e ao imperador são postas à prova.

Sobre o autor:
Harry Sidebottom é professor catedrático de História Clássica na Universidade de
Oxford, onde é membro da St. Benet’s Hall e leitor do Lincoln College. A sua fama enquanto investigador é internacional, pois já publicou inúmeros estudos sobre as guerras antigas, a arte clássica e a história cultural do Império Romano. Nasceu em Newmarket, Suffolk, mas actualmente vive com a mulher e os filhos em Woodstock, perto de Oxford.

Sinopse:
256 d. C. O fantasma da traição paira como um presságio sobre o Império Romano. A chama do fervor cristão espalhou-se pelo Império como um incêndio e, nos círculos do poder, há intrigas de homens perigosos e poderosos. Entretanto, as forças sassânidas pressionam sem tréguas a fronteira oriental. O destemido general Balista regressa à corte imperial da cidade arruinada de
Arete… e descobre que há quem prefira vê-lo morto. De um momento para o outro, Balista vê-se envolvido numa rede de intriga e fanatismo religioso… e a sua coragem e lealdade a Roma e ao imperador serão postas à prova. O Guerreiro de Roma está de volta.

Civilização publica novas delícias de Tessa Kiros

Título: Veneza - petiscos
Autor: Tessa Kiros
Título Original: Venezia Food & Dreams
Tradutor: Jorge Pinho
Páginas: 288 pp.
Tema: Culinária
Público-alvo: Adulto
Preço: 27,99 €
Lançamento: Junho 2010

Depois de Sabores e Cozinha – Ao Encontro de Portugal (Junho 2009), a Civilização Editora volta a publicar em Junho de 2010 as receitas e viagens da autora Tessa Kiros com o livro Veneza – Petiscos.
Veneza é o reino italiano do sal e das pérolas, do prosecco e das sereias, da bigola e da polenta. Tessa Kiros passeia por Veneza, deixa-se absorver pela atmosfera da cidade e permite que o passado glorioso e as ruelas escuras de Veneza alimentem a sua imaginação. Por entre receitas e fotografias extraordinárias, podemos ler as notas do diário de Tessa sobre a vida e os petiscos de Veneza.

Sobre a autora:
Tessa Kiros nasceu em Londres, filha de mãe finlandesa e pai cipriota grego. A família mudou-se para a África do Sul quando tinha 4 anos e, aos 18, Tessa partiu em viagem para aprender tudo sobre as culturas e tradições do mundo, e novas formas de viver e comer. Foi cozinheira no The Groucho Club, em Londres, em Sidney, Atenas e no México, sendo actualmente autora de livros de um enorme sucesso. Conheceu o marido, Giovanni, durante uma viagem à Itália para
estudar a língua e a cozinha, e vive actualmente na Toscana.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Bertrand: O best-seller internacional «Livro das Coisas Perdidas» já está nos top’s de vendas em Portugal.

Título: O livro das coisas perdidas
Autor: John Connolly
Chancela: Bertrand Editora
N.º de Páginas: 302
PVP: 15,90 €


Misturando o mundo real com o imaginário, John Connolly, através do Livro das Coisas Perdidas, apresenta-nos uma história apaixonante onde o mundo da fantasia ganha asas. Um livro que vai fazer as delícias dos mais pequenos e encantar os mais adultos. Encontra-se disponível nas livrarias e já está no top de vendas! Sinopse Quando David, um menino de doze anos, se refugia do seu sofrimento nos mitos e contos de fadas de que a sua mãe, agora morta, tanto gostava, percebe que o mundo real e a fantasia se confundem. É então que começam a acontecer coisas más. E chega o Corcunda. David é violentamente impelido para uma terra habitada por heróis, lobos e monstros, cujo rei guarda os seus segredos num livro lendário…

Sobre o autor:
John Connolly John Connolly nasceu em Dublin em 1968. O seu livro de estreia, EVERY DEAD THING, lança-o imediatamente para a primeira linha dos autores de thrillers e, a partir de então, todos os seus romances se tornam best-sellers do Sunday Times. Foi o primeiro autor não americano a ganhar o prémio Shamus.

Porto Editora apresenta "Tesouro das Bailarinas" no dia 1 de Junho

Título: Tesouro das Bailarinas
Autoras: Susanna Davidson e Katie Daynes
Páginas: 96
P.V.P.: 11,90€

A 1 de Junho, Dia Mundial da Criança, a Porto Editora apresenta um livro que fará as delícias das apaixonadas por ballet.
No próximo dia 1 de Junho, a partir das 18:30, no piso 0 (junto à área da livraria) do El Corte Inglés Gaia Porto, a Porto Editora apresenta o livro Tesouro das Bailarinas. A sessão contará com a participação de um grupo de jovens bailarinas da Academia de Dança de Paredes e da Academia Fernanda Canossa.
Repleto de magia, este livro é uma excelente introdução ao mundo do ballet e é ideal para qualquer menina que sonhe ser bailarina. Desde os primeiros passos de ballet até ao entusiasmo e maravilha de organizar um espectáculo, este tesouro vai levar as pequenas bailarinas ao mundo fantástico das mais bonitas histórias de bailados.
Tesouro das Bailarinas encontra-se dividido em quatro partes: Ser uma bailarina; Organizar um espectáculo; Estrelas de ballet e Histórias de bailados. Neste último capítulo, são referidas, entre outras, as peças A Bela Adormecida, O Quebra-Nozes, O Lago dos Cisnes e Cinderela.

Porto Editora publica o caso literário de 2009 em Itália: "Sopro do mal"

Título: Sopro do Mal
Autor: Donato Carrisi
Tradução: Joana Fabião
N.º de Págs.: 448
Capa: mole
PVP: 18,00 €

O sucesso de Sopro do Mal, do italiano Donato Carrisi, fez do autor o fenómeno literário de 2009 em Itália e um nome pelo qual agentes e editores de toda a Europa se interessaram.
Antes de ser publicado, os direitos de tradução deste thriller já tinham sido adquiridos por editoras de dez países. Na Alemanha, logo nos dois primeiros meses, foram vendidos 50 mil exmplares. Hoje, em Itália, as vendas já ultrapassam os 200 mil. E basta fazer uma pesquisa na Internet para perceber que, na chamada blogosfera, os espaços dedicados à literatura policial e aos thrillers são unânimes nos elogios. Depois do reconhecimento do público, veio o da crítica: os jornais chamaram-lhe «estrela», «o génio do thriller» e «o caso literário de 2009». Para culminar um ano de grande sucesso, só faltavam os prémios: Sopro do Mal venceu o Bancarella 2009, o Camaiore Letteratura Gialla 2009, o Belgioioso Giallo 2009 e o Mediterraneo del Giallo e del Noir 2009.
Este romance perturbador, baseado em casos reais, evoca sucessos como O Silêncio dos Inocentes, Seven ou a série CSI – o que não é de admirar, uma vez que Carrisi é argumentista de cinema e de televisão.
Sopro do Mal apresenta um novo tipo de assassino em série: o subliminar, aquele que instiga outros a matar por ele (daí o título original: Il Suggeritori – o “sugeridor”), explorando os desejos inconfessáveis de cada um. Por isso, Carrisi afirma que todos somos potenciais serial killers.
O livro é publicado pela Porto Editora a 2 de Junho.

O enredo
Seis braços enterrados. Seis crianças desaparecidas. Um serial killer brilhante e monstruoso, que instiga outros a matar por si.
O criminologista Goran Gavila e a sua equipa de investigação são chamados a intervir, procurando descobrir um assassino que parece pô-los constantemente à prova.
Mila Vasquez, investigadora especializada em encontrar pessoas desaparecidas, entra em cena e junta-se à caça do homicida. Mas cada passo que dá é, na verdade, controlado por uma mente genial e implacável. Tudo se passa como um diabólico jogo de dominó, como se o Mal trouxesse consigo uma mensagem…

Sobre o autor:
Donato Carrisi nasceu em 1973 em Martina Franca (Itália).
Licenciado em Direito, especializou-se depois em Criminologia e Ciências do Comportamento, com uma tese sobre um dos mais terríveis serial killers italianos, o “Monstro de Foligno”.
Dedica-se desde 1999 à carreira de argumentista de cinema e televisão, tendo sido co-autor de algumas séries e filmes premiados. Sopro do Mal é o seu primeiro livro.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Saída de Emergência publica "Um instante ao vento" de André Brink

Título: Um instante ao vento
Autor: André Brink
Género: Literatura Contemporânea
Palavras-chave: Apartheid, discriminação racial, escravatura, África do Sul, tirania
Tradutor: Alberto Simões
Páginas: 272
Tiragem: 1800
PVP: 18,80 €
Data de Lançamento: 11 de Junho de 2010

Uma mulher branca e um homem negro perdidos na selva do interior
sul-africano. Ela é uma mulher educada e totalmente indefesa no meio
da selva; ele é um escravo foragido, o elemento mais baixo
aos olhos da sociedade do século XVIII. Ambos se conhecem apenas a si mesmos… e vão percorrer um longo caminho de regresso à civilização.

“Os escritores e intelectuais da nossa sociedade foram elementos-chave para
enfrentar e quebrar a tirania do silêncio. As suas obras continuaram a demonstrar, mesmo nos anos mais negros, que as vozes sul-africanas da justiça e razão não seriam silenciadas.”
NELSON MANDELA

Sobre o autor:
André brink nasceu em 1935 na África do Sul, e é um dos autores sul-africanos mais reputados da actualidade. Poeta, ensaísta, romancista e professor de inglês na Universidade da Cidade do
Cabo, ganhou notoriedade nos anos sessenta por obras que denunciavam a injustiça do apartheid. Escreve os seus livros na língua afrikaans, mas com a censura do governo sul-africano, começou
a escrever simultaneamente em inglês, obtendo aclamação internacional.

A Saída de Emergência apresenta assim Um Instante ao Vento de André Brink, um dos mais premiados, conceituados e influentes autores sul-africanos, cuja projecção internacional lhe permitiu ser várias vezes mencionado para o Nobel da Literatura.

Amigo pessoal de Nelson Mandela (que escreveu o prefácio desta obra), Brink tem uma marcada preocupação humanitária, tendo o combate ao apartheid assumido, naturalmente, um papel de destaque nas suas obras. Começou por escrever no dialecto Afrikaans o que lhe valeu ser perseguido pela censura e ter que começar a escrever, também, em Inglês. Foi este facto que lhe permitiu mais facilmente tornar-se conhecido fora da África do Sul.

Autor estará em Portugal para apresentar a obra

André Brink estará em Portugal, a convite da Saída de Emergência, para apresentar Um Instante ao Vento. Com ele estará também, outro conceituado autor e fã, Richard Zimler de quem é, também, grande amigo. A apresentação será no El Corte Inglés de Lisboa no dia 8 de Junho, pelas 18h30.

Porto Editora lança um guia prático ilustrado com métodos naturais para viver em forma: "Ser jovem em todas as idades"

Título: Ser jovem em todas as idades
Autor: Dr.ª Nadia Volf
Tradução: Isabel St. Aubyn
N.º Págs.: 288
P.V.P.: 16,50€

Ser jovem em todas as idades passou de presunção a livro e estará acessível a todas as portuguesas a partir do próximo dia 27 de Maio. Com formação em Ciências Ocidentais e em Medicina Tradicional Chinesa, a Dr.ª Nadia Volf reuniu neste guia prático o melhor de ambos os conhecimentos. Recorrendo a numerosos exemplos e a mais de cem ilustrações com exercícios e pontos de acupunctura, demonstra como é possível uma mulher, através de gestos simples, incluindo a digitopunctura (estimulação desses pontos com os dedos), e novos hábitos, cuidar do seu corpo, de modo a que cada idade melhore a seguinte... e o seu futuro.
Na China antiga, era prática usual pagar ao médico quando... se gozava de boa saúde; e, quando se adoecia, o tratamento tornava-se gratuito. Porquê? Porque um bom médico deveria ser capaz de prevenir as doenças.
Ao escrever este guia, quis explicar a cada mulher, de acordo com a sua idade, as características e as potencialidades do seu corpo, os problemas que porventura enfrentará e os meios que existem para os prevenir. Na verdade, aos 20, aos 50, ou aos 80 anos, a vida não exige os mesmos esforços nem carece da mesma energia. O meu objectivo, com este livro, é que cada mulher saiba como viver em plena forma, feliz e durante muito tempo.
Dr.ª Nadia Volf

Sobre a autora
:
Autora de vários livros práticos inspirados na medicina chinesa, Nadia Volf é doutorada em Medicina e em Ciências, professora agregada de Neurofarmacologia da Universidade de Leninegrado e diplomada em Acupunctura pela Faculdade de Medicina de Montpellier.

O que dizem
:
«A bíblia do bem-estar para todas as mulheres que se preocupam com o seu corpo.»
1001 Santé
«Nadia Volf exemplifica como, através de gestos simples, cada uma de nós compreenderá melhor o seu corpo.»
Jemesensbien.fr
«Porque as necessidades e o equilíbrio evoluem ao longo da vida, a Dr.ª Nadia Volf desenvolveu um método simples para as mulheres ganharem energia e se sentirem mais bonitas.»
Elle
«20, 30, 40, 50 anos, mais bonita e em melhor forma.»
Elle
«No livro Ser Jovem em todas as Idades encontrará uma série de conselhos para tornar o seu quotidiano mais agradável, permitindo que se relaxe e enfrente a vida com mais ânimo.»
Esprit Jeune

O Décimo Círculo - Jodi Picoult [Opinião]

-->
Título: O Décimo Circulo
Autor: Jodi Picoult
Edição/reimpressão: 2006
Páginas: 340
Editor: Civilização Editora
PVP: 16€

Sinopse:

Daniel Stone era o único rapaz branco da vila esquimó do Alasca onde a mãe dava aulas. Por ser diferente, todos troçavam dele sem misericórdia e ele retribuiu tornando-se o pior dos adolescentes, roubando, bebendo e assaltando, até um dia deixar a vila. Quinze anos depois, Daniel é uma pessoa totalmente diferente: um pai calmo e atencioso, autor de banda desenhada, casado com uma professora que dá aulas sobre Dante e o seu Inferno. Trixie, a filha de ambos, é tudo para Daniel. Mas toda esta calma é perturbada no dia em que Trixie é violada numa festa e Daniel começa a debater-se novamente com uma impotência e uma raiva que podem destruí-lo a si e à sua família.
O Décimo Círculo questiona até onde somos capazes de ir por alguém que amamos e quantas vezes somos capazes de nos reinventar até os nossos erros desaparecerem para sempre ou voltarem para nos assombrar quando menos esperamos. Mas este livro mostra que existe mais do que uma maneira de contar uma história. No livro encontramos também a banda desenhada de Daniel Stone que conta a história de uma rapariga que é raptada pelo diabo e levada para o inferno de Dante, e do pai que literalmente desce ao inferno para salvá-la. Este livro viaja desde os corredores de um liceu moderno até uma vila isolada no Alasca, e do inferno até ao coração desfeito de um pai.

A minha opinião:
O Décimo Círculo foi o primeiro livro que li da tão falada Jodi Picoult. Gostei do enredo e gostei da forma que a autora contou a história de Trixie e Jason, de Daniel e Laura.
Trixie era uma jovem de catorze anos normal a tantas outras até que é violada pelo ex-namorado, Jason. Sem que os seus pais saibam, Trixie vai a uma festa em casa da sua amiga Zephyr e quando se apercebe está a ser violada pelo rapaz que tanto gosta Jason. Tudo indica que tenha sido drogada, embora Jason fique surpreendido quando é acusado de drogar e violar a sua ex-namorada.
No entanto, naquela pequena localidade, e tal como acontece em muitos locais em todo o mundo, nem sempre as pessoas ficam do lado da pessoa que é violada e colocam como vítima o violador. Trixie viu-se assim ridicularizada na escola, desacreditada por quase todas as pessoas, inclusive a polícia e começa a inventar uma outra história do que se passou naquela noite, mas isso vai prejudicá-la ainda mais. Esta tragédia abate a família de Trixie, que já se encontrava bastante fragilidade devido à traição de Laura com um aluno do liceu. No entanto, a busca pela defesa da filha vai juntar o casal novamente.
Daniel refugia-se na Banda Desenhada, Laura no Inferno de Dante e através destas duas paixões pode-se entender melhor ainda o enredo de O Décimo Círculo.
Uma história que aborda os problemas da juventude, a forma como se integram na escola, a forma como lidam com os seus problemas, e a própria ajuda e compreensão dos pais com os próprios filhos. Interessante a analogia que a autora fez da paixão dos pais (BD e Dante) com o que se estava a passar no seio da sua família.

Apresentação de Amanhecer na Rotunda no dia 27 de Maio

A Saída de Emergência vai apresentar Amanhecer na Rotunda, a mais recente obra de José Sequeira Gonçalves e João Espada. A apresentação contará com a presença do Professor Doutor António Ventura, Director do Centro de História da Universidade de Lisboa.

O evento terá lugar na Sala de Âmbito Cultural do Él Corte Inglés de Lisboa (piso 7), dia 27 de Maio, pelas 18h30.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Sextante Editora publica "Os meus irmãos Fidel e Raúl" a 27 de Maio

Título: Os meus irmãos Fidel e Raúl
Autor: Juanita Castro e Maria Antonieta Collins
N.º Págs.: 400
P.V.P.: 16,50€

Juanita Castro reuniu as suas memórias. Os meus irmãos Fidel e Raúl é o corajoso relato de quem decidiu contar tudo.
A Sextante Editora publica na próxima quinta-feira, 27 de Maio, o relato de Juanita Castro, irmã de Fidel e Raúl Castro, sobre alguns dos acontecimentos que mudaram para sempre a história de América Latina. Pela primeira vez, Juanita revela um segredo que escondia há mais de 50 anos e que os próprios irmãos desconheciam: que trabalhou, de facto, para a CIA, tendo sido recrutada pela embaixatriz brasileira em Havana. Mais do que um livro que conta a vida de uma família, Os meus irmãos Fidel e Raúl faz-nos mergulhar no mundo familiar dos Castro, desde a sua infância e juventude até às novas gerações, passando pela gesta contra Batista, a Revolução e o posterior desencanto de muitos.
Ao longo deste fascinante relato desfilam os míticos personagens da Revolução Cubana. Fidel e Raúl Castro, Camilo Cienfuegos, Ernesto «Che» Guevara e Celia Sánchez, entre outros, mostram aqui a sua faceta menos conhecida.
O livro foi escrito com o apoio da jornalista Maria Antonieta Collins.

Sobre as autoras
:
Juana de la Caridad (Juanita) Castro Ruz nasceu em 1933, em Cuba. De uma família de sete irmãos, é irmã do ex-Presidente Fidel Castro e do actual Presidente Raúl Castro. Como todos os seus irmãos, foi activa durante a revolução cubana. Após a revolução, Juanita sentiu-se traída pela influência crescente dos comunistas cubanos sobre o governo e começou a colaborar com a CIA. Deixou o país em 1964 e instalou-se nos Estados Unidos, onde vive até hoje. Eis o livro das suas memórias.
María Antonieta Collins nasceu em 1952, no México. Destacada jornalista e apresentadora de televisão, é autora de sete livros e foi premiada com quatro prémios Emmy e o prémio Edward Murrow.

Cassandra Clare em Portugal de 14 a 16 de Junho

A autora da série Caçadores de Sombras, bestseller do New York Times (mais de 25 semanas no TOP), estará em Portugal de 14 a 16 de Junho para apresentar o livro A Cidade de Vidro. Cassandra Clare é uma jovem autora de livros para "jovens adultos", um novo género que na América foi denominado por young adult literature.

Em Portugal e no estrangeiro, tanto na Europa como nos EUA, são cada vez mais os livros a chegar às livrarias que têm protagonistas vampiros, anjos, lobisomens, e outras criaturas sobrenaturais e uma história de amor como pano de fundo. Aquilo que começou por ser um subgénero do Fantástico é actualmente uma área literária com grande expressão. E não são apenas os adolescentes e os jovens a deixarem-se conquistar.

Nascido dos romances góticos do século XIX, com raízes em contos góticos ou de suspense, como "Frankstein" de Mary Shelley, "Carmilla" de J. Sheridan Le Fanu, o novo romance sobrenatural engloba temas paranormais inesperados e dá a conhecer novos talentos. J.K.Rowling (com o inesquecível Harry Potter), Stephenie Meyer, L. J. Smith e Charlaine Harrys são alguns dos nomes já consagrados dentro deste género.

Lançamento "Mataram o Sidónio" de Francisco Moita Flores com apresentação do Gen. Ramalho Eanes - Dia 1 de Junho, às 18h30

Dicionário de Termos Médicos disponível na Infopédia

O universo online dos dicionários na Infopédia está sempre a crescer. São já 17 obras, disponíveis a qualquer hora através do computador ou do iPhone.
Depois do sucesso da edição em papel, está disponível desde hoje na Infopédia o Dicionário de Termos Médicos. Elaborado por Manuel Freitas e Costa, a obra preenche uma lacuna sentida por todos os estudantes e profissionais da área da Saúde que procuram um documento de referência redigido em língua portuguesa.
Escrito num estilo fluente e orientado para um vasto público, com uma apresentação das entradas eficaz e acessível, este Dicionário garante a facilidade de consulta mesmo para pessoas pouco familiarizadas com as noções técnicas e cobre um largo espectro de especialidades da Medicina, retratando a própria evolução da linguagem médica numa era de progresso científico e de modernização tecnológica sem precedentes.
O Dicionário de Termos Médicos apresenta cerca de 30 000 conceitos definidos de forma clara e acessível, e dados biográficos para cerca de 4000 personalidades que identificaram ou descreveram doenças, sinais, microorganismos, técnicas ou terapêuticas.
O autor, Manuel Freitas e Costa, é Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Medicina de Lisboa e membro honorário da Sociedade Portuguesa de Pneumologia. Autor e co-autor de numerosos trabalhos publicados em revistas científicas e em livros da especialidade, participou em inúmeras palestras, comunicações e congressos científicos nacionais e internacionais.
Garantindo o maior rigor científico, o Dicionário de Termos Médicos é um auxiliar indispensável para profissionais e estudantes de Medicina e, em geral, para todos os que se interessam pelas questões ligadas à teoria e à prática desta disciplina.

Civilização publica novo livro do Prémio Nobel da Literatura, Naguib Mahfouz: "Os Filhos do Nosso Bairro"

Título: Os Filhos do Nosso Bairro
Autor: Naguib Mahfouz
Título original: Awlad Haratina
Tradução: Badr Hassanein
Páginas: 432 pp.
Tema: Romance
PVP: 18,50 €
Lançamento: Junho 2010

Sinopse:
Os Filhos do Nosso Bairro é um romance constituído por pequenas histórias sobre as vidas dos descendentes de um egípcio, Gabalawi, e dos seus filhos que vivem no bairro que vai crescendo e rodeando a sua mansão. Cada uma das cinco histórias se centra no surgimento de um “salvador” que vem remir os habitantes do bairro de governantes criminosos perversos, dando origem a uma época de paz e prosperidade. No entanto, após a morte de cada um destes notáveis salvadores, os habitantes do bairro regridem inevitavelmente para uma vida governada pela ganância e pela ânsia de poder que os conduz de novo à criminalidade.
Mahfouz tece uma narrativa encantadora que acompanha várias gerações através dos seus triunfos e sofrimentos, explorando a importância da esperança, da espiritualidade, da justiça e da noção de história de um povo face à opressão.

A Civilização Editora vai publicar em Junho de 2010 o romance Os Filhos do Nosso Bairro, de Naguib Mahfouz, vencedor do Prémio Nobel da Literatura em 1988. Originalmente publicado em árabe em 1959, sob a forma de folhetins no jornal Al-Ahram do Cairo, Os Filhos do Nosso Bairro teve a oposição severa das autoridades religiosas e a sua publicação já sob a forma de livro foi proibida no Egipto. É agora editado pela primeira vez em Portugal, traduzido directamente do
árabe. A par da Trilogia do Cairo, esta é uma das mais importantes e emblemáticas obras da carreira de Naguib Mahfouz.

Sobre o autor:
Naguib Mahfouz nasceu no Cairo em 1911. Modernizou a literatura árabe, sendo considerado um dos seus maiores vultos. Sendo considerado um dos principais autores de língua árabe de todos os tempos, Mahfouz era o único escritor árabe vencedor do Prémio Nobel aquando da sua morte. Publicou 34 romances, mais de 350 contos, dezenas de argumentos cinematográficos e cinco peças ao longo de uma carreira de mais de 70 anos. Viveu com a mulher e as duas filhas na sua
cidade natal até falecer, em 2006. Este é o quinto livro de Naguib Mahfouz publicado pela Civilização Editora, após a célebre Trilogia do Cairo - Entre os Dois Palácios (Outubro 2007) / O Palácio do Desejo (Abril 2008) / O Açucareiro (Agosto 2008) – e Conversas de Manhã e de Tarde (Abril 2009). A Civilização conta publicar novamente este autor em Outubro de 2010 com o romance Cairo Modern.

Civilização publica romance vencedor do National Book Award: "Três Verões", Julia Glass

Título: Três Verões
Autor: Julia Glass
Título Original: Three Junes
Tradução: Margarida Avilez
Páginas: 464 pp
Tema: Romance
PVP: 18,50 €
Lançamento: Junho 2010

A Civilização Editora vai publicar em Junho de 2010 o romance de Julia Glass, intitulado Três Verões. Depois de Pelo Mundo Fora (Março 2008) e de Vejo-te em Todo o Lado (Junho 2009), a Civilização volta a apostar nesta autora americana, desta vez com o lançamento do seu primeiro livro, que lhe valeu o National Book Award em 2002 e a lançou a nível internacional.
Três Verões, cuja acção tem lugar na cidade de Nova Iorque e nas ilhas gregas, explora com grande perspicácia as relações humanas, descrevendo a vida e os amores da família McLeod durante três Verões cruciais, ao longo de uma década.

Sobre a autora:
Julia Glass nasceu em 1956 em Massachusetts, onde vive actualmente com a família. Foi bolseira do Radcliffe Institute for Advanced Study no ano lectivo de 2004-2005. Obteve igualmente bolsas do National Endowment for the Arts e da New York Foundation for the Arts. Os seus contos receberam três prémios Nelson Algren e o prémio Tobias Wolff.

Porto Editora lança "A Dança das Borboletas" a 27 de Maio

Título: A Dança das Borboletas
Autor: Poppy Adams
Tradução: Victor Cabral
N.º Págs.: 320
P.V.P.: 16,50€

Com A Dança das Borboletas, Poppy Adams surpreendeu o mundo literário com um romance “sombrio e perturbador” (Library Journal).

A Porto Editora lança no próximo dia 27 de Maio o livro de estreia da britânica Poppy Adams. A Dança das Borboletas foi finalista do Costa Book Awards para primeiro romance e conseguiu a admiração da crítica literária. Nesta história inquietante, Poppy Adams recupera o passado e os segredos de duas irmãs que regressam à casa que as viu crescer.
Assomando à janela do primeiro andar da mansão degradada que em tempos fora a sua idílica casa de família, Ginny aguarda ansiosamente a chegada da irmã, que partiu há quarenta e sete anos e nunca mais voltou. Especialista em borboletas, Ginny leva uma vida de reclusão, com medo de se aventurar no mundo exterior.
Com o regresso de Vivien, os segredos que provocaram a separação das duas irmãs irão perturbar o quotidiano de Ginny muito para além das rotinas precisas que lhe definem os dias.
Das suas infâncias, apenas o sótão da casa permanece inalterado, com as suas paredes revestidas com mostruários de borboletas cuidadosamente preservadas ao longo de várias gerações.
Narrado pela da voz inesquecível de Ginny, este brilhante romance de estreia descreve-nos o que as famílias são capazes de fazer – especialmente em nome do amor.

Sobre a autora:
Poppy Adams é licenciada em Ciências Naturais pela Universidade de Durham e colabora como realizadora de documentários com a BBC, o Channel 4 e o Discovery Channel. Este seu romance de estreia, A Dança das Borboletas, foi finalista do Costa Book Awards para primeiro romance e foi alvo de rasgados elogios da crítica literária, tendo a sua escrita sido comparada às de Patricia Highsmith e A.S. Byatt. Vive em Londres com o marido e os três filhos.

O que dizem
«Um romance de estreia enigmático e surpreendente.»
Publishers Weekly
«Esta história, lírica e inquietante, de duas irmãs, do seu passado perturbador e dos terríveis segredos que cada uma delas quer esconder a todo o custo, permanecerá com o leitor para além da última página.»
Harlan Coben
«Um romance sombrio e perturbador, de leitura imprescindível.»
Library Journal
«Poppy Adams consegue criar em Ginny uma narradora tão astuta que o leitor se sentirá na dúvida quanto à verdade das suas palavras.»
New York Times
«Um romance de estreia notável… uma voz convincente.»
Financial Times
«Engenhoso… complexo e provocador… o fascínio deste livro está na forma como a autora consegue enganar o leitor quando ele menos espera.»
The Independent