quinta-feira, 22 de julho de 2010

A Mulher do Viajante no Tempo - Audrey Niffenegger [Opinião]

-->
Título: A Mulher do Viajante no Tempo
Autor:
Audrey Niffenegger
Título Original: The Time Traveller’s Wife
Tradução: Fernanda Pinto Rodrigues
Colecção Grandes Narrativas
N.º de páginas:
484
PVP: 20,19€

Sinopse: Audrey Niffenegger estreia-se na ficção com um primeiro romance prodigioso. Revelando uma concepção inovadora do fenómeno da viagem temporal, cria um enredo arrebatador, que alia a riqueza emocional a um apurado sentido do suspense. Este livro é, antes de mais, uma celebração do poder do amor sobre a tirania inflexível do tempo, que para Henry assume contornos estranhamente inusitados - Cronos preparou-lhe uma armadilha caprichosa que o faz viajar a seu bel-prazer para uma data e um local inesperados. Uma obra inesquecível, que retrata a luta pela sobrevivência do amor no oceano alteroso do tempo.

A minha opinião:
“O tempo é nada”.
“A mulher do viajante no tempo” foi, sem dúvida, até ao momento, o melhor livro que li este ano. Escrito de uma maneira clara e envolvente, com uma narrativa brilhante, Audrey Niffenegger eeva-nos a viver a tumultuosa vida de Clare e Henry. Agora fiquei curiosidade para ver o filme.
Quando li a sinopse pensei que, provavelmente iria ser uma leitura um tanto ou quanto estranha, muito ao género daqueles filmes em que era protagonista o Michael J. Fox, mas cedo constatei que estava redondamente enganada.
Henry, cronodeficiente, viaja constantemente no tempo, sem que para isso nada faça. Transporta-se para diversas datas, na sua maioria para se encontrar com o grande amor da sua vida, Clare, ou a sua mãe já falecida. Em muitas dessas viagens Henry coloca-se em apuros, primeiramente porque surge sempre nu, depois porque nem sempre aparece nas melhores alturas.
Mas Clare, que desde os seis anos o conhece, entende a sua posição e cedo se apaixona por esse ser que aparece e desaparece quase sem deixar rasto. É por ele que espera eternamente até que se casa finalmente com ele.
Mas o casal sofre mais uma provação: ter um filho. Será que o fruto de tanto amor vai sair ao pai ou à mãe? Quando finalmente têm Alba as Viagens no Tempo perdurarão naquela família?


6 comentários:

B. disse...

Se já tinha vontade de ler este livro, a tua opinião aguçou ainda mais o meu "apetite"...

bjinhs

Betita disse...

Já o li há algum tempo e também adorei :)
Um dos melhores que li no ano passado ;)
Bjt e boas leituras

cris disse...

Vou ter mesmo que ler este livro!
Fiquei mto curiosa...
Dá uma passada no meu blog:
http://otempoentreosmeuslivros.blogspot.com
Boas leituras!

tonsdeazul disse...

Não li o livro, mas vi a adaptação para cinema e apesar de não ter considerado um mau filme, houve certas passagens que deixaram muito a desejar e não faziam muito sentido. Penso que podiam ter desenvolvido mais a história em vez de mostrar apenas ele a viajar no tempo...
Acredito que o livro colmate bem melhor todas as sequências menos conseguidas do filme!

Ncoisas.com disse...

Ainda não tive oportunidade de ler este título, mas já vi o filme e adorei.
Como normalmente os livros prendem mais o leitor, este é um livro que está na lista de desejos. :)

Maria Manuel Magalhaes disse...

Ainda não tive oportunidade de ver o filme baseado no livro, mas posso dizer que o livro é fantástico.