segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Migração e a crise moral dos EUA no novo romance de Isabel Allende

Título: Para lá do inverno
Autor: Isabel Allende
Tradução: Ângela Barroqueiro
Capa: mole com badanas
N.º páginas: 336
PVP: 18,80€

Para lá do inverno promete ser um dos acontecimentos editoriais de 2017
Dia 2 de novembro marca aquele que promete ser um dos acontecimentos editoriais do ano: a publicação do novo e grande romance de Isabel Allende, Para lá do inverno.
No período mais conturbado das suas vidas, uma chilena, uma jovem imigrante ilegal guatemalteca e um professor norte-americano são apanhados por uma terrível tempestade de neve. Quando uma questão de vida ou morte os junta numa casa em Brooklyn, começa uma aventura de três dias que mudará as suas vidas para sempre.
Numa trama que retrata a América dos dias de hoje, a autora chilena apresenta uma inesquecível história de esperança e segundas oportunidades, retratando um conjunto de personagens que encontram um futuro através da solidariedade e do amor.
Para lá do inverno é uma obra atual, ferozmente política, em que Isabel Allende aborda as questões da identidade e da crise moral e política da América na era Trump.

Sinopse: 
«No meio do inverno, aprendi por fim que havia em mim um verão invencível»
Isabel Allende parte da célebre frase de Albert Camus para nos apresentar um conjunto de personagens próprios da América contemporânea que se encontram «no mais profundo inverno das suas vidas»: uma mulher chilena, uma jovem imigrante ilegal guatemalteca e um cauteloso professor universitário.
Os três sobrevivem a uma terrível tempestade de neve que se abate sobre Nova Iorque e acabam por perceber que para lá do inverno há espaço para o amor e para o verão invencível que a vida nos oferece quando menos se espera.
Para lá do inverno é um dos romances mais pessoais da autora: uma obra absolutamente atual que aborda a realidade da migração e a identidade da América de hoje através de personagens que encontram a esperança no amor e nas segundas oportunidades.

Sobre a autora: 
Isabel Allende, nascida em 1942, de nacionalidade chilena-americana, viveu no Chile entre 1945 e 1951, quando começou a viajar seguindo o seu padrasto, um diplomata chileno. Iniciou no Chile a sua carreira como jornalista. Após o golpe militar de 1973, refugiou-se na Venezuela, onde residiu treze anos, e aí começou a escrever. Desde 1988 vive na Califórnia.
Em 1982, o seu primeiro romance, A casa dos espíritos, transformouse num dos títulos míticos da literatura latino-americana. Desde então escreveu vinte e dois livros, que se tornaram êxitos internacionais. A sua obra foi traduzida para trinta e cinco línguas e vendeu mais de sessenta e sete milhões de exemplares. Recebeu mais de cinquenta prémios internacionais e treze doutoramentos honorários. Em 2010 foi galardoada no Chile com o Prémio Nacional de Literatura, e em 2014
recebeu a Medalha da Liberdade, o galardão civil mais importante dos Estados Unidos.
Mais informações sobre a autora estão disponíveis em www.isabelallende.com e www.facebook.com/isabelallende.



Sem comentários: