terça-feira, 13 de junho de 2017

Documentário inspirado nas viagens medievais de Santo António exibido hoje

No seu mais recente livro, Gonçalo Cadilhe revisita um percurso feito há oito séculos e descobre um dos maiores viajantes da História de Portugal: Santo António. Depois do relato em papel, eis o documentário.



António, o santo português de Pádua, viajou durante dez anos numa época em que as estradas tinham desaparecido, o sistema cambial ainda não fora inventado, os idiomas não se traduziam em dicionários, os mapas não existiam.



Gonçalo Cadilhe refaz a grande viagem deste franciscano, que durou os últimos dez anos da sua vida, e dá-nos toda a atmosfera do início do século XIII: a Reconquista Cristã, o espírito das Cruzadas, a guerra civil entre o Papa e o Imperador e a amizade com São Francisco de Assis.



Uma das coisas extraordinárias que o autor descobriu sobre António é que o seu processo de canonização não refere de modo nenhum dotes sobrenaturais ou ações milagreiras. Pelo contrário, o homem torna-se santo pela sua ação apostólica e missionária. Ou, por outras palavras, a santidade de António deve-se sobretudo à sua vida de divulgador e viajante. Para ver hoje, na RTP, às 22h40.

Sem comentários: