quarta-feira, 31 de maio de 2017

A estante está mais cheia #52


Como vem sendo habitual, são muitos os livros que chegam à estante. Maio não foi excepção e livros de variados géneros chegaram cá a casa.

A propósito da ida do autor Filipe L. S. Monteiro à escola da minha filha, decidi presenteá-la com um dos livros do mesmo. Assim chegou cá a casa O Menino que Sonhava Salvar o Mundo com uma dedicatória para a mais pequena. O livro é mesmo muito bonito.

Desde que saíram quatro livros de Dick Haskins na revista Sábado que desejo fazer a coleção de livros do autor português. Cá a casa chegaram O Isqueiro de Ouro e uma outra edição de Estado de Choque. Para chegar está ainda o livro O Sono da Morte. Pelo caminho, extraviado ou enganada do vendedor, ficou O Minuto 180. Fica o repto a quem tiver livros do escritor e que esteja disponível para vender que me contacte.

Da Topseller chegou o terceiro livro de Sara Blaedel, A Mulher Desaparecida, que vou ler brevemente.

O Último dos Czares de Robert Service, foi oferta da Saída de Emergência. Estou muito curiosa em relação ao livro até porque sou muito curiosa em relação ao tema.

Depois de O Ano da Dançarina, de Carla M. Soares, e por ocasião de apresentação do livro na Biblioteca de Perosinho, e de ter gostado tanto, não resisti em comprar o livro anterior da autora, O Cavalheiro Inglês.

Analisando bem, este mês foi rico em compras. Hoje estarás comigo no paraíso de Bruno Vieira Amaral, O Rapaz Perverso de Kate Summerscale e A Última Vítima de Tess Gerritsen (já li e terá brevemente opinião), foram adquiridos por impulso, já que desde que saíram estavam na minha wishlist.

O Que Viram as Flores de Julia Heaberlin foi oferta da Bertrand, lido e opinado aqui e O Mensageiro do Rei de Francisco Moita Flores foi ofertado pela Casa das Letras e podem ver a minha opinião aqui

Ás editoras parceiras o meu muito obrigada.



Sem comentários: