domingo, 30 de abril de 2017

Papa Francisco: a vida de estudante, a atração pelas raparigas e o chamamento dos Jesuítas

Título: Do Berço ao Trono
Papa Francisco: Vida, Palavras e Obra
Autor: Elizabete Agostinho
N.º de Páginas: 144
PVP: 14,40 €
Não Ficção/Religião
Nas livrarias a 3 de Maio
Guerra e Paz Editores | Clube do Livro SIC

Sinopse
Jorge Mario Bergoglio era um jovem estudante. Ia sair com os amigos, naquele dia 21 de Setembro de 1953, quando teve uma revelação. Entrou na paróquia do seu bairro e confessou-se. Quando saiu, já não era o mesmo. Tinha ouvido um chamamento. Percebeu nesse momento que iria ser padre.
O que certamente não imaginava é que, depois de convencer a mãe da sua escolha, depois de enfrentar a morte aos 21 anos, depois da atracção amorosa por raparigas o ter incendiado de dúvidas, depois de escolher ser jesuíta, depois de defender convicções sociais e morais que quase o fizeram ser afastado da Igreja, acabaria por ser eleito papa, convertendo-se na inspiração de milhões e milhões de seres humanos, cristãos ou não.
Neste livro, estão as principais cenas da vida do papa Francisco, os actos com que despertou a simpatia de todos, a sua capacidade para amar e perdoar, porque amar, perdoar e integrar são a essência da palavra com que tem revolucionado a Igreja e o mundo.

Sobre a autora
Elizabete Agostinho. É jornalista, tradutora e escritora. Nasceu em Paris, onde viveu até aos 18 anos, mas o desejo de voar pelas suas próprias asas trouxe-a até Coimbra, para tirar o curso de Jornalismo. Apesar de ter passado por Liverpool e Barcelona, foi em Portugal que decidiu viver, o sítio onde reencontrou as suas raízes.
É autora da biografia Nascemos para ser Felizes – A Vida de Emanuel Contada pelo Próprio; coordenou a colectânea As Grandes Cartas de Amor, publicada também em Espanha; e mais recentemente escreveu o livro histórico Os Dias em Que Portugal Foi Feliz.
Elizabete Agostinho regressa agora a um género que lhe é querido, a biografia, demonstrando-nos com Do Berço ao Trono: Papa Francisco – Vida, Palavra e Obra que a realidade é uma fonte preciosa de histórias à espera de serem descobertas.



Sem comentários: