quarta-feira, 9 de novembro de 2016 | By: Maria Manuel Magalhaes

«O Código Da Vinci», de Dan Brown, agora adaptado ao leitor Young Adult

Título: O Código Da Vinci
Autor: Dan Brown (agora adaptado ao leitor Young Adult)
Género: Literatura / Thriller
Tradução: Mário Dias Correia
N.º de páginas: 392 + 8
Data de lançamento: 04 de novembro
PVP: € 16,60

A edição inclui mais de vinte fotos coloridas que mostram os locais e as obras de arte mais marcantes da narrativa
O Código da Vinci, de Dan Brown, é um dos romances mais lidos de todos os tempos, e agora chega numa versão dirigida a um público mais jovem (young adult). O livro chegou este mês de novembro às livrarias, apresentando uma capa adaptada e mais apelativa a estes leitores, e com um texto adaptado a partir do original, mas mantendo inalterada a sua estrutura base. Esta edição inclui ainda mais de vinte fotos coloridas que mostram os locais e as obras de arte mais marcantes da narrativa.
O segmento young adult tem vindo a ganhar cada vez maior destaque no universo literário, sendo atualmente uma das tendências que desperta maior interesse no mercado.
O Código da Vinci nesta versão para jovens tem todos os ingredientes, à semelhança da sua versão original, para prender a atenção desde o primeiro momento de leitura. Robert Langdon e a criptologista Sophie Neveu partem numa corrida contra o tempo e a maior conspiração dos últimos dois mil anos está prestes a ser revelada a uma nova geração.

«Um thriller inteligente e arrebatador.» - New York Times

Sinopse:
Robert Langdon, professor de simbologia da Universidade de Harvard, está em Paris para dar uma palestra. Na receção que se segue deve encontrar-se com um respeitado curador do mundialmente famoso Museu do Louvre. Mas o curador nunca aparece e mais tarde, durante a noite, Langdon é acordado pelas autoridades é informado que o curador foi encontrado morto. De seguida, é conduzido ao Louvre, à cena do crime, e descobre pistas desconcertantes.
Este é o ponto de partida para uma corrida contra o tempo, ao longo da qual Robert Langdon, auxiliado pela criptologista francesa Sophie Neveu, procura decifrar um conjunto de pistas especificamente «plantados». Se Robert e Sophie não conseguirem resolver o enigma a tempo serão confrontados com um trágico destino.