quarta-feira, 5 de outubro de 2016 | By: Maria Manuel Magalhaes

Novidades Topseller

Colleen Hoover é uma das autoras preferidas das leitoras portuguesas. Os seus romances são sempre ansiosamente esperados e este novo livro traz-nos a história de um amor capaz de curar e renovar a vida.

Sobre o livro:
O dia 9 de novembro
No último dia de Fallon em Los Angeles, a sua vida cruza-se com a de Ben e os dois apaixonam-se perdidamente. A química que os une é tão forte e incontrolável que, apesar de Fallon estar a caminho de Nova Iorque, os dois prometem encontrar-se novamente.
Os reencontros
Durante cinco anos, sempre no dia 9 de novembro, Fallon e Ben encontram-se para construírem a sua história de amor, entre as várias relações e atribulações das suas vidas separadas. Apesar de só estarem juntos uma vez por ano, os dois envolvem-se cada vez mais e partilham um amor pleno de entrega, paixão e intensidade, capaz de os transformar e de sarar cicatrizes profundas.
Cinco anos depois
Fallon descobre que Ben carregou um enorme segredo durante cinco anos. O choque e a desilusão tomam conta do coração da jovem, devastada com a possibilidade de tudo ter sido uma farsa.
Estarão os dois preparados para aceitar que as histórias de amor nem sempre têm um final feliz? Ou será Fallon capaz de perdoar o homem que ama?
O passado, o presente e o futuro cruzam-se num livro arrebatador e envolvente.

Sobre a autora:
Norte-americana, já atingiu o 1.º lugar no top de vendas do New York Times e comoveu muitas leitoras com os seus doze livros publicados, incluindo Um Caso Perdido, Uma Nova Esperança, Amor Cruel e Confesso, publicados em Portugal pela Topseller.
Os seus livros já foram traduzidos para cerca de 30 línguas. Colleen cresceu numa quinta, no Texas, casou-se aos 20 anos e tirou uma licenciatura em Serviço Social. Trabalhou nos Serviços de Proteção a Crianças, antes de voltar aos estudos para concluir a sua formação em Educação Especial e Nutrição Infantil. Vive com o marido e os três filhos à beira de um lago no Texas.
Saiba mais em: www.colleenhoover.com


Nenhum outro estilista deixou uma marca tão profunda na indústria da moda ou na nossa imaginação popular como Coco Chanel. Esta é a incrível história da menina abandonada que se transformou numa das mulheres mais poderosas do mundo.
Um romance extraordinário e revelador sobre um dos ícones do mundo da moda, que conta como a ambição gerou uma das figuras mais influentes e controversas do século XX.
«A minha vida não me agradava, por isso resolvi criá-la.» Gabrielle Coco Chanel

Sobre Chanel:
Gabrielle Chanel nasce no seio de uma família pobre. Aos 12 anos fica orfã de mãe e é abandonada pelo pai, sendo enviada com as irmãs para um orfanato, onde vive até à adolescência. É aí que Chanel começa a revelar as suas aptidões para a costura, que se transforma no seu sustento quando chega o momento de sair do orfanato.
No entanto, o trabalho de costureira torna-se insuficiente para sobreviver, e Chanel começa a atuar no La Rotonde — café pouco elegante frequentado por homens em busca de entretenimento ilícito —, onde fica conhecida por Coco. Aqui, conhece Étienne Balsan, o homem que lhe abrirá as portas da mais alta sociedade. A riqueza e o luxo, até então desconhecidos de Chanel, serão a chave para a sua criatividade, levando-a a abrir uma loja de chapéus. Aos poucos, Chanel alcança o reconhecimento necessário que lhe permitirá vingar no mundo da moda.
Contudo, a par da fama e do sucesso, Coco Chanel enfrenta inúmeros dissabores que contribuem para traçar o seu destino. E quando Paris é invadida pelos nazis, Chanel é forçada a fazer escolhas difíceis.

Sobre o autor:
C. W. Gortner possui um mestrado em Escrita na especialidade de Estudos Renascentistas, pelo New College of California.
Os seus romances históricos, sempre fruto de um intenso trabalho de pesquisa, têm-lhe granjeado elogios por parte da crítica internacional. Já foram traduzidos para 21 línguas.
De ascendência espanhola, C. W. Gortner vive atualmente na Califórnia.
Saiba mais sobre o autor em www.cwgortner.com

Depois da publicação de O Assassino do Crucifixo, Chris Carter traz-nos um novo livro que promete perturbar até os sonos mais tranquilos…
«Não escolha este livro a menos que tenha tempo livre, porque não vai conseguir parar de o ler. Cinco estrelas!» Crimesquad

Sobre o livro:
Imagine o seu pior medo… e depois conheça o seu pior pesadelo.
Quando a Unidade Especial de Homicídios da Polícia de Los Angeles é enviada a uma pequena igreja da cidade, depara-se com um cenário no mínimo aterrador. O padre foi decapitado, o seu corpo dilacerado, e no seu peito lê-se ainda o número 3 desenhado a sangue.
A violência é impiedosa e nada parece fazer grande sentido neste crime horrendo. Perante este quadro macabro, o detetive Robert Hunter e o seu parceiro acreditam que se trata de um crime ligado a algum ritual religioso. Mas a investigação parece não avançar e as respostas não surgem. E à medida que mais corpos e crimes são revelados, o pavor espalha-se por toda a cidade.
O que une realmente estes crimes, para além do terror e brutalidade de todas as mortes resultarem dos seus maiores medos? Será este o maior desafio de Robert Hunter? E será que não ter respostas é o seu maior pesadelo?

Sobre o autor:
Chris Carter nasceu no Brasil mas cedo se mudou para os Estados Unidos, onde se formou em Psicologia, com especialização em Comportamento Criminal, na Universidade de Michigan.
Foi psicólogo criminal durante vários anos antes de se mudar para Los Angeles e depois para Londres, onde tocou com artistas conhecidos, até que deixou tudo para se tornar escritor a tempo inteiro. Hoje, aplica na escrita a sua experiência de vários anos enquanto psicólogo criminal e já publicou seis volumes da série policial Robert Hunter , todos eles bestsellers internacionais.
Os seus livros já foram traduzidos para 14 línguas e são autênticos êxitos de vendas na Dinamarca e na Alemanha. Neste último país, Chris Carter já vendeu mais de um milhão de exemplares.
Saiba mais sobre o autor em www.chriscarterbooks.com


Uma história apaixonante sobre o vínculo inquebrável de dois irmãos.
Uma lição de vida onde se descobre que o caminho para casa pode ser aquele que menos esperamos.

Sobre o livro:
Um irmão adotado.
Outro deixado para trás.
E o colo de uma família onde nunca esperaríamos encontrá-lo.
Pode o amor de uma criança juntar o que os adultos separaram?
Leon tem nove anos e um irmão bebé chamado Jake. Os dois vão viver com Maureen, mãe de acolhimento, que tem um estranho cabelo vermelho e uma barriga grande como a do Pai Natal. Maureen é uma mulher de garra que consegue conquistar o difícil coração de Leon. Mas pouco depois chega a terrível notícia: apenas a deixarão ficar com o irmão mais velho.
A tristeza de Leon é agora constante e apenas algumas coisas o fazem sorrir, como os chocolates, andar de bicicleta, enterrar as mãos na terra, sair com um amigo que é parecido com o seu pai e, sobretudo, roubar moedas até ter dinheiro suficiente para que um dia possa resgatar Jake e voltar com ele para a mãe.

Sobre a autora:
Kit de Waal nasceu em Birmingham e é filha de um pai caribenho e de uma mãe irlandesa, que também era «mãe de acolhimento».
Trabalhou durante quinze anos em direito penal e familiar, foi conselheira dos Serviços Sociais sobre processos de adoção e acolhimento e escreveu manuais sobre estes temas.
É autora de uma vasta obra literária e vencedora de inúmeros prémios.