sexta-feira, 1 de abril de 2016

Guerra e Paz: Toda a história da ponte que já foi Salazar e hoje é 25 de Abril

Título: A Ponte Inevitável
Autor: Luís F. Rodrigues
N.º de Páginas: 288
PVP: 18,00 €
Género: Não Ficção/História/Arquitectura
Nas livrarias a 6 de Abril
Guerra e Paz Editores

Sinopse
A 6 de Agosto de 2016, a Ponte 25 de Abril comemo­ra 50 anos. Pela primeira vez, um livro conta-nos os 140 anos da história que começa no momento em que o engenheiro Miguel Pais propôs, em 1876, uma rudimentar ponte de ferro entre Lisboa e Montijo. Este é também o livro dos 90 anos que decorreram desde que se avançou com a ideia de uma ponte en­tre Lisboa e a Margem Sul, até ao momento em que a ideia se transforma em realidade. E este é, claro, o livro da história dos 50 anos da ponte que se chamou Salazar e hoje se chama 25 de Abril.

Que erradamente alguns coloquem a sua génese em Salazar, e outros, igualmente errados, pensem que a obra deve ser menorizada porque foi construí­da durante o Estado Novo, é um dos equívocos que se esclarecerá neste livro. Entalada entre o amor e o ódio em que as respectivas posições ideológicas a co­locam, a ponte é muito mais do que uma iniciativa de Salazar ou um projecto político subordinado aos ditames do Estado Novo. A ponte tem um historial abrangente, que ultrapassa não só Salazar e o Estado, como também Portugal.

Sobre o autor:
Luís F. Rodrigues. Nasceu em 1976, no Barreiro. Licencia­do em Arquitectura do Planeamento Urbano e Territorial e mestre em Orde­namento do Território e Planeamento Ambiental, desenvolve a sua actividade profissional como urbanista em Lisboa. Dedica-se ainda ao estudo de história, arte e ciência das religiões, sendo autor dos livros Open Questions: Diverse Thinkers Discuss God, Religion & Faith (ABC-CLIO, 2010), História do Ateísmo em Portugal (Guerra & Paz, 2010) e Manual de Crimes Urbanísticos (Guerra & Paz, 2011).


Sem comentários: